Postagem em destaque

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL REALIZA CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS AGENTES DA GUARDA PORTUÁRIA

O objetivo do curso é capacitar os agentes para exercerem suas funções em toda a área portuária A Administração do Porto de São ...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

0

SEP E EXÉRCITO DISCUTEM VTMS


SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA / SEP






O Secretário Executivo da Secretaria de Portos (SEP), Mário Lima, reuniu-se no último dia 11, com o General de Brigada do Exército, José Fernando Lasbech, para conversar sobre a cessão de terrenos para a implantação dos equipamentos do Sistema de Gerenciamento de Tráfego de Navios (VTMS). De acordo com a SEP este entendimento é importante para garantir a segurança e não deixar os radares do VTMS vulneráveis, principalmente em área militares.
 
 
 
 
O Analista de Infraestrutura da SEP, Rodolfo Monteiro, demonstrou para os presentes como funciona o Programa que faz parte do “Porto Sem Papel” criado para reduzir a burocracia dos procedimentos portuários, melhorar o intercâmbio de informações no setor e aprimorar a eficiência das operações. Para a implementação do VTMS a SEP irá disponibilizar R$ 146,3 milhões com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e será iniciado pelos portos de Santos, Rio de Janeiro, Salvador e Vitória.
O controle será realizado por um sistema de radar e Identificação Automática (AIS), responsável por realizar toda a varredura no porto. O projeto foi baseado no estudo da empresa americana Unisys (referência em tecnologia da informação) financiados pela Agência dos Estados Unidos para Comércio e Desenvolvimento (USTDA), reafirmando assim mais uma parceria internacional. O projeto tem o intuito de amenizar o congestionamento de navios nos portos brasileiros e dificuldades relacionadas à entrada e saída de embarcações e cargas.
Participaram também da reunião o Capitão-de-Fragata e representante da Marinha do Brasil na SEP, Alexandre Ernesto Sampaio e o Assessor Especial, Paulo Ho.
 
Fonte: SEP
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES