Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA NOVO CURSO DE ATUALIZAÇÃO PARA SUPERVISORES

Os candidatos poderão se inscrever no período de 10/07/2018 a 24/12/2018 e realizar o curso até o dia 31 de dezembro Desde ontem (...

domingo, 29 de julho de 2018

0

LANCHA DE LUXO 'RECHEADA' DE COCAÍNA É APREENDIDA PELA RECEITA FEDERAL EM SP



Embarcação está no Porto de Santos, no litoral paulista, e seria enviada a bordo de um navio para a Alemanha, na Europa. Droga em tabletes estava escondida na estrutura do barco

Ao menos 233 kg de cocaína foram encontrados escondidos na estrutura de uma lancha de luxo que seria enviada para a Alemanha, no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, na sexta-feira (27). A embarcação foi interceptada e apreendida por equipes da Receita Federal e da Polícia Federal, mas ninguém foi preso.
A lancha "Perfume IX", de aproximadamente 10 metros de comprimento e fabricada em 2002 por um estaleiro britânico, estava no pátio de um terminal da Margem Direita do porto, no bairro do Saboó. Como a exportação de lanchas pelo cais santista não é rotineira, a operação chamou a atenção dos federais, que foram mobilizados.

O G1 apurou que a embarcação de esporte e recreio estava, até então, registrada pela Delegacia da Capitania dos Portos de São Paulo, em São Sebastião, e esteve em operação no Brasil na última década. Entretanto, ela havia sido preparada para seguir à Europa e seria embarcada no navio "Grande Buenos Aires" na segunda-feira (30).
Com o auxílio de cães farejadores da Alfândega, os primeiros tabletes da droga foram encontrados em áreas de fácil abertura, na parte interna da lancha. Entretanto, os agentes federais verificaram que parte da cocaína havia sido escondida na estrutura e acionaram os bombeiros para auxiliar na abertura externa do casco do barco.

O trabalho durou o dia inteiro e, ao final, a cocaína e a embarcação foram apreendidas para análise. A suspeita é de que os narcotraficantes tenham tentado despistar a fiscalização no Porto de Santos, uma vez que cargas desse tipo não são submetidas ao sistema de escâner, que poderia identificar o transporte ilegal de entorpecentes.

Uma investigação foi aberta para verificar o envolvimento do proprietário do barco e da empresa exportadora na operação ilegal e criminosa. Além disso, os agentes querem descobrir onde e como a droga, dividida em tabletes, foi escondida na estrutura do barco para determinar possíveis outros envolvidos no esquema, que foi desmantelado.

Segundo informações oficiais da Alfândega do Porto de Santos, até este sábado (28), foram apreendidas mais de 10 toneladas de cocaína durante as operações nas duas margens do cais. A maior parte do entorpecente, proveniente dos países andinos vizinhos ao Brasil, também estava pronto para ser exportado para a Europa.
Fonte: G1 Santos



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES