Postagem em destaque

GUARDAS PORTUÁRIOS DENUNCIAM DIMINUIÇÃO DO EFETIVO E SUPRESSÃO DE POSTOS NO PARÁ

O quadro caótico vem comprometendo sensivelmente a segurança pública nos portos do Pará No dia 27 de janeiro, uma petição assinada...

quarta-feira, 8 de maio de 2013

0

SINDAPORT BOICOTA CARTÃO DE PONTO





Parte dos funcionários da Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP) não irá bater ponto e registrar sua jornada de trabalho de hoje. Essa foi uma das decisões tomadas na reunião da categoria, realizada ontem no sindicato dos Empregados na administração Portuária (SINDAPORT).

Além disso, os advogados da entidade entraram com uma liminar contra o Termo de ajuste de Conduta (TAC) nº 33/2012, assinado entre a CODESP e o ministério Público, que determina a implantação do sistema de registro eletrônico de ponto para todos os empregados da empresa.

Everandy Cirino dos santos, presidente da entidade, diz que as medidas adotadas para defender os trabalhadores. “o problema não é o ponto em si, mas a negociação de horas extras e o realinhamento salarial”. A categoria entende que atrás da implantação do ponto eletrônico está uma grande redução dos ganhos de praticamente todos os empregados.

A expectativa é que a decisão judicial saia na manhã de hoje. Com isso, o sindicato vai decidir o que fazer e uma greve não está descartada. “Se tivermos sucesso (com a liminar), a ideia é fazer uma mesa redonda com representantes do Ministério Público”. Caso contrário, avaliaremos, inclusive uma paralização por tempo indeterminado”.

O SINDAPORT vai entrar ainda com outras duas ações. “ A primeira contra o Regulamento Interno de Pessoal que altera a jornada de trabalho. A segunda suspende a reunião do Conselho de Administração (CONSAD) da CODESP que aprovou um regimento que está fora dos padrões e não foi negociado conosco”, diz Santos.

 

Fonte: Jornal A Tribuna

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES