Postagem em destaque

CONPORTOS ANUNCIA A DATA DA 17ª EDIÇÃO DO CURSO ESPECIAL DE SUPERVISOR DE SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA – CESSP

O período de inscrição será de 17 de julho a 21 de agosto de 2017 Na última quarta-feira (12) a Comissão Nacional de Segurança Públi...

domingo, 30 de novembro de 2014

0

OPERAÇÃO FRONTMAR V É REALIZADA NO ES



A Polícia Federal realizou, no período de 19 a 23 de novembro, a Operação Frontmar V, com o objetivo de prevenir e reprimir a prática de crimes, como tráfico internacional de drogas, contrabando, descaminho, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e crimes ambientais, em toda costa marítima do Espírito Santo.
A Polícia Federal contou com a participação de 41 policiais federais, 3 lanchas do Núcleo de Polícia Marítima, 5 viaturas policiais, 1 tanque de combustível com capacidade de 2000 litros, 18 rádios tetrapol e três bases fixas de comunicação localizadas na Delegacia de São Mateus, no Centro de Oceanografia da UFES e na SR/DPF/ES.
Além da PF, participaram da ação a Capitania dos Portos da Marinha do Brasil, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversividade – ICMBio e a Receita Federal.
Foram abordadas 107 embarcações, das quais 30 foram apreendidas. O IBAMA e o ICMBio aplicaram várias multas que, somadas, ultrapassam R$ 400 mil.
Com a ajuda de cães farejadores, foram apreendidos apetrechos para fabricação de crack (ácido bórico), nas ilhas próximas à Universidade Federal do Espírito Santo.
Também foi confirmada a extração irregular em pedreiras no município de São Mateus/ES.
IBAMA


O Ibama fiscalizou 48 embarcações e duas traineiras no litoral do Espírito Santo, totalizando cerca de R$ 205 mil em multas.  As traineiras foram flagradas pelos fiscais no instituto no momento do descarregamento.
Foram apreendidos 8.798 quilos de peixes. As traineiras haviam pescado espécies não autorizadas, entre elas, cioba, olho-de-boi, bonito, sarda, cabala, alcobara e atum.
Mesa Brasil
O pescado apreendido foi distribuído pelo projeto Mesa Brasil para 80 instituições de caridade previamente cadastradas na grande Vitória. A distribuição foi feita na Central de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa) na BR-262, em Cariacica. A quantidade do pescado variou de acordo com o número de pessoas beneficiadas nas instituições.
Crimes
Os responsáveis pelas embarcações receberam multa de R$ 100 mil e vão responder por crime federal e ambiental. Ninguém foi preso.
A operação foi considerada um sucesso, pois mostrou que a atuação em conjunto das instituições federais para coibir prática ambiental ilegal traz ótimos resultados.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES