Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

domingo, 3 de março de 2013

2

SINDICATO DA GUARDA PORTUÁRIA DO PARÁ NÃO PARTICIPA DAS MANIFESTAÇÕES CONTRA A MP 595







No Pará, dos sindicatos representativos dos empregados da administração portuária, apenas o Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Portuários nos Terminais Públicos, Privativos e Retroportos nos Estados do Pará e Amapá – SINDIPORTO participou da paralisação, na última sexta-feira (22), contra a MP 595.


O Sindicato dos Guardas Portuários do Pará e Amapá – SINDIGUAPOR não participou da paralisação, do item relativo à MP 595 e justificativa sobre a não assinatura do presidente do Sindguapor aderindo à paralisação nacional dos portuários do dia 22/02/13.
Vergonha Portuária Nacional
O guarda portuário Danilo Oliveira falou em nome da categoria



No dia da paralisação, descontentes, alguns guardas portuários, mesmo estando de serviço, até mesmo aqueles que votaram na chapa eleita, fizeram um abaixo assinado, nos termos do estatuto do Sindguapor, solicitando inclusão na pauta da assembleia.
Segundo alguns guardas, o presidente Jonas Melo, desde que assumiu, dia 04/02/13, já realizou três assembleias onde, em nenhuma delas, abordou a MP 595 e nem declarou oficialmente o posicionamento do Sindguapor quanto à paralisação decidida pela plenária das três Federações de Portuários, realizada em Brasília.
Dizem ainda que, Jonas Melo ameaçou na Assembleia do dia 20/02/13, fazer BO contra os ex-diretores da sindical por conta pendências financeiras da gestão passada. O que foi oficialmente desmentido pelo tesoureiro, Inspetor Leílson Lira, que também assinou o abaixo assinado. Este dirigente demonstrou aos guardas portuários Miguel Belo e Paulo Sérgio, através de documentos próprios do sindicato, que não existe a pendência relatada por parte do presidente, em relação à diretoria anterior, inclusive fornecendo cópias de documentos aos mesmos.
Pedido de Impeachment e abaixo assinado para inclusão da discussão sobre  a MP 595 na pauta da assembleia

 Jonas Melo – Presidente do Sindiguapor

Carta de um guarda solicitando o Impeachment 
                              Cileno Borges participou junto com outros portuários,de manifestação no Portão 17



COMPANHEIRO JONAS MELO,
PRESIDENTE DO SINDICATO DOS GUARDAS PORTUARIOS DO ESTADO DO PARÁ
VENHO LHE PEDIR, EM NOME DO TODOS OS GUARDAS PORTUÁRIOS, QUASE 70% DA CATEGORIA QUE NÃO APOIOU SUA CHAPA, QUE RENUNCIE AO CARGO, MESMO TENDO ELE SIDO ELETIVO.
VOSSA SENHORIA ESTÁ USANDO A DIRETORIA DESSA SINDICAL E A PRÓPRIA ENTIDADE PARA ESCREVER UMA PÁGINA LAMENTAVEL NA HISTÓRIA DA GUAPOR DA CDP.
VOSSA SENHORIA NÃO ASSINOU O OFÍCIO, EM CONJUNTO COM O SINDIPORTO, ENDEREÇADO À DIRETORIA DA CDP, INFORMANO A DELIBRAÇÃO DA PARALISAÇÃO, QUE SE DARÁ EM CARÁTER NACIONAL NOS DIAS 22 E 26 DE FEVEREIRO;
À CATEGORIA E AOS REPRESENTANTES DO SINDIPORTO E DA FNP, VOSSA SENHORIA AFIRMOU QUE NÃO ASSINOU O OFICIO DECLARANDO QUE NÃO ESTÁ A PAR - POR DENTRO DO QUE ANDA ACONTECENDO - E DESCONHECE A MP 595 E TODA DISCUSSÃO E MOBILIZAÇÃO DOS PORTUÁRIOS EM TODO BRASIL NA TENTAIVA DE DEIXAR QUE A MESMA NÃO SEJA ENTERRADA GOELA ABAIXO DOS TRABALHADORES, CLARAMENTE TRAZENDO DESEMPREGO PARA MUITOS LIGADOS AO SISTEMA PORTUÁRIO, OU VOSSA SENHORIA PENSA DIFERENTE?
ISSO E INJUSTIFICÁVEL! UM REPRESENTANTE APOLITIZADO A FRENTE DE UMA SINDICAL. SE É QUE SEJA REALMENTE ISSO.
VOSSA SENHORIA NÃO TEM TEMPO OU INTERESSE EM CONHECER SOBRE A MP; SOBRE A LUTA DOS TRABALHADORES QUE SE DÁ EM TODO BRASIL E, ASSIM, REPRESENTAR DIGNAMENTE OS EMPREGADOS DA CDP, GUARDAS PORTUÁRIOS, MAS TEM TEMPO PARA FAZER REUNIÕES COM ATUAL PRESIDENTE DESSA CDP E FICAR ANDANDO NA COMPANHIA DO ATUAL GERENTE DE SEGURANÇA DESSA CIA, ESTES QUE TEM SIDO OS PRINCIPAIS ALGOZES DOS EMPREGADOS DA CDP E DA GUARDA PORTUÁRIA, RESPONSÁVEIS DIRETOS PELO EXTERMINIO QUE VEM SENDO IMPOSTO A ESTA CATEGORIA, ATRAVÉS DE MEDIDAS QUE ENFRAQUECEM A SEGURANÇA DOS PORTOS ( PERMITINDO O AVANÇO DA TERCEIRIZAÇÃO) E ATRAVÉS, TAMBÉM, DAS MUITAS PERSEGUIÇÕES QUE ESTES VEM IMPONDO AOS INTEGRANTES DA GUAPOR, COMO TAMBÉM, DE OUTROS SETORES DA EMPRESA.
COMPANHEIRO RENUNCIE, POIS JÁ DESTES MOSTRAS A QUE VIESTES A FRENTE DO SINDGUAPOR.
A TUA PRESENÇA A FRENTE DESSE SINDICATO ENVERGONHA A TODOS OS PORTUÁRIOS DESSE PAÍS.
ATT
CILENO BORGES

