Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 7 de agosto de 2012

0

EXÉRCITO REALIZA EXERCÍCIO SIMULADO NO PORTO DE PARANAGUÁ

SEGURANÇA PÚBLICA / EXÉRCITO





Em 05 de junho de 2012, oficiais do exército realizaram um exercício militar em Paranaguá. Eles utilizaram as instalações do Porto de Paranaguá para a realização do simulado que tem por objetivo verificar pontos estratégicos para fazer a defesa do Brasil em caso de conflitos.

Ao todo, 35 oficiais participaram da ação. O superintendente dos portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, recepcionou os oficiais. Eles participaram de uma apresentação sobre a infraestrutura portuária e receberam material cartográfico da região.

“Fazemos questão de colaborar porque sabemos que exercícios como esses garantem a segurança não apenas das riquezas do país, mas também a segurança dos trabalhadores”, afirmou o superintendente.

Em Paranaguá, o exercício simulado teve por objetivo garantir a segurança de infraestruturas críticas – como o Porto – que são áreas estratégicas que precisam ter sua ação garantida mesmo num suposto período de crise. De acordo com o Major Márcio Dantas, oficial de Comunicação Social do Comando da Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército (AD/5), a atividade é um “planejamento para proteção de infraestruturas críticas em Paranaguá, parte de Exercício de Adestramento de Estado-Maior no planejamento de Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO)”. O exercício recebeu o nome de “Operação Pinheiral”.

Exercício

A Operação Pinheiral começou já no dia 4. Nessa primeira etapa, ainda em Curitiba, foi feito o planejamento sobre os mapas fornecidos pela Appa e as áreas foram divididas por unidades. No dia 05, já em Paranaguá, os oficiais fizeram a verificação no local para, em seguida, fazer as adequações do planejamento.

“Os oficiais que hoje estão aqui são todos de planejamento – logística, operacional e de inteligência. Esse planejamento se transforma em um plano de operação, um documento que regula o emprego da tropa”, esclarece o tenente-coronel Cúrcio Neto, oficial de operações da AD/5.

No Porto de Paranaguá, os militares foram acompanhados pela Guarda Portuária. Além das áreas do porto organizado, os oficiais do Exército também estiveram na área da Transpetro. Finalizado o planejamento – o que deve acontecer ainda esta semana – as observações do Exército contribuirão com a segurança tanto do Porto quanto da Petrobrás.

Oficiais

O exercício, em Paranaguá, foi acompanhado pelo General-de-Divisão Williams José Soares, comandante da 5ª Região Militar e 5ª Divisão de Exército, que subordina as tropas do Exército Brasileiro nos Estados do Paraná e Santa Catarina, e pelo General-de-Brigada Walter Nilton Pina Stoffel, comandante da AD/5 e da Operação Pinheiral.

Na operação, o Exército esteve representado pela AD/5, pelo 20º Batalhão de Infantaria Blindado (20º BIB), 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (5º GAC AP), 5º Batalhão Logístico (5º B Log), 27º Batalhão Logístico (27º B Log), 5ª Companhia de Polícia do Exército (5ª Cia PE), Bateria Comando da Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército (Bia C AD/5) e 5ª Companhia de Comunicações Blindada (5ª Cia Com Bld).

Fonte: Informativo dos Portos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES