SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

SEGURANÇA PORTUÁRIA EM FOCO

Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA EM GREVE NO PARÁ

  Em nota oficial, sindicato denuncia casos graves de intimidação Os Guardas Portuários do estado do Pará, vinculados a Companhia Docas do...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 9 de agosto de 2022

0

PM PRENDE MERGULHADOR COM 53 KG DE PASTA BASE DE COCAÍNA

 

A droga seria escondida em casco de navio no Porto de Santos

Na madrugada da última sexta-feira (05), um homem foi preso no Distrito de Vicente de Carvalho, na cidade de Guarujá, que fica na Margem Esquerda do Porto de Santos, no litoral de São Paulo.

Segundo a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), uma equipe da Força Tática do 21º BPMI, fazia patrulhamento pelo distrito de Vicente de Carvalho quando teve a sua atenção voltada para a movimentação suspeita de um veículo preto, rebaixado e com insufilm, em desacordo com a legislação.

Ao notar a presença dos policiais, o motorista empreendeu fuga, mas acabou perdendo o controle do veículo e bateu em uma carreta estacionada na Avenida São Jorge, no cruzamento com a Avenida Acaraú.

Na abordagem, em vistoria no porta-malas do automóvel, os policiais encontraram equipamentos de mergulho, quatro cilindros de ar comprimido, imãs e cordas, além de quatro bolsas, envolvidas em sacos pretos. No interior delas tinha quarenta e cinco tabletes de pasta base de cocaína, totalizando 53 kg.

A droga e os equipamentos foram localizados no porta-malas – Foto: Divulgação PM

De acordo com a PM, o motorista sofreu algumas escoriações na colisão e foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizado na Rodoviária, onde foi medicado.

De acordo com a PMESP, ele afirmou que o entorpecente seria escondido em um compartimento dentro do casco de um navio, razão pela qual, após ser atendido na UPA, foi conduzido à Delegacia da Policia Federal (PF) em Santos, onde foi autuado em flagrante por tráfico internacional de drogas.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

0

DEZOITO PESSOAS SÃO PRESAS EM OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

 Suspeito foi preso em operação em Praia Grande — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Segundo a Polícia Civil de Sorocaba (SP), responsável pela investigação, criminosos atuam em várias cidades do estado e até em outros países

Na manhã da última quarta-feira (3), policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), de Sorocaba (SP), foram às ruas para cumprir 25 mandados de prisão e mais de 65 de busca e apreensão em pelo menos 20 cidades do estado, contra integrantes de uma organização criminosa suspeita de tráfico internacional de drogas. Ao todo, 18 pessoas foram presas.

A Operação Última Instância, que movimentou cerca de 330 policiais civis, mais de 100 viaturas, drones e dois helicópteros, tem o objetivo de acabar com uma das mais estruturadas organizações criminosas do país, que tem diversos membros espalhados por todo território nacional e atuação no narcotráfico nível internacional.

Os mandados judiciais foram distribuídos por todo o Estado de São Paulo, nas cidades de Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Campinas, Francisco Morato, Cotia, São Bernardo, São Caetano, Santo André, Mauá, Guarulhos, Arujá, além das regiões Norte, Sul e Leste da capital.

Segundo apurado pela TV TEM, as investigações duraram ao menos dois anos e apontaram que dos três núcleos da quadrilha, dois funcionavam em Sorocaba. Por isso, a cidade seria a sede da operação. Ainda conforme a polícia, a quadrilha traficava para várias cidades do estado e até para o exterior.

Entre os presos na operação, alguns foram apontados como suspeitos de integrar o alto escalão da organização criminosa. Eles foram levados para a sede da Deic e devem passar por audiência de custódia.

Os trabalhos também resultaram em prisões em Santos, Grande São Paulo e em Arujá (SP), onde os policiais apreenderam aproximadamente 60 kg de drogas e cerca de R$ 140 mil.

   Polícia apreendeu 60 kg de drogas em Aruja (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Em Santo André, um homem foi preso dentro de sua casa, pois os policiais encontraram um fuzil e quatro pistolas 9mm. Os policiais também prenderam suspeitos em Santos.

Em Praia Grande, um homem de 33 anos foi preso suspeito de ser o responsável por decidir as punições para as pessoas que descumprem as regras da organização criminosa ligada ao tráfico internacional de drogas. Ele estava em casa com a esposa e foi surpreendido pelos policiais.

Durante as prisões, as equipes apreenderam droga, armas e munições, além de quantia em dinheiro, celulares e documentos que podem ajudar nas investigações.

Quadrilha

Ainda conforme a Polícia Civil, a quadrilha traficava para várias cidades do estado e exterior. As investigações concluíram que a quadrilha era formada por três núcleos e os membros tinham responsabilidades com diferentes níveis de importância.

Eles eram classificados em “sintonia final” e “sintonia geral do sistema” e tinham a função de tomar as decisões de grande interesse, determinando as ações e os caminhos que a facção deveria seguir. Além de comandar, coordenavam os setores abaixo deles, chamados de “a última instância'', que deu origem ao nome da operação.

Os presos foram levados para a sede da Deic em Sorocaba. Eles devem prestar depoimento e passar por audiência de custódia.

 

Fonte: g1 Sorocaba e g1 Santos



Esta publicação é de inteira responsabilidade dos autores e dos veículos que a divulgaram. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Continue lendo ►
0

NAVIO COM 242 KG DE COCAÍNA É APREENDIDO NA TURQUIA


O navio partiu do Brasil há um mês e passou pelos portos de Aracruz, no Espírito Santo e de Santos, em São Paulo

Um carregamento de droga com grau elevado de pureza saiu do Brasil e terminou apreendido na Turquia.

A chegada do navio ao porto de Tekirdag já era aguardada pela guarda costeira da Turquia. Um mergulhador abriu o compartimento no casco da embarcação, que é usado para controlar a entrada e saída de água nos sistemas de resfriamento do motor. Dentro dele estavam sacolas que em seguida foram colocadas em um bote.

Um cão farejador indicou a presença da droga nas sacolas e as autoridades descobriram 242 kg de cocaína. O navio partiu do Brasil há um mês e passou pelos portos de Aracruz, no Espírito Santo e de Santos, em São Paulo.

Agentes federais buscam mais detalhes da apreensão com a polícia da Turquia para descobrir os traficantes que mandaram o carregamento do Brasil. A carga poderia ser vendida no exterior pelo equivalente a R$ 45 milhões.

Apreensões apontam a Turquia como uma nova rota do tráfico de cocaína da América do Sul para o Oriente Médio. No período de um ano, as autoridades descobriram outros dois grandes carregamentos da droga. Um saiu do Equador e outro foi apreendido antes de deixar a Colômbia. Nas duas vezes, os destinos eram portos de cidades turcas.


Fonte: Por Rodrigo Hidalgo / Band.Uol


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Continue lendo ►

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

0

RECEITA FEDERAL APREENDE MAIS 605 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

 

Foi a segunda apreensão de cocaína esta semana. A droga tinha como destino o Porto de Hamburgo, na Alemanha

Na última terça-feira, 2 de agosto, a Receita Federal do Brasil (RFB) apreenderam maios 605 kg de cocaína no Porto de Santos, litoral de São Paulo.

O entorpecente estava oculto em um contêiner, em meio à carga de grãos de café, depositado em um dos terminais do porto, destinada ao Porto de Hamburgo, na Alemanha

Após a abertura do contêiner e retirada das primeiras fileiras de sacas que continham a carga regular declarada, foram localizadas outras com aparência de adulteração. Dentro delas, foram encontrados grandes sacos plásticos contendo cocaína.

Esta foi a segunda apreensão de cocaína esta semana no Porto de Santos, totalizando 933 kg da droga. Na segunda-feira (2), foram apreendidos 328 kg de cocaína em uma carga de cascas defrutas cítricas destinada ao Porto de Antuérpia, na Bélgica.

A Polícia Federal (PF) foi acionada para os procedimentos de polícia judiciária da União e para realizar a perícia no local dos fatos, a fim de subsidiar a investigação a ser conduzida em inquérito policial.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►
0

RECEITA FEDERAL APREENDE DE 328 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

 

A carga era destinada ao Porto da Antuérpia, na Bélgica

Na última segunda-feira, 1º de agosto, a Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu 328 kg de cocaína no Porto de Santos, litoral de São Paulo.

O entorpecente estava oculto em um contêiner, em meio à carga de farelo de casca de laranja, depositado em um dos terminais do porto de Santos. O navio tinha como destino o Porto da Antuérpia, na Bélgica.

O contêiner foi selecionado pela Área de Gestão de Riscos da RFB, com análise das operações de exportação, em função do seu poder alfandegário no porto.


Após a abertura do contêiner e retirada das primeiras fileiras de sacas que continham a carga regular declarada, foram localizadas outras com indicações em forma de “X” e com a palavra “Santos”. Ao todo, foram localizadas 13 sacas desse tipo. Em cada uma, continha em média, 24 tabletes de cocaína escondidos em meio às cascas.

A Polícia Federal (PF) foi acionada para os procedimentos de polícia judiciária da União e para realizar a perícia no local dos fatos a fim de subsidiar a investigação a ser conduzida em inquérito policial.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►
0

PF DEFLAGRA A SEGUNDA FASE DA OPERAÇÃO FORMICIDA CONTRA O TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

 

Operação foi realizada nas cidades de Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo

A Polícia Federal (PF) deflagrou na terça-feira (02), a segunda fase da Operação Formicida nas cidades de Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo.

A ação contou com o apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP) para o cumprimento de cinco mandados de prisão e cinco de busca e apreensão.

As investigações tiveram a finalidade de desarticular uma associação criminosa voltada para os crimes de tráfico internacional de drogas e associação ao tráfico, cujas penas vão de 8 a 25 anos de prisão, além de multa.

1ª Fase

Em 07 de abril deste ano, a PF realizou a primeira fase da Operação Formicida. Na época, os policiais foram as ruas para cumprir dois mandados de prisão e três de busca e apreensão. As investigações tiream início em 20 de agosto de 2021, quando foram apreendidos 328,95 kg de cocaína. "As drogas foram encontradas no porão do navio e no casco do navio", disse a delegada, na ocasião. A droga seria encaminhada por um navio para a África.

SAIBA MAIS: OPERAÇÃO CONJUNTA DA RECEITA FEDERAL, MARINHA DO BRASIL, POLÍCIA FEDERAL E GUARDA PORTUÁRIA RESULTA NA APREENSÃO DE 329 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

Esquema

Segundo a PF, funcionários que trabalham no Porto de Santos eram responsáveis por inserir bolsas com drogas em porões e outros compartimentos de navios que partem para o exterior do país.

Um inspetor de qualidade e uma pessoa relacionada a uma agência marítima são suspeitos de estarem envolvidos no esquema.

O nome da operação

– Formicida – faz alusão à carga de açúcar na qual foi encontrada a droga. Somente em 2022, foram apreendidas mais de 9 toneladas de drogas na Baixada Santista, a maioria em terminais do Porto de Santos, de onde seriam exportadas para Europa e África.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
Continue lendo ►