Favorecimentos e irregularidades comprovadas pela Comissão Eleitoral no pleito realizado em novembro de 2012


Segundo alguns guardas ouvidos pelo Blog, existem fortes indícios de favorecimento financeiro (viagem "bancada" para campanha eleitoral em Santarém) por parte de um diretor, dois gerentes e um administrador da CDP à chapa vencedora da eleição e "pressão' do Gerseg sobre os supervisores de segurança titulares e suplentes (dez ao todo) e, até, sobre alguns guardas portuários, de modo que a chapa que agradava a empresa, fosse a vencedora e não a chapa do inspetor Rodrigues. Além dos fatos de um associado que não é guarda portuário e que é assistente administrativo, ter votado na eleição, sendo que este foi associado em uma outra gestão do próprio Jonas, quando esteve a frente do Sindguapor; e que o guarda Edson, de Itaituba, que sempre votou em todas as eleições passadas, não teve seu direito de voto respeitado, mesmo estando esse em dias com o Sindguapor. Tudo isso registrado em ata da Comissão Eleitoral.
Três chapas concorreram a eleição do Sindicato
Chapa do Inspetor Rodrigues: 34 votos.

Chapa do guarda Jonas Melo: 36 votos.

Chapa do guarda Rodrigo V. Rabelo: 30 votos.

A Assembleia
Segundo os guardas que participaram da última assembleia, dia 25/02/13, o presidente Jonas Melo reconheceu que não existiam pendências no valor de R$ 53.000,00, como ele havia declarado na assembleia anterior, que existem apenas algumas pendências, não esclarecidas, no valor de R$ 2.700,00, portanto bem menos do que ele havia declarado.
Ele também teria declarado que não assinou a paralisação, porque não teve o aval da categoria, porém, segundo consta, houve duas assembleias antes da paralisação, nos dias 15 e 20 de fevereiro e, em nenhuma delas foi tratado do assunto, mesmo sabedor da MP 595 e tudo que ela pode resultar para a Guarda Portuária, e pior, ainda divulgou, no dia 21/02/13, para alguns guardas lotados no Porto de Belém, de que não haveria manifestação nenhuma no dia seguinte, prática e conduta essa semelhante à praticada horas mais tarde pelo Diretor Presidente da CDP, que em uma reunião com os empregados da CDP no Espaço Influenza, assegurou que “NINGÚEM DEVERIA IR PELA CABEÇA DOS OUTROS", numa clara tentativa de desmobilizar o movimento.
No entanto, o dia 22/02/13 ficou marcado na história, 40.000 trabalhadores portuários de todo o Brasil paralisaram os portos brasileiros e mostraram a força do movimento por eles deflagrado.
Na assembleia não se discutiu nada, além disso, sendo marcada outra para o dia 10/03. Segundo seus associados, até o momento, a atual diretoria não tomou nenhuma atitude relacionada ao famigerado novo Regulamento da Guarda Portuária, a retirada de atribuições dos inspetores e a perseguição e o assédio moral que muitos vêm sofrendo.
Este Blog tem por objetivo divulgar os assuntos relacionados a Segurança Portuária e principalmente, àqueles relacionados a Guarda Portuária, tendo como lema: “TUDO O QUE VOCÊ FIZER À FAVOR OU CONTRA A GUARDA PORTUÁRIA FICARÁ MARCADO PARA SEMPRE NA HISTÓRIA”. O Blog é apartidário, tanto que já entrou em contato com o Sr. Jonas Melo, se colocando à disposição para divulgar os fatos relacionados à Guarda Portuária do Pará e Amapá, posição esta que aqui se renova.

Cópia dos documentos

Veja o vídeo da paralisação dos portuários contra a MP-595 e a declaração do guarda portuário Danilo Oliveira, no Programa Balanço Geral










2 comentários:

  1. POR TUDO QUE VEM SENDO COMENTADO ANTES, DURANTE E APÓS A ELEIÇÃO DO SINDGUAPOR, E PELOS FATOS REAIS ASSOCIADOS A ESSES COMENTÁRIOS; POR TUDO QUE O ATUAL PRESIDENTE DESTA SINDICAL FEZ, DEIXOU DE FAZER E VEM FAZENDO APÓS A DIVULGAÇÃO DA MP 595 E PELA "POLÍTICA PSEUDO-SINDICAL QUE ESTE PRESIDENTE ASSUMIU; POR TUDO QUE CERTOS EMPREGADOS DE TODOS BRASIL PERTENCENTES AS ADMINISTRAÇÕES PORTUÁRIAS FIZERAM