Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

terça-feira, 6 de novembro de 2012

0

OS DOZE MELHORES PORTOS PÚBLICOS BRASILEIROS


SEGURANÇA PORTUÁRIA / PORTOS PÚBLICOS


Nessa análise foi elaborado um panorama geral dos principais portos públicos brasileiros, envolvendo diversos aspectos econômicos, infra-estruturais e mesmo genericamente, comerciais dos portos.

Foram elencados 22 portos responsáveis por aproximadamente 51% de toda a movimentação portuária brasileira entre 2008 e 2010; 81 % de toda a movimentação nacional de carga geral brasileira e ainda 99,4% em média de toda movimentação nacional de containers (TEU's).




O Porto de Santos, o maior da América Latina, é considerado também o melhor porto brasileiro. Ele, sozinho, responde por quase 30% de todo o comércio exterior do Brasil.

Santos foi também o porto que se deu melhor nos critérios (diversos levantamentos nas áreas de economia de inserção, acesso e ativos portuários, interconectividade marítima e disponibilidade de crescimento) estabelecidos na análise feita por Marcos Vendramini, professor de gestão portuária da Universidade Católica de Santos e diretor do grupo americano Aecom, especializado em serviços de engenharia e consultoria técnica.


1. Porto de Santos (SP) - nota 7,61

Extensão total dos berços: 11.563m (maior do ranking)

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 28,4% (maior do ranking)

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 3,76

Resultado geral (nota de 0 a 10): 7,61 (maior do ranking)
 
O Porto de Santos, além de possuir a melhor inserção econômica e hinterlândia, é o porto que possui a maior interconectividade marítima e acessos, além de ativos portuários.

2. Porto de Itaguaí (RJ) - nota 5,68

Extensão total dos berços: 2.200m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 1,7% (menor do ranking)

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 10 (maior do ranking)

Resultado geral (nota de 0 a 10): 5,68
O Porto de Itaguaí possui um grade potencial de expansão aliado à sua razoável inserção econômica e infra-estrutura de acessos e ativos portuários.

3. Porto de Paranaguá (PR) - nota 4,18
Extensão total dos berços: 3.033m
Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,9%
Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,16
Resultado geral (nota de 0 a 10): 4,18
O Porto de Paranaguá se destaca pela sua economia de inserção e hinterlândia , bem como pelos acessos e ativos portuários superiores a média.

4. Porto de Itajaí (SC) - nota 3,89

Extensão total dos berços: 1.106m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 6,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,21

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,89
* O terminal PORTONAVE foi considerado parte integrante do Porto
O Porto de Itajaí destaca-se pela sua economia de inserção e hinterlândia.

5. Porto de Vitória (ES) - nota 3,73

Extensão total dos berços: 3.210m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,1%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,03 (menor do ranking)

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,73
O Porto de Vitória apresenta boas condições de acesso ferroviário e hinterlândia.



6. Porto do Rio de Janeiro (RJ) - nota 3,64

Extensão total dos berços: 6.700m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 4,8%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,23

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,64
O Porto do Rio apresenta a vantagem de possuir boa economia de inserção e hinterlândia aliada à uma mediana interconectividade marítima.


7. Porto do Rio Grande (RS) - nota 3,47

Extensão total dos berços: 5.842m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 6,3%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,52

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,47
O Porto do Rio Grande possui um bom potencial para a expansão, aliado à interconectividade marítima.


8. Porto de Suape (PE) - nota 3,32

Extensão total dos berços: 2.570m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 2,32

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3,32
O Porto de Suape, por ser um porto planejado, possui muito potencial para a expansão.


9. Porto de São Francisco do Sul (SC) - nota 3

Extensão total dos berços: 1.120

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,18

Resultado geral (nota de 0 a 10): 3
* O Terminal de Itapoã foi considerado parte integrante do Porto.
O Porto de São Francisco possui como vantagem apenas a sua economia de inserção e hinterlândia.



10. Porto do Pecém (CE) - nota 2,64

Extensão total dos berços: 1.600m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 2,4%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 1,98

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,64
O Porto de Pecém apresenta como vantagem apenas o excelente potencial de expansão.


11. Porto de Salvador (BA) - nota 2,49

Extensão total dos berços: 2.092m

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,08

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,49
O Porto de Salvador possui razoável condição de inserção econômica, hinterlândia e interconectividade marítima, mas em contra-partida, acessos e ativos limitados e baixo potencial de expansão.



12. Porto de Manaus (AM) - nota 2,2

Extensão total dos berços: 1.066m (menor do ranking)

Quanto movimentou da carga total do Brasil em 2010: 3,5%

Potencial de crescimento (nota de 0 a 10): 0,21

Resultado geral (nota de 0 a 10): 2,2 (menor do ranking)
* Chibatão e Superterminais foram considerados partes integrantes
   do Porto.
O Porto de Manaus, assim como o de Salvador, também possui razoável condição de inserção econômica, hinterlândia e interconectividade marítima, mas em contra-partida, acessos e ativos limitados e baixo potencial de expansão.
* Análise de Marcos Vendramini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES