Postagem em destaque

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL REALIZA CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS AGENTES DA GUARDA PORTUÁRIA

O objetivo do curso é capacitar os agentes para exercerem suas funções em toda a área portuária A Administração do Porto de São ...

quinta-feira, 19 de julho de 2012

0

CODESA REALIZA CURSO NA ÁREA DE SEGURANÇA PORTUÁRIA

Curso atende as determinações da Organização Marítima Internacional (IMO)






O Certificado ISPS CODE (International Ship and Port Facility Security Code) garante que um porto é seguro para receber embarcações internacionais e proporcionar segurança em suas instalações. Para conseguir este certificado, elaborado pela Organização Marítima Internacional (IMO), o Porto de Vitória vem se adequando às exigências necessárias com investimentos e treinamento de seus funcionários.

Assim, na quarta-feira (30) e quinta-feira (31), a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) realizou, em seu auditório, o programa Familiarização com a Segurança de Instalações Portuárias. Um relatório das diversas melhorias na segurança das instalações do Porto de Vitória foi apresentado aos colaboradores de todas as coordenações da Companhia.

Dentre as melhorias, destacam-se:

·         Circuito fechado de TV’s

·         Controle eletrônico de acesso

·         Barreiras perimetrais com sensores infravermelhos

·         Detector de metais

·         Gerenciador de portões

O evento foi uma iniciativa das coordenações de Segurança de Navios e Instalações Portuárias (COSNIP) e de Recursos Humanos (CODRHU). “Buscamos trazer para os trabalhadores portuários, todos os meios para assegurar o cumprimento de suas atividades e o convívio dentro das normas de segurança”, destacou Moacir Cordeiro, coordenador do curso e funcionário da COSNIP. Para isso foram exemplificadas algumas práticas de segurança como, conhecer as normas, identificar os sinais de alarmes, garantir uso individual de crachá e senhas, atentar para prevenção de acidentes e comunicar sobre prováveis situações de riscos.

 “O importante para todos é manter a comunicação. Qualquer movimentação ou ocorrência que não esteja dentro dos padrões deve ser comunicada. Por isso, é extremamente necessário conhecer os métodos e equipamentos de segurança para, em alguma eventualidade, sabermos nos comportar e tomar as devidas providências”, finalizou Cordeiro.

(Assessoria de Comunicação Social - ASSECS / assecs@gov.br)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES