Postagem em destaque

CONPORTOS ANUNCIA A DATA DA 17ª EDIÇÃO DO CURSO ESPECIAL DE SUPERVISOR DE SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA – CESSP

O período de inscrição será de 17 de julho a 21 de agosto de 2017 Na última quarta-feira (12) a Comissão Nacional de Segurança Públi...

terça-feira, 11 de outubro de 2016

0

CÍRIO DE NAZARÉ TEM O APOIO DA GUARDA PORTUÁRIA




A Guarda Portuária participa da Romaria Fluvial, da Trasladação e do Círio
O Círio de Nazaré é celebrado há 224 anos e é uma devoção à padroeira dos paraenses, Nossa Senhora de Nazaré. A pequena imagem da santa foi encontrada pelo caboclo Plácido Ramos, às margens de um igarapé, onde atualmente fica a Basílica. O Círio passou a ser realizado pela manhã a partir de 1854, devido às fortes chuvas que ocorriam à tarde. Desde 1882, o bispo Dom Macedo Costa, de comum acordo com o Presidente da Província, Dr. Justino Ferreira Carneiro, resolveu que o ponto de partida seria a Catedral de Belém, o que acontece até os dias atuais.
As procissões do Círio de Nazaré são 12 no total e iniciaram-se na última sexta-feira (7), com o Traslado para Ananindeua. A Imagem Peregrina passou a noite de sexta-feira na Igreja Matriz de Ananindeua e saiu logo cedo no sábado (8) para a Romaria Rodoviária, passando pela Avenida Augusto Montenegro em direção ao Trapiche de Icoaraci.

Do distrito de Icoaraci saiu o Círio Fluvial, em que a Imagem Peregrina, levada no navio da Marinha, seguiu pelas águas até a Escadinha da Estação das Docas. Ao deixar do barco, teve início a Moto Romaria, uma homenagem de motociclistas, que acompanharam a santa até o Colégio Gentil Bittencourt, de onde saiu a Trasladação, procissão noturna que fez o trajeto inverso do Círio.

A programação do Círio de Nazaré segue pelas próximas semanas com a realização de outras importantes procissões como o Círio das Crianças e também com o Círio Musical, que iniciou na noite do domingo com shows de bandas católicas na Praça Santuário, em Belém.
Participação da Guarda Portuária

A Guarda Portuária participa da Romaria Fluvial, da Trasladação e do Círio. A lancha da Guarda (CDP I) deu apoio a marinha fazendo o isolamento para que nenhuma embarcação se aproximasse do local onde atracou um navio da marinha que conduziu a imagem de Icoaraci até a escadinha do Cais do Porto, junto ao Mercado Ver-o-Peso, em Belém. Cerca de 500 embarcações participaram dessa romaria

A chegada da santa na escada do cais do porto foi conduzida pelo Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa.
Na Trasladação e na Romaria, a procissão passa em frente ao prédio da Companhia Docas do Pará (CDP), onde fica um cordão de isolamento da GP.

A trasladação, que ocorreu no sábado, é quando a imagem da santa sai da Praça Santuário e se dirige em um andor até a Igreja da Sé. No domingo ela sai da Sé e vai para a Praça Santuário, que fica no conjunto Arquitetônico de Nazaré.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES