SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

Postagem em destaque

CONPORTOS REALIZA AUDITORIA NO PORTO DE SANTOS

A reunião de abertura ocorreu na segunda-feira (28), na sede da CODESP Nessa semana, integrantes da Comissão Nacional de Segurança P...

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

0

Operação da PF e do MPF investiga contratos de Porto em Itaguaí no RJ




Agentes cumpriram 11 mandados de busca em Rio, SP e mais quatro cidades


A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram nesta segunda-feira (11) uma ação para coletar dados sobre irregularidades em contratos operacionais e de aquisição de equipamentos do Porto Sudeste, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio.
Os contratos, segundo o Ministério Público Federal, são vinculados a uma subsidiária brasileira de uma empresa estatal da Espanha que opera no Porto Sudeste.
Fonte: R7 


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                           
                                                                       COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Continue lendo ►

terça-feira, 12 de setembro de 2017

2

GUARDA PORTUÁRIA E POLICIA FEDERAL APREENDEM MACONHA E COCAÍNA EM ÓBIDOS




A mala continha aproximadamente, 06 (seis) kg de maconha industrializada, chamada de Skank e 01 kg de Cocaína

No último sábado (09), por volta das 13h, a Polícia Federal e a Guarda Portuária, em operação rotineira realizada no Porto de Óbidos apreenderam 7kg de drogas dentro de uma mala numa embarcação que faz transportes de passageiros interestadual, que veio da cidade de Manaus, estado do Amazonas, com destino à Santarém, no Pará.
Segundo a Polícia Federal, a mala continha aproximadamente, 06 (seis) kg de maconha industrializada, chamada de Skank e 01 kg de Cocaína, no entanto, um laudo vai comprovar a quantidade exata da droga apreendida e a classificação da mesma.
LEIA TAMBÉM: PF E GUARDA PORTUÁRIA APREENDEM 12 KG DE SKANK NO PARÁ
De acordo com informações da PF, o fato do teor de THC (tetrahidrocannabinol) ser mais forte que o normal, valoriza esse tipo de droga no tráfico.



Como no momento da apreensão ninguém se manifestou como dono da mala, ninguém foi detido.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                COMENTÁRIOS
                             

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

0

DEPUTADO FEDERAL REIVINDICA REPASSE DE PRÓ-LABORE AOS GUARDAS PORTUÁRIOS




Pró-labore já é feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) aos membros da Polícia Militar

O presidente do Sindicato dos Empregados na Administração Portuária (Sindaport), Everandy Cirino dos Santos, encaminhou ofício ao deputado federal Nelson Marquezelli (PTB/SP) agradecendo a gestão feita pelo parlamentar junto à Prefeitura Municipal de Santos em benefício da Guarda Portuária da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).
Após tomar conhecimento da reivindicação feita pelo Sindaport à Prefeitura Municipal de Santos quanto ao possível pagamento de pró-labore aos membros da corporação que atuam como agentes de trânsito nas vias públicas próximas ao Porto de Santos, o parlamentar enviou expediente ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa reiterando a solicitação.
Na carta, o deputado petebista não poupou elogios ao trabalho realizado pelos portuários em prol da municipalidade, com destaque para a fiscalização e controle do tráfego viário nas imediações do complexo portuário, combate à criminalidade, incêndios e patrulhamento marítimo em geral, além da lavratura de autos de infração.
Ressaltou que o repasse do pró-labore postulado pelo Sindaport aos seus representados já é feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) aos membros da Polícia Militar do Estado de São Paulo que desempenham as mesmas funções dos guardas portuários nas áreas públicas.  
"Ao acolher os nossos fundamentos e se colocar ao lado dos empregados da Codesp, o deputado Marquezelli mais uma vez se mostra um político sensível e atento aos inúmeros problemas enfrentados pelos trabalhadores do segmento, e por isso tem todo o respeito, consideração e admiração dos portuários", afirmou Everandy Cirino.
Segundo Cirino, mensalmente são lavradas aproximadamente 800 multas pelos 152 guardas portuários credenciados como agentes de trânsito para atuar no afluxo de veículos e caminhões de carga que chegam e partem do porto diariamente. "Considerando que a seriedade do trabalho realizado e o grau de comprometimento dos membros da Guarda Portuária são os mesmos despendidos pelos membros da Polícia Militar que também atuam no trânsito, nada mais justo que o tratamento seja igualitário também no repasse do pró-labore."
O trabalho da Guarda Portuária além dos limites primários do Porto de Santos foi autorizado através de um convênio firmado, em 2016, pela Codesp e Prefeitura. Apesar de estabelecer parâmetros de atuação, procedimentos operacionais, dentre outros, o instrumento celebrado não prevê qualquer contrapartida financeira aos trabalhadores.

Fonte: Sindaport


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                           
                                                               COMENTÁRIOS                             

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

domingo, 10 de setembro de 2017

0

NAVIO DERRAMA 100 LITROS DE ÓLEO NO PORTO DE SANTOS




Acidente aconteceu na madrugada deste domingo
Um navio mercante derramou cerca de 100 litros de resíduo de óleo na madrugada deste domingo (10), no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A Capitania dos Portos de São Paulo apura o motivo do acidente.
De acordo com a Marinha do Brasil, a ocorrência aconteceu por volta das 3h30. O navio mercante “Amber Champion”, de bandeira de Hong Kong, estava atracado no porto, quando ocorreu o derramamento.

Uma equipe de peritos da Capitania foi enviada para o local para apurar o ocorrido. Barreiras de contenção foram colocadas no entorno da embarcação para tentar conter a propagação do óleo pelo mar.
O comandante da embarcação e a empresa proprietária foram notificados.

Em nota, a Cetesb disse que o acidente aconteceu no momento que a empresa Atlantic Oil fazia a retirada do óleo do navio e estourou um mangote. A empresa vai monitorar o ocorrido e, após as ações de retirada do óleo, será estudada a punição aplicada aos responsáveis.
Fonte: G1 Santos

* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                           
                                                               COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

0

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA




A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982

Ontem (07) a Guarda Portuária participou do desfile que marcou os 195 anos da Independência do Brasil. Segundo a Defesa Civil, aproximadamente 15 mil pessoas prestigiaram a apresentação que ocorreu na Avenida Bartolomeu de Gusmão, na praia da Aparecida, teve início às 9h, com a execução dos hinos Nacional e de Santos, sob hasteamento das bandeiras.
Em seguida, começou o desfile, que contou estudantes de 17 instituições, entre escolas públicas e uma particular de Bertioga, universitários da Faculdade de Educação Física de Santos (FEFIS), integrantes do Lar das Moças Cegas, grêmios estudantis, dos projetos Jovem Doutor e Pra ver a Banca Tocar, e do Programa Escola Total, integrantes da Associação Voluntários da Santa Casa também,  grupos de escoteiros, do Camps e LBV. Participam ainda Guarda Municipal e Defesa Civil.
Por último, desfilaram os integrantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, polícias Federal e Militar, unidades especializadas e Corpo de Bombeiros, Guarda Portuária e destacamento a cavalo do 2º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP).
Guarda Portuária



A corporação da Guarda Portuária (GPORT) da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP) voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982.



A GPORT, desfilando após as viaturas da Polícia Federal e antes da cavalaria da Polícia Militar (última a desfilar), apresentou ao público as suas unidades motorizadas, apresentando equipes especializadas em patrulhamento, com 04 (quatro) viaturas das Rondas de Policiamento, 05 (cinco) motos da Ronda de Apoio com Motos (ROCAM), a viatura do Canil e 01 (um) caminhão Auto Bomba, da Brigada de Combate a Incêndios.



Todos os integrantes da corporação que participaram do evento o fizeram de forma voluntária a fim de mostrar ao público uma amostra do trabalho que realiza no Porto de Santos.



Nos próximos anos, além das unidades motorizadas, a Gport deverá participar também com um pelotão, e existe a possibilidade de participar do desfile também na cidade de Guarujá, onde também atua, na margem esquerda do Porto de Santos.





A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                COMENTÁRIOS
                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Continue lendo ►

terça-feira, 5 de setembro de 2017

0

PORTUÁRIOS “ABRAÇAM” O PORTO DE VITÓRIA CONTRA PRIVATIZAÇÃO DA CODESA




Os trabalhadores “abraçaram” simbolicamente o porto, gritando palavras de ordem para protestar contra a desestatização

Os portuários, unidos à classe trabalhadora, realizaram na manhã desta terça-feira, dia 5, um ato solidário de união em defesa do patrimônio público. Os trabalhadores “abraçaram” simbolicamente o porto, gritando palavras de ordem para protestar contra a desestatização. Os trabalhadores ainda interditaram uma faixa da Avenida Getúlio Vargas sentido Palácio Anchieta com um carro de som.
O protesto, que teve início às 7h, com concentração em frente ao prédio 4 da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), terminou por volta das 9h.  Ao todo, 14 sindicatos participaram do protesto, além de federações e centrais.
Em um carro de som, os trabalhadores fizeram um alerta para as consequências da privatização da maior empresa pública do Estado, que vai trazer impactos negativos para a economia capixaba.
Abraço



De mãos dadas, os trabalhadores fizeram um "Abraço ao Porto" contra a privatização da Codesa. Foi formada uma corrente humana em torno do porto, mostrando à sociedade a necessidade de união das categorias para defender o patrimônio público.



Esse é o segundo "Abraço ao Porto" realizado em torno da empresa. Em 1990, o Movimento Nacional em Defesa dos Portos (MNDP) foi uma grande mobilização, quando o então presidente Collor propôs uma nova legislação portuária que modificou as questões institucionais, bem como toda a relação capital e trabalho.
O MNDP foi criado em Vitória, como parte de um processo de unificação de estratégia sindical, que teve papel estratégico e foi marcado por um grande "abraço ao porto público".



FNP
Eduardo Guterra, presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP), criticou o modelo de privatização proposto. “Não podemos perder o controle em cima dos nossos portos. Com a privatização, estaremos implantando um modelo portuário que trará monopólios e cartéis, fazendo com que cargas deixem de operar pelo nosso porto. Além disso, não podemos aceitar que trabalhadores concursados sejam demitidos”, disse.



Suport
O presidente do Suport-ES, Ernani Pereira Pinto, fez críticas ao governo Temer. "Dizemos não ao entreguismo do patrimônio público. Querem nos privatizar e não vamos aceitar. Esse governo não fala a linguagem da classe trabalhadora. Os portos são essenciais para manter a economia e os empregos que são gerados", destacou Ernani. Essa privatização vai abranger todos os envolvidos na logística portuária, trabalhadores vinculados ou não a Codesa e outros na área administrativa. Creio que isso vá trazer um prejuízo ao porto e a sociedade capixaba”.
Participantes



Participaram da manifestação, o Suport-ES, os Sindicatos dos Estivadores, dos Arrumadores, dos Vigias, dos Amarradores e dos Conferentes, da Guarda Portuária do Espírito Santo (Sindguapor-ES), dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário (Aquasind), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) , a Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB), a Federação Nacional dos Portuários (FNP), a Federação Nacional dos Estivadores (FNE), a Federação dos Conferentes e Arrumadores, a Associação dos Operadores Portuários (Aopes) , além de trabalhadores da ativa, aposentados e pensionistas da Codesa, portuários avulsos, vinculados de terminais e trabalhadores em geral.
A Polícia Militar acompanhou todo o protesto. Apesar de os trabalhadores terem ocupado uma faixa da pista e causado lentidão no trânsito, o tráfego de veículos continuou fluindo normalmente.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                COMENTÁRIOS
                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

0

NOVO SISTEMA DINAMIZA OS ACESSOS ÀS ÁREAS ALFANDEGADAS DA CODEBA




A ferramenta garante às empresas que operam nos Portos de Salvador e Ilhéus comodidades como a solicitação de visitas e relatórios pela internet


Os arrendatários e operadores dos Portos de Salvador e Ilhéus contam com o novo Sistema de Controle de Acesso (Sistema de Acesso Web) para realizar, via internet, os agendamentos de visitas e trânsito de veículos de carga de modo prático e rápido. O modelo traz ainda novidades como a geração de relatórios de acessos e preenchimento de campos complementares durante o trâmite de cadastro das informações. No Porto de Aratu, a implantação do sistema está em andamento.
Em conformidade com as regulamentações estabelecidas por lei, a adoção do novo sistema vai garantir que manutenções sejam feitas com maior facilidade, como explica o Chefe de Serviços de Informática da Companhia, Adriano Moraes, responsável pela inovação. “O sistema permite, ainda, integrar esse acesso aos novos sistemas em implantação nas instalações portuárias internas, acelerando e dinamizando o controle de acesso, o que possibilita economia na logística dos portos e melhoria geral dos serviços prestados”, acrescenta.
No futuro, será possível expandir as funcionalidades do sistema, como exibir informações de segurança e prevenção de incêndio, de modo integrado aos sistemas de alarmes que estão em desenvolvimento pela equipe de TI da Codeba. Também poderá ser realizada  a integração ao sistema de leitura de placas de veículos, em fase de pesquisa e protótipo funcional, como revela Adriano.

O novo Sistema de Acesso Web atende às demandas específicas das resoluções da Receita Federal e da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), que versam sobre o controle de acessos e veículos às áreas alfandegadas. As equipes dos três portos tiverem multiplicadores treinados pela TI da Codeba, credenciados para uso e gestão do sistema juntamente com seus Chefes da Guarda Portuária.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                COMENTÁRIOS
                             


Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

0

CONPORTOS REALIZA AUDITORIA NO PORTO DE SANTOS




A reunião de abertura ocorreu na segunda-feira (28), na sede da CODESP
Nessa semana, integrantes da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS) e da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis no Estado De São Paulo (CESPORTOS), estão realizando auditoria no Porto de Santos, administrado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP) a fim de avaliar o cumprimento do Plano de Segurança e a normas do ISPS Code.
A auditoria, que se estenderá até o dia 05 de setembro, também será realizada na empresa Adonai Química, situada na Ilha Barnabé, no lado continental de Santos.
A reunião de abertura ocorreu na segunda-feira (28), na sede da CODESP. Ontem (29), foram visitados vários pontos na margem de Santos, entre o cais de Outeirinhos e o Corredor de Exportação. Nessa quarta-feira, as visitas ocorreram na margem esquerda, localizada em Guarujá e também na Ilha Barnabé.
A auditoria na Companhia Docas completa-se na quinta-feira, com reconhecimento do Canal de Navegação e da Usina de Itatinga. O encerramento será na sede do Conselho da Autoridade Portuária (CAP), no Centro de Santos. Já a auditoria na Adonai Química está agendada para os dias 4 e 5 de setembro (segunda e terça-feira da próxima semana).
Fazem parte do Conportos o delegado da Polícia Federal Sandro Torres Avelar (presidente), o representante do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Wolnei Scholant de Moraes (Secretaria-Executiva); Armando Ribeiro Moreira, pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil; e Ubiratan de Faria Mello, pelo Ministério da Defesa.
Pela CESPORTOS/SP estarão participando das auditorias: Marcelo João da Silva, pelo Departamento de Polícia Federal do Ministério da Justiça e Segurança Pública; Richard Fernando Amoedo Neubarth e Haroldo José Parri, pela Secretaria da Receita Federal; Alberto José Pinheiro de Carvalho e Rômulo de Souza Santos Júnior, pela Capitania dos Portos; Ezio Ricardo Borghetti, Orlando Alves dos Santos e Hélio Azevedo, pela Autoridade Portuária (Codesp); Rogério Silva Pedro e a delegada de Polícia Martha Vergine, pelo Governo do Estado de São Paulo; e Guilherme da Costa Silva e Daniel Alves dos Santos, pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                            
                                                                COMENTÁRIOS
                             

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Continue lendo ►

terça-feira, 29 de agosto de 2017

0

POLÍCIA APREENDE MAIS DE 2 TONELADAS DE MACONHA EM GALPÃO EM SANTOS




Droga vinda do Paraguai teria chegado à cidade em caminhão carregado com soja para o Porto de Santos. Quatro homens foram presos

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE), realizaram na madrugada do último domingo (27), a maior apreensão de maconha da história da região.
Galpão na Rua Visconde de São Leopoldo, onde o caminhão, a droga e os suspeitos foram localizados

De acordo com informações da Polícia Civil, os investigadores foram a um galpão localizado na Rua Visconde de São Leopoldo, 486, no bairro do Valongo, para averiguar uma denúncia de grande quantidade de drogas. Ao chegarem ao local, os agentes se depararam com dois suspeitos sobre a caçamba de um caminhão, e outros dois próximos ao veículo. Eles estavam colocando blocos embalados, segundo a polícia, de material vegetal esverdeado com característica e odor idênticos a maconha.
Ao serem questionados sobre procedência e o destino da droga, os suspeitos se negaram a falar e foram encaminhados à delegacia de polícia.
A carreta, com placas de Itapecerica da Serra-SP, foi apreendida

No Distrito Policial a droga apreendida foi pesada, sendo apurada a quantidade de 2.159,015 kg do entorpecente, sendo avaliada em cerca de R$ 3 milhões de reais. Ela estava acondicionada em lotes, alguns tijolos estavam envoltos em fitas adesivas com as palavras “peligro” e “precaucion” marcadas na embalagem.
De acordo com o boletim de ocorrência, parte da droga foi ensacada e lacrada para investigação. A outra parte não pôde passar pelo mesmo procedimento, já que os lacres da delegacia acabaram.










Os elementos detidos que se encontravam no local, Bruno Henrique da Silva Fernandes, de 28 anos, Clebson Mendes da Silva, de 27, Felipe Manfrim, também de 27, e Gabriel Barrio Barreto, de 36; foram autuados em flagrante por tráfico pelo delegado Leonardo Amorim Nunes Rivau e recolhidos à cadeia onde permanecerão à disposição da Justiça.

O caminhão volvo e a carreta que estava sendo carregada com a droga foram aprendidos, porque estavam sendo utilizadas para o tráfico. Licenciados em nome de uma pessoa jurídica e com emplacamento da cidade de Itapecerica da Serra-SP, estariam sob a responsabilidade de Felipe. As investigações prosseguem para identificar outras pessoas ligadas à droga.
Segundo o Delegado Luiz Ricardo Lara, os elementos detidos não eram conhecidos da polícia e não ostentam nenhuma passagem. Um deles era o responsável pelo caminhão enquanto os outros o auxiliavam no manuseio e transporte. Pela grande quantidade do carregamento de maconha, ele acredita que se destinaria a abastecer inúmeros pontos de tráfico da Baixada Santista e até mesmo de outras regiões. Marcas nos tabletes da droga indicam os seus vários destinos. Lara acredita que vários traficantes da região podem ter se reunido para adquirir a droga, que teria vindo do Paraguai em uma carga de soja, com destino ao Porto de Santos, a fim de baratear o custo.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitira os outros.                                                                                                                                                         
                                                                    COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Continue lendo ►

LEGISLAÇÕES