SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

Postagem em destaque

QUEM SÃO OS BANDIDOS BRASILEIROS MAIS PROCURADOS NO PAÍS E NO MUNDO? VEJA LISTA

  Dos 18 foragidos na lista nacional, oito têm ordem de prisão por crime de tráfico de drogas (44%) Traficantes e assaltantes conhecidos, ma...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 14 de maio de 2021

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 67 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

 

Droga estava escondida na estrutura de contêiner refrigerado com carga de carne congelada, que tinha como destino a Holanda

Em uma ação realizada na tarde da última quarta-feira (12), equipes da Receita Federal do Brasil (RFB) em Santos apreenderam 67 kg de cocaína escondidos em um contêiner com carga de exportação no Porto de Santos.

Trata-se de uma situação muito parecida com a apreensão anterior, ocorrida em 5 de maio, em que a droga foi escondida na estrutura de um contêiner refrigerado: quantidades menores e substituição do isolamento térmico por tabletes de cocaína. Essa forma de ocultação foi identificada em seis apreensões realizadas pela RFB de Santos no ano passado e em três este ano.

O contêiner foi selecionado para conferência por meio de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por imagens de escâner. A carga era de carne congelada e o país de destino, a Holanda.

Durante a inspeção, o cão de faro da Receita Federal sinalizou positivamente para a presença de drogas. Aberta a estrutura do contêiner, na parte interior traseira foram localizados vários tabletes de cocaína.

A droga foi entregue à Polícia Federal (PF), que prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Receita Federal.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►

quinta-feira, 13 de maio de 2021

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 42 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE PARANAGUÁ

 

Entorpecente foi colocado no motor de um contêiner refrigerado

Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu, na manhã da última segunda-feira (10), no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, 42 kg de cocaína que teriam como destino o Porto de Hamburgo, na Alemanha.

A droga estava oculta, mais uma vez, no compartimento do motor de um contêiner refrigerado.

A ocultação de cocaína no compartimento do motor de contêiner refrigerado tornou-se bastante comum no Porto de Paranaguá. Somente este ano já foram cinco apreensões nessa modalidade. Em virtude disso, a RFB segue intensificando a fiscalização em contêineres do tipo refrigerado.

O entorpecente apreendido será encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal, na capital do estado, que segue com as investigações.

Essa foi a 9ª apreensão da Receita Federal no Porto de Paranaguá em 2021, totalizando 1.253 kg da droga.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►
0

PORTO DO ITAQUI QUER AUMENTAR A SEGURANÇA

 

A ideia é prevenir e combater roubos e furtos nas vias de acesso ao porto

Na semana passada, a EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária reuniu representantes das polícias civil e militar do estado para alinhamento de uma ação conjunta de reforço na segurança das vias de acesso ao Porto do Itaqui e Terminal da Ponta da Espera.

O encontro reuniu o presidente da EMAP, Ted Lago, o gerente de Segurança do Itaqui, José Ribamar Marão Neto; o chefe do Departamento de Combate a Roubo de Carga da Polícia Civil, Jorge Pacheco; e o comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitana da Zona Sul da Polícia Militar, tenente-coronel Wallace Amorim.

Os participantes consideraram, para o plano de trabalho, dois cenários: por um lado, o crescimento na movimentação de cargas no Porto do Itaqui, que só no mês de abril atingiu um volume de 3,4 milhões de toneladas de cargas; e por outro, o intenso fluxo no transporte aquaviário do sistema Ponta da Espera-Cujupe, por onde circulam quase 2 milhões de pessoas e cerca de 350 mil veículos por ano.

“Com essa integração da EMAP com as polícias militar e civil, e também com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nós estamos atuando de forma preventiva para ampliar e reforçar a segurança da comunidade portuária e das áreas próximas ao Porto do Itaqui e para manter nossas operações cada vez mais seguras em toda a cadeia logística da movimentação de cargas. O porto em expansão requer esse olhar abrangente sobre o território”, afirmou Ted Lago ao final da reunião.

“A ideia é prevenir e combater roubos e furtos nas vias de acesso ao porto”, disse o delegado da Polícia Civil, Jorge Pacheco. Segundo o tenente-coronel Wallace Amorim, da Polícia Militar, as ações de combate já foram iniciadas. “Integrados à PRF, reforçamos o policiamento ostensivo na BR-135 e na via de acesso ao Terminal da Ponta da Espera já foram realizadas melhorias na iluminação pública, capinação, reforço de policiamento e rondas regulares”, explicou.

Esse trabalho preventivo é também uma preparação para ações mais efetivas que serão desencadeadas nos próximos meses, durante o pico da safra de soja, quando o fluxo de caminhões fica mais intenso.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►
0

MAIS DE 124 KG DE COCAÍNA SÃO ENCONTRADOS EM CONTÊINER CARREGADO COM CAFÉ EM SANTOS

 

Contêiner seria enviado à Inglaterra. Ninguém foi preso

Mais de 124 kg de cocaína foram encontrados dentro de um contêiner carregado com café a granel no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, na noite da última segunda-feira (10). O carregamento seria enviado à Inglaterra. Ninguém foi preso.

Policiais da 1º Delegacia de Investigações Gerais da Deic (1º DEIC) descobriram, através das investigações em curso e prisões anteriormente realizadas, que um contêiner havia sido carregado com as drogas. Duas equipes foram deslocadas para localizar os entorpecentes em Santos e Guarujá.

Em Santos, os policiais localizaram o contêiner com café em um terminal portuário no bairro da Alemoa. Ao vistoriar a carga, os investigadores encontraram a cocaína embalada em sacos de fibra sintética, além lacres rompidos e novos, que são utilizados pela organização criminosa para ludibriar a fiscalização portuária.

A droga foi apreendida e encaminhada ao Instituto de Criminalística de Santos. Os objetos foram recolhidos pelos policiais e serão utilizados nas investigações. A Polícia Civil diz que trabalha para identificar as pessoas envolvidas no crime.

Fonte: G1 Santos e Região



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►

quarta-feira, 12 de maio de 2021

0

POLÍCIA FEDERAL REALIZA CURSO DE TÉCNICAS OPERACIONAIS NO PORTO DO RIO

 

Participaram policiais da PF, e representantes do BOPE - Batalhão de Operações Policiais Especiais e do GAEX - Grupamento de Ações Extraordinárias da Guarda Portuária

A Polícia Federal (PF) realizou em março, o IX CTO - Curso de Técnicas Operacionais da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

O curso, voltado para o desenvolvimento e atualização de conhecimentos e habilidades na execução de técnicas operacionais básicas adequadas à ação policial, foi promovido pelo Serviço de Ensino Operacional da Academia Nacional de Polícia (SEOP/ANP).

Os módulos foram ministrados por seus professores na Superintendência Regional da Polícia Federal, no Porto do Rio de Janeiro e na Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo o agente Brito, da Polícia Federal, lotado na SEOP/ANP, esse curso é desenvolvido pela Academia Nacional de Polícia, em parceria com os estados e as superintendências estaduais e com as instituições coirmãs. É um curso que busca trabalhar as valências mais básicas da atividade policial, dentre elas a busca pessoal, a busca veicular, a abordagem veicular e pessoal, o deslocamento urbano, o deslocamento em edificações e a parte de sobrevivência policial.

“Ele é um curso formado para oferecer ao policial, no dia a dia, mais segurança, mais habilidades que posam promover a ele e a sua equipe uma chance maior de voltar para casa após o cumprimento da missão”, disse Brito.

O evento contou com a participação de 40 policiais como alunos, dentre eles, delegados, agentes, escrivães e peritos da Polícia Federal, e ainda participaram como representantes das forças coirmãs um policial do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) e um agente do GAEX - Grupamento de Ações Extraordinárias da Guarda Portuária.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►

terça-feira, 11 de maio de 2021

0

TRF3 CONFIRMA CONDENAÇÃO DE DONO DE ‘ENTREPOSTO’ DE COCAÍNA NO LITORAL DE SP

 

Apontado como integrante de organização criminosa que enviava cocaína à Europa por vários portos brasileiros, entre os quais os de Santos e Salvador

Responsável por dois megadepósitos de cocaína em Guarujá, no litoral de São Paulo, onde a Polícia Federal (PF) apreendeu 1.343 kg da droga destinados ao tráfico internacional, José Carlos dos Santos Beserra teve confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) a sua condenação a 13 anos, dez meses e um dia de reclusão.

Por unanimidade, os desembargadores federais José Marcos Lunardelli (relator), Fausto Martin De Sanctis e Nino Oliveira Toldo, da 11ª Turma do TRF3, negaram provimento ao recurso interposto pela defesa de Beserra e confirmaram a sentença condenatória do juiz Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara Federal de Santos.

O TRF3 julgou a apelação no último dia 29. A sentença foi prolatada em 21 de outubro de 2020. A ação penal é uma das várias decorrentes da Operação AlbaVírus, que desarticulou organização criminosa responsável pelo envio de cerca de seis toneladas de cocaína à Europa por vários portos brasileiros, entre os quais os de Santos e Salvador.

Apreensões

Em 20 de fevereiro de 2019, em uma casa situada na Rua Professor Noé de Azevedo Júnior, na Enseada, em Guarujá, policiais federais apreenderam 968 kg de cocaína, R$ 1.020.650,00, celulares e veículos. No dia seguinte, em outro imóvel na Rua Florença, no mesmo bairro, a PF achou mais 375 quilos de cocaína, um fuzil e cinco pistolas.

“O arcabouço probatório é extenso e revela sem sombra de dúvida que Beserra está diretamente relacionado aos 968,9 kg de cocaína apreendidos na Rua Professor Noé de Azevedo, no dia 20 de fevereiro de 2019, bem como aos 375 kg de cocaína apreendidos no dia seguinte na Rua Florença”, destacou Roberto Lemos em sua decisão.

O juiz federal negou a Beserra a possibilidade de recorrer em liberdade. Motivo: “Elevado poder econômico, grau de organização e sofisticação das ações perpetradas pelo réu e pela organização criminosa por ele integrada, com ramificação em diversas unidades da federação e atuação marcada pelo envio de toneladas de cocaína para o exterior”.

Novo cangaço

Clínica geral no mundo do crime, Beserra também possui condenações nos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte, cujas penas somadas atingem 19 anos e nove meses de reclusão pelos crimes de roubo qualificado, sequestro, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

No Nordeste, ele está envolvido em crimes rotulados de “novo cangaço”. Nestas ações, bandidos armados invadem pequenas cidades para roubar bancos e caixas eletrônicos. Beserra encontra-se na penitenciária de segurança máxima de Francisco Sá (MG). Em 18 de novembro de 2019, ele foi preso em um apartamento de luxo de Belo Horizonte.

TEXTO: Por Eduardo Velozo Fuccia - Vadenews


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Continue lendo ►