Postagem em destaque

MUDANÇAS NA GUARDA PORTUÁRIA DE SANTOS

Todas as ordens de serviço que foram emitidas pelo anterior superintendente da GPort serão revistas e reeditadas pela diretoria gestor...

sábado, 22 de outubro de 2016

4

GUARDAS PORTUÁRIOS REALIZAM PROVA DE RENOVAÇÃO DO PORTE DE ARMA




A prova foi realizada na Academia da Polícia Militar do Guatupê
Os guardas portuários do estado do Paraná participaram nos dias 17 e 18 deste mês, da prova aplicada pela Polícia Federal para renovação do porte de arma, realizada na Academia da Polícia Militar do Guatupê.

Com o apoio da C.P.S. (Cursos Profissionais de Segurança) que realizou o treinamento dos GP’s, findou-se a espera de voltar a trabalhar armado depois de quase dois anos. Uma luta incansável do Sindicato dos Trabalhadores Portuários do Estado do Paraná (Sintraport/PR) e da Associação dos Guardas Portuários do Estado do Paraná (AGPEPr), que acionaram diversos órgãos para que se tivesse este direito, garantido pela Lei 10.826/03 - art. 6 - inciso VII, respeitado pela Autoridade Portuária.

Trabalhando em área de fronteira internacional, expostos a vários tipos de ilícitos, e principalmente pelas últimas apreensões de drogas nos portos vizinhos e mesmo aqui. Vê-se a necessidade imperiosa do armamento, como meio de proporcionar maior segurança aos usuários do sistema como pela própria segurança do guarda portuário.



* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


4 comentários:

  1. NO ESPIRITO SANTO A SITUAÇÃO É CRÍTICA . GUARDAS DESARMADOS E SEM QUALQUER EQUIPAMENTO .
    NA MADRUGADA CARROS QUE SE APROXIMAM DOS PONTOS ONDE EXISTEM GUARDAS SÃO MOTIVO DE APREEN-
    SÃO E MEDO . DESARMADOS E ENTREGUES A PRÓPIA SORTE . ENQUANTO ISSO A CHEFIA ESTA EM CASA
    E LÓGICAMENTE MUITO PREOCUPADA COM SEUS SUBORDINADOS.

    GP ALEXANDRE- ES

    ResponderExcluir
  2. ESSA SITUAÇÃO NA GP DO ES É ALÉM DE TRAZER RISCOS DESNECESSARIOS AOS PROFISSIONAIS UMA HUMILHAÇÃO PARA TODA CATEGORIA.
    FATO QUE OCORRE TAMBEM EM OUTROS ESTADOS, COMO NOS POSTOS DA GP AQUU NO PARÁ.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  3. Nunca esperem de chefia, todas as chefias das GPs são contra a guara, a Codeba vem trabalhando junto com a antaq, receitA, conportos... É o resultado vem sendo positivo, o segredo Eh documento P cima deles pois as chefias tem medo desses órgãos.... GP Codeba

    ResponderExcluir
  4. Aqui na Bahia a GPF está adquirindo o porte pessoal!

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES