Postagem em destaque

CONPORTOS CASSA CERTIFICADO DE SEGURANÇA DOS TERMINAIS DA RODRIMAR NO PORTO DE SANTOS

Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos encontra falhas nos sistemas de segurança desde 2016 e a empresa não apontou soluçõe...

terça-feira, 6 de novembro de 2012

0

OS DOZE MELHORES PORTOS PÚBLICOS BRASILEIROS


SEGURANÇA PORTUÁRIA / PORTOS PÚBLICOS


Nessa análise foi elaborado um panorama geral dos principais portos públicos brasileiros, envolvendo diversos aspectos econômicos, infra-estruturais e mesmo genericamente, comerciais dos portos.

Foram elencados 22 portos responsáveis por aproximadamente 51% de toda a movimentação portuária brasileira entre 2008 e 2010; 81 % de toda a movimentação nacional de carga geral brasileira e ainda 99,4% em média de toda movimentação nacional de containers (TEU's).




O Porto de Santos, o maior da América Latina, é considerado também o melhor porto brasileiro. Ele, sozinho, responde por quase 30% de todo o comércio exterior do Brasil.

Santos foi também o porto que se deu melhor nos critérios (diversos levantamentos nas áreas de economia de inserção, acesso e ativos portuários, interconectividade marítima e disponibilidade de crescimento) estabelecidos na análise feita por Marcos Vendramini, professor de gestão portuária da Universidade Católica de Santos e diretor do grupo americano Aecom, especializado em serviços de engenharia e consultoria técnica.


1. Porto de Santos (SP) - nota 7,61

Extensão total dos berços: 11.563m (maior do ranking)

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 28,4% (maior do ranking)

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 3,76

Resultado geral (nota de 0 a 10): 7,61 (maior do ranking)
 
O Porto de Santos, além de possuir a melhor inserção econômica e hinterlândia, é o porto que possui a maior interconectividade marítima e acessos, além de ativos portuários.

2. Porto de Itaguaí (RJ) - nota 5,68

Extensão total dos berços: 2.200m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 1,7% (menor do ranking)

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 10 (maior do ranking)

Resultado geral (nota de 0 a 10): 5,68
O Porto de Itaguaí possui um grade potencial de expansão aliado à sua razoável inserção econômica e infra-estrutura de acessos e ativos portuários.

3. Porto de Paranaguá (PR) - nota 4,18
Extensão total dos berços: 3.033m
Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,9%
Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,16
Resultado geral (nota de 0 a 10): 4,18
O Porto de Paranaguá se destaca pela sua economia de inserção e hinterlândia , bem como pelos acessos e ativos portuários superiores a média.

4. Porto de Itajaí (SC) - nota 3,89

Extensão total dos berços: 1.106m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 6,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,21

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,89
* O terminal PORTONAVE foi considerado parte integrante do Porto
O Porto de Itajaí destaca-se pela sua economia de inserção e hinterlândia.

5. Porto de Vitória (ES) - nota 3,73

Extensão total dos berços: 3.210m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,1%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,03 (menor do ranking)

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,73
O Porto de Vitória apresenta boas condições de acesso ferroviário e hinterlândia.



6. Porto do Rio de Janeiro (RJ) - nota 3,64

Extensão total dos berços: 6.700m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,8%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,23

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,64
O Porto do Rio apresenta a vantagem de possuir boa economia de inserção e hinterlândia aliada à uma mediana interconectividade marítima.


7. Porto do Rio Grande (RS) - nota 3,47

Extensão total dos berços: 5.842m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 6,3%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,52

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,47
O Porto do Rio Grande possui um bom potencial para a expansão, aliado à interconectividade marítima.


8. Porto de Suape (PE) - nota 3,32

Extensão total dos berços: 2.570m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 2,32

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,32
O Porto de Suape, por ser um porto planejado, possui muito potencial para a expansão.


9. Porto de São Francisco do Sul (SC) - nota 3

Extensão total dos berços: 1.120

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,18

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3
* O Terminal de Itapoã foi considerado parte integrante do Porto.
O Porto de São Francisco possui como vantagem apenas a sua economia de inserção e hinterlândia.



10. Porto do Pecém (CE) - nota 2,64

Extensão total dos berços: 1.600m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 2,4%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,98

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,64
O Porto de Pecém apresenta como vantagem apenas o excelente potencial de expansão.


11. Porto de Salvador (BA) - nota 2,49

Extensão total dos berços: 2.092m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,08

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,49
O Porto de Salvador possui razoável condição de inserção econômica, hinterlândia e interconectividade marítima, mas em contra-partida, acessos e ativos limitados e baixo potencial de expansão.



12. Porto de Manaus (AM) - nota 2,2

Extensão total dos berços: 1.066m (menor do ranking)

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,21

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,2 (menor do ranking)
* Chibatão e Superterminais foram considerados partes integrantes
   do Porto.
O Porto de Manaus, assim como o de Salvador, também possui razoável condição de inserção econômica, hinterlândia e interconectividade marítima, mas em contra-partida, acessos e ativos limitados e baixo potencial de expansão.
* Análise de Marcos Vendramini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES