SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

Postagem em destaque

INVASÕES E FURTOS EM POSTO DESATIVADO DA GUARDA PORTUÁRIA

O casarão histórico, que segundo dizem é tombado, tem em seu interior pratarias e louças antigas e de época Diante da supressão d...

segunda-feira, 18 de junho de 2018

0

TRIO É CONDENADO POR TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS NO PORTO DE SANTOS



Cerca de 800 kg de cocaína foram colocados clandestinamente em um contêiner com grãos de café, com destino ao porto francês de Le Havre
 
A Justiça Federal condenou um caminhoneiro, um vigilante e um porteiro por tráfico internacional de drogas. O trio é acusado de tentar despachar 808 quilos de cocaína para a França pelo Porto de Santos. As penas variam de dez anos, dez meses e 20 dias de reclusão a 11 anos e oito meses, em regime inicial fechado.
Acondicionada em 30 bolsas de viagem, a droga foi introduzida clandestinamente em um contêiner com grãos de café, que seria embarcado no navio Cap San Antonio, com destino ao porto francês de Le Havre.
Porém, enquanto o cofre de carga ainda se encontrava em um terminal na Margem Esquerda do Porto (Guarujá), fiscais da Receita Federal e policiais federais descobriram o seu conteúdo ilícito ao fiscalizá-lo com a utilização de escâner, em 21 de outubro de 2016. Na ocasião, ninguém foi preso, mas depois a Polícia Federal (PF) identificou o caminhoneiro Josemar Mendes Bruno, o vigilante Daniel Macedo dos Santos e o porteiro Clayton da Silva Lopes como envolvidos no esquema.
Os três tiveram as prisões temporárias decretadas, que depois foram convertidas em preventivas. As suas capturas ocorreram em 27 de julho de 2017. O Ministério Público Federal (MPF) os denunciou por tráfico e associação para o tráfico, agravados pelo caráter transnacional dos delitos.
A juíza Lisa Taubemblatt, da 6ª Vara Federal em Santos, absolveu o trio da associação para o tráfico, porque não considerou comprovadas a estabilidade e a permanência do agrupamento entre os réus para se caracterizar esse delito.
No entanto, Lisa julgou provada a participação dos três acusados no tráfico internacional, destacando a conduta de cada um deles na engrenagem criminosa. Segundo ela, houve “logística empresarial” voltada à “distribuição maciça” de entorpecentes ao exterior.
Como funcionava
Conforme a sentença, de 37 laudas, o motorista Josemar desviou a rota do caminhão, mediante o recebimento da quantia de R$ 3 mil pagos por outros criminosos que não foram identificados. O contêiner foi carregado com café em uma empresa de Guarujá. O trajeto desse local até o terminal portuário deveria demorar cerca de 30 minutos. Porém, com o desvio da rota, apontado pelo rastreador do caminhão, o percurso foi feito em mais de duas horas.
Josemar foi com o veículo ao terreno baldio de uma rua sem saída, ao lado de uma empresa onde trabalhavam o vigilante e o porteiro. Nesse local, o contêiner com café foi aberto sem o rompimento do lacre, sendo colocadas dentro dele as bolsas contendo cocaína. A juíza assinalou em sua decisão que Daniel e Clayton controlaram a movimentação nas imediações do terreno baldio. Depois, apagaram a filmagem de câmeras de segurança da empresa.
Apenas o vigilante e o porteiro estavam na empresa naquele momento. Eles negaram ter deletado as imagens, mas Daniel admitiu ao ser ouvido na PF que desconectou e reconectou o cabo do roteador para restabelecer o sinal de internet no local. Relatório fornecido pela empresa e juntado ao processo informa que o HD no qual estavam armazenadas as imagens captadas pelas câmeras foi formatado sete vezes na madrugada subsequente à colocação da cocaína no contêiner.
A pena do motorista Josemar foi fixada em dez anos, dez meses e 20 dias de reclusão. O vigilante Daniel e o porteiro Clayton foram condenados a 11 anos e oito meses. Eles não poderão apelar em liberdade, pois há “concreta possibilidade de que voltem a delinquir e/ou possam se evadir”, conforme justificou a juíza.
Defensor de Clayton e Daniel, o advogado João Manoel Armôa Júnior apelou ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). “O crime de associação para o tráfico já ficou afastado, mas recorremos para pleitear a absolvição também pelo tráfico. Os meus clientes não participaram da colocação da cocaína no contêiner”.


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►
0

IBAMA APREENDE 1,7 TONELADA DE MERCÚRIO NO PORTO DE ITAJAÍ





Empresa importadora da carga é de Joinville e fornecia o produto para garimpos ilegais da Amazônia, disse o Ibama

Uma carga de 1,7 tonelada de mercúrio foi retida no Porto de Itajaí, na região do Vale, e deve ser devolvida ao país de origem, a Turquia, até junho, informaram o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) e a Receita Federal.
A importadora da carga, Quimidrol, é de Joinville e fornecia o produto para garimpos ilegais da Amazônia, disse o Ibama. A empresa ainda não se posicionou sobre o assunto.
Em fevereiro, 430 kg de mercúrio foram apreendidos com a mesma companhia, quando foi deflagrada a investigação do Instituto. Na época, foi aplicada multa de R$ 1,5 milhão pela venda de produto ilegal para garimpo.
Como já estava prevista a chegada dessa nova carga, o Ibama suspendeu a licença da companhia, com base na Convenção de Minamata (tratado internacional que restringe o uso de mercúrio), assinada em novembro de 2017.

O produto chegou ao Porto de Itajaí em 29 de março, armazenado em botijões. Durante inspeção, a Receita Federal constatou a irregularidade na nota e acionou o Ibama.
O material ficou armazenado no recinto alfandegário do terminal até a Receita expedir a notificação de devolução do material, em 2 de maio. A companhia notificada tem prazo de 30 dias para fazer isso.


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

quinta-feira, 17 de maio de 2018

0

SUSPEITO DE TENTAR EMBARCAR DROGAS PELO PORTO DE SANTOS É CAPTURADO



Homem conhecido como "Pescador" integrava quadrilha que atuava no tráfico internacional de drogas

Suspeito de integrar quadrilha de traficantes que trocou tiros no mar com policiais federais, durante tentativa de embarque de 273,6 quilos de cocaína em um navio, Samir dos Santos Pereira, o Pescador, foi capturado na última quinta-feira (10), em Vicente de Carvalho. Ao ser abordado, ele revelou a identidade e não reagiu.
Com prisão preventiva decretada pela Justiça Federal, Pescador foi capturado pelos policiais Antônio da Luz e Roberto de Lima, da Delegacia de Guarujá. Eles apuravam informações sobre o tráfico de drogas na favela da Prainha e detiveram o acusado na Rua São Jorge, no Pae Cará.
Segundo o delegado titular de Guarujá, Marco Antonio do Couto Perez, e o chefe dos investigador Eloy Flórido Júnior, a Polícia Federal identificou Pescador como membro da organização criminosa que teve quatro integrantes mortos às 5 horas do dia 18 de agosto de 2017.
Na ocasião, o bando ocupava um barco, que se aproximou do navio-tanque Mozu Arrow, atracado na Margem Direita do Porto de Santos, no Macuco, próximo ao cais da Marinha do Brasil. O objetivo do grupo era colocar a cocaína, acondicionada em bolsas, na embarcação de maior parte.
Para isso, os traficantes contaram com o apoio de tripulantes do navio-tanque, que utilizavam cordas para içar as bolsas. Dois marinheiros filipinos do Mozu Arrow foram presos em flagrante por tráfico. Quatro homens que estavam no barco morreram em tiroteio com os agentes federais.
Os policiais não se feriram. Os mortos no confronto foram Wagner Santos do Nascimento, Edson Roberto dos Santos Júnior, Marco Alberto Santana Randi e Nicholas Gonçalves Borges. Todos residiam em Guarujá e portavam armas de grosso calibre, como fuzis, e farta munição.
Além dos armamentos e de várias bolsas com tabletes de cocaína totalizando 273,6 quilos, foram apreendidos dois coletes à prova de balas que eram usados pelos criminosos. Durante o confronto, a quadrilha tentou fugir com o barco em direção à favela da Prainha e o encalhou no mangue.


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

quarta-feira, 16 de maio de 2018

0

CRIMINOSOS COM FUZIS TROCAM TIROS COM DEZENAS DE POLICIAIS



Parte do bando tentou se esconder em um armazém, nas proximidades do Porto de Santos, no litoral paulista. Aproximadamente 500 kg de cocaína foram apreendidos

Sete homens foram presos após trocarem tiros com dezenas de policiais civis e militares no Distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, no litoral de São Paulo, no dia 18 de abril. A Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055) chegou a ser bloqueada ao tráfego por segurança. Cerca de 500 kg de cocaína foram apreendidos.

Dezenas de policiais cercaram o Distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, SP (Foto: G1 Santos)

A quadrilha era monitorada há dois meses por envolvimento com o tráfico internacional de drogas. Informações preliminares indicam que o grupo se preparava para transportar e esconder a meia tonelada de cocaína em um contêiner, que seria embarcado em um navio atracado em um terminal do Porto de Santos.
Parte dos criminosos foi detida enquanto estava em um caminhão que seguia em direção ao Guarujá, por uma equipe do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). Os demais foram localizados em um galpão na Rua Hélio Ferreira, nas proximidades do acesso à Margem Esquerda do cais.

Galpão onde criminosos se esconderam foi localizado por policiais do Denarc (Foto: G1 Santos)

Encurralada, parte da quadrilha iniciou uma intensa troca de tiros com os investigadores. Houve apoio de dezenas de equipes das polícias Militar, Ambiental e Rodoviária, que realizaram um cerco no bairro para evitar a fuga dos criminosos. O tiroteio, segundo informações oficiais, não deixou feridos. Moradores se assustaram.

Carregamento de droga seria escondido em caminhão encontrado pela polícia (Foto: G1 Santos)

Ao menos dois caminhões utilizados pela quadrilha foram apreendidos durante ação. Um deles possuía um fundo falso para esconder a droga que entraria no porto. O caso foi encaminhado para a sede do Denarc, na capital paulista, assim como todos os presos na ocorrência e a cocaína apreendida pelos policiais.
Fonte: G1 Santos



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          


                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Continue lendo ►

terça-feira, 15 de maio de 2018

0

INVASÕES E FURTOS EM POSTO DESATIVADO DA GUARDA PORTUÁRIA





O casarão histórico, que segundo dizem é tombado, tem em seu interior pratarias e louças antigas e de época

Diante da supressão de mais um posto, no último dia 06, por volta das 10h30, aproveitando a falta de policiamento ostensivo na Residência Oficial (RO), no Terminal Petroquímico de Miramar (Tequimar), no Pará, um meliante invadiu e furtou vários utensílios de dentro do casarão que existe no local, e que se encontra atualmente, totalmente abandonado e vulnerável.
O casarão histórico, que segundo dizem é tombado, tem em seu interior pratarias e louças antigas e de época.

Segundo foi levantado pelo Portal Segurança Portuário em Foco, o furto foi registrado pelas imagens de monitoramento, onde é possível ver o meliante utilizando um carrinho de mão, que estava no próprio local, para levar vários objetos.
No dia 9 de maio, por volta das 11h20, ocorreu novo furto no local, no entanto dessa vez, assim que a invasão foi constatada através das câmeras, uma viatura se deslocou até o local e logrou êxito em deter o meliante em flagrante. Ele já havia desmontado uma cama de cobre, de considerável valor histórico, para poder vender como sucata no ferro velho.
Diante dos fatos, o meliante recebeu voz de prisão e foi conduzido juntamente com a rés furtiva para o Distrito Policial, onde foi apresentado à autoridade de plantão.

Em pesquisa realizada naquela repartição policial foi constatado que o elemento já possuía uma vasta ficha criminal e estava foragido da justiça.
Segundo alguns empregados da Companhia Docas do Pará (CDP), que administra esse porto, essa área está sem o guarnecimento da Guarda Portuária desde 01 de maio, quando esse posto foi desativado para cobrir outro posto no Terminal Portuário de Outeiro (TPO). A RO já foi base da Guarda Portuária e havia sido reformada recentemente.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

segunda-feira, 14 de maio de 2018

2

CONPORTOS REALIZA CURSO DE ATUALIZAÇÃO PARA SUPERVISOR DE SEGURANÇA PORTUÁRIA





O curso será a distancia através da plataforma da Polícia Federal


A seleção de candidatos para o Curso de Atualização de Supervisão em Segurança Portuária (CASSP) será executada pela Secretaria Executiva da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis – CONPORTOS.
O curso, com carga horária de 40 horas, que terá formato auto instrucional, é destinado apenas àqueles que já têm o curso de Supervisor de Segurança Portuária (SSP) da Conportos/MJ. Serão 1.000 vagas.
Destinado aos supervisores portuários, ele visa possibilitar o conhecimento dos fundamentos de segurança portuária, a fim de cumprir com os deveres e responsabilidades previstos no Código ISPS.
Nele o supervisor atualiza seus conhecimentos para desenvolver, implementar, revisar e manter o Plano de Segurança da sua instalação portuária; e realizar a ligação com os Oficiais de Proteção dos navios e os Coordenadores de Proteção das Companhias de Navegação.
É importante ressaltar que os alunos não serão treinados para combater ou reagir às ameaças contra a segurança, mas sim, deverão ser capazes de identificar, impedir, ou diminuir tais atos por meio de planejamento, preparo e coordenação apropriada junto às diversas entidades governamentais e privada.
Os Supervisores de Segurança Portuária (SSP), ao concluírem o curso, estarão habilitados a desempenhar os deveres e responsabilidades previstos no item 17.2 da Parte A do Código ISPS que incluem, mas não se limitam a:

O interessado deve acessar o site https://ead.dpf.gov.br/ e, caso seja o seu primeiro acesso, preenche um cadastro e o confirma por e-mail;
b. Ao acessar a plataforma (site) localiza o curso de interesse e clica sobre o link;
c. No ambiente do curso haverá uma instrução sobre a forma de inscrição com um texto como “Para se inscrever neste curso entre em contato com a CONPORTOS pelo e-mail “conportos@mj.gov.br” informando seus dados pessoais e solicitando a sua inscrição no Curso de Atualização de Supervisão em Segurança Portuária - 2018.01”;
d. Cópias digitalizadas dos documentos pessoais (RG e CPF), do Certificado do Curso Especial de Supervisor de Segurança Portuária – CESSP, bem como da declaração de bons antecedentes criminais e idoneidade da documentação apresentada (modelo em anexo) deverão acompanhar o e-mail solicitando a inscrição;
e. Tendo o interessado enviado às solicitações por e-mail, a CONPORTOS analisará e viabilizará a sua inscrição fornecendo-lhes a senha de acesso inicial.
Em caso de dúvidas, buscar informações pelo telefone da Conportos (061) 2024-8379.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►
0

MAIS DE 320 KG DE COCAÍNA SÃO INTERCEPTADOS NO PORTO DE SANTOS




Carregamento tinha como destino a Espanha e foi localizado antes de ser embarcado em um navio

Equipes da Receita Federal localizaram 327 kg de cocaína, com destino à Espanha, escondidos em um carregamento de açúcar no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, nesta segunda-feira (14). Trata-se da 13ª grande apreensão no cais este ano, que contabiliza 5 toneladas da droga encontradas.
A cocaína estava distribuída em 15 tabletes, em meio a sacas de açúcar, dentro de um contêiner em um terminal da Margem Esquerda do complexo, em Guarujá. A caixa metálica tem como destino final o Porto de Banjul, capital da Gâmbia, na África. Entretanto, a baldeação ocorreria no Porto de Algeciras, na Europa.
O contêiner seria embarcado no navio Cap San Maleas, atracado no cais, mas foi aberto pelas autoridades alfandegárias após suspeita de irregularidades. Os investigadores acreditam que os criminosos tenham utilizado uma prática que consiste em inserir ilícitos em uma carga legal para despistar a fiscalização.

O caso foi encaminhado à Polícia Federal em Santos para ser investigado. A droga foi apreendida e a carga original liberada. Até a tarde desta segunda-feira, não havia informações sobre a eventual prisão de envolvidos com a tentativa de embarque da droga, assim como os responsáveis pelo carregamento.
Fonte: G1 Santos


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          


                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►
0

GPORT PARTICIPA DA CERIMÔNIA DA TROCA DE COMANDO DA GCM DE DIADEMA





A Gport foi representada pelos integrantes do seu Canil, atualmente composto pelos guardas portuários Soares, Cleiton e Rubens

Na última sexta-feira (11) a Guarda Portuária do Porto de Santos (GPORT), estado de São Paulo, participou da cerimônia da troca de comando da Guarda Civil Metropolitana (GCM) da cidade de Diadema, na região do grande ABCD.


Os guardas portuários Soares, Cleiton e Rubens representaram a GPORT
O evento para oficializar a possagem do comando da Guarda para Marcio Cordeiro Costa e o subcomando para Adailton Bispo dos Santos contou com a presença do prefeito Lauro Michels, da secretária de Assistência Social e Cidadania, Caroline Rocha, do secretário de Defesa Social, Marcel Lacerda Soffner, autoridades das GCMs de Mauá, Osasco, Guarujá, Jundiaí, Campinas, Barueri, Porto Feliz e da Guarda Portuária.
Aniversário do Canil
(Foto: Thiago Benedetti)

Na ocasião, também foi comemorado o aniversário de 10 anos do Canil da GCM com apresentações interativas, simulação de abordagens, farejamentos e show dog. As performances que chamaram a atenção do público foram as de farejamento com o cão Tody, da raça Golden Retriver, e Doki, da raça Jack Russel Terrier, que anda de skate.
O canil foi criado por meio do projeto de Lei 027/2008 e auxilia a equipe na apreensão de drogas, com os cães de faro, patrulhamento e também com a população nos projetos socioeducativos, como as apresentações em escolas, entidades municipais e particulares, nas quais são abordados temas de interesse social – respeito e cooperativismo. Foram aproximadamente 600 apresentações nos mais diversos eventos e locais desde entidades filantrópicas, igrejas, praças, parques, shopping, para variados públicos.
“Além das atividades lúdicas promovidas nas escolas, os cães também são treinados para dar suporte à comunidade, como busca de desaparecidos em desabamentos, enchentes, entre outros desastres”, afirma o secretário de Defesa Social, Marcelo Lacerda Soffner.
Ao longo desses dez anos, o canil realizou diversas apreensões de materiais ilícitos, drogas e armamento. Diadema ainda conquistou prêmios na área da cinotecnia policial certificando os cães e seus agentes. Já foi bicampeão brasileiro de faro de entorpecentes em 2011 e 2012. .
O novo comandante Cordeiro fez parte da equipe de treinamento do canil e teve atuações importantes junto a GCM em abordagens, salvamentos e atividades socioeducativas em instituições públicas e privadas.
Canil da Gport



A Gport foi representada pelos integrantes do seu Canil, atualmente composto pelos guardas portuários Soares, Cleiton e Rubens. Soares, que foi convidado para compor a mesa dos representantes das autoridades presentes, realizou posteriormente com o seu cão Phelps, uma apresentação de Show Dog abrangendo vários comandos básicos e ornamentais, feitos de forma lúdica, demonstrando como é o trabalho no porto, tanto em ações de faro como de abordagem.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
Continue lendo ►

domingo, 13 de maio de 2018

0

GUARDA PORTUÁRIA COMBATE INCÊNDIO NO TERMINAL PESQUEIRO DE SANTOS




Os guardas portuários utilizaram o caminhão Auto Bomba da própria corporação para apagar rapidamente as chamas

Na manhã de ontem (12), por volta das 10h45, a Brigada de Incêndio da Guarda Portuária do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, foi acionada para comparecer no Terminal Pesqueiro de Santos, a fim de debelar o fogo que tomou conta de uma área de vegetação.

O TPS fica localizado na Avenida Mario Covas, no Bairro da Ponta da Praia, em área contínua ao porto, próximo ao atracadouro das balsas que fazem a travessia de veículos entre os municípios de Santos e Guarujá.

Os guardas portuários utilizaram o caminhão Auto Bomba da própria corporação para apagar rapidamente as chamas antes de o fogo tomar maiores proporções. As causas do incêndio ainda vão ser apuradas. Ninguém se feriu.
Foto: G1 Santos

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Continue lendo ►

LEGISLAÇÕES