Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DOS CERTIFICADOS DO CESSP

A prorrogação se deu diante da impossibilidade da realização do Curso de Atualização dos Supervisores de Segurança Portuária - CASSP, ...

sexta-feira, 13 de julho de 2012

0

GPS EM CAMINHÕES TEM SIDO UMA ARMA CONTRA O ROUBO DE CARGA





Os portos, em virtude de movimentarem uma grande quantidade de produtos importados e exportados, através de contêineres, têm atraído os bandidos para essa espécie de roubo.

No Brasil, 65% das cargas movimentadas, entram e saem dos portos, através do transporte rodoviário e os roubos destas cargas causam grandes prejuízos as transportadoras o que vem obrigando ao uso cada vez maior da união da tecnologia da informação às operações de transporte de carga, através de um sistema de rastreamento de veículos.

GPS 

O Sistema de Posicionamento Global, conhecido por GPS (Global Positioning System ou do português "Geo-Posicionamento por Satélite"), é um sistema global de navegação via satélite que permite, com uma precisão de poucos metros, a posição de um veículo, uma pessoa ou outro objeto. Inicialmente, o GPS foi usado na área militar para o direcionamento de diversos tipos de armamentos de precisão. Atualmente, estes armamentos "inteligentes" são guiados aos seus alvos por um sistema em conjunto com um GPS. Este tipo de sistema pode ser usado em qualquer condição climática e garante um alto índice de acertos.

O GPS NO COMBATE AO CRIME

O GPS tem sido uma importante ferramenta no combate ao crime de roubo de carga no Brasil. Ele tem ajudado a Polícia a recuperar várias cargas roubadas, pois as empresas que monitoram os veículos com o GPS instalado, assim que percebem que o caminhão saiu da rota, informam a polícia o local exato onde os bandidos estão, sendo muitas vezes presos em flagrante.

BLOQUEADOR DE GPS


Esse mesmo tipo de equipamento é usado por forças de segurança, como as que protegem comitivas presidenciais. É o mesmo equipamento utilizado no presídio, só que com tamanho reduzido e portátil.

O rastreador tem uma antena que pode enviar todo tipo de informação para a empresa de monitoramento. O bloqueador usado pelos bandidos corta os sinais que enviam essas informações. Ele para de transmitir, e não envia nenhum alerta para a central de rastreamento.

GPS DE ÚLTIMA GERAÇÃO

Os rastreadores modernos já têm um programa que detecta o bloqueador GPS. Quando isso acontece, o caminhão dispara uma sirene, diminui a velocidade até parar e não pode mais ser religado. Ele desliga o sistema de combustível do veículo

A empresa então recebe as informações de que o rastreador desligou o veículo e onde ele está e entra em contato com a polícia.

O COMBATE AO ROUBO DE CARGA

Em 12 de junho, espalhados em três estados, 150 policiais entraram em ação. No estado do Rio, um dos bandidos chega a atirar contra os policiais, mas é capturado. Foram 22 prisões. 

Os promotores do Grupo de Combate ao Crime Organizado participaram das investigações. Os policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas monitoraram a quadrilha por três meses e descobriram bandidos gananciosos. “Eles roubavam todos os dias. Roubavam, às vezes, até mais de uma vez no dia”, relata Fábio Cardoso, da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas – RJ. 

Em três meses, os assaltos renderam cerca de R$ 6 milhões. A Via Dutra é a principal ligação entre o Rio e São Paulo. Nela, os ladrões agiam sempre da mesma forma. Armados, rendiam e seqüestravam os motoristas, que ficavam em cativeiro até a quadrilha esconder o caminhão e a carga.

Nos últimos nove meses, a Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas prendeu 212 pessoas. No primeiro trimestre de 2012, o roubo de cargas no Rio cresceu 30% em relação ao mesmo período de 2011. 

O conjunto de um caminhão com a carreta vale mais de R$ 400 mil. Isso sem contar a carga que ele transporta, muitas vezes ainda mais valiosa.

O Programa Fantástico, da Rede Globo de televisão, mostra como bandidos usam tecnologia para roubar caminhões de carga, monitorados por empresas de segurança. E como as empresas de segurança deram o troco, na mesma moeda: usando a tecnologia.

Veja o Link: Fantástico




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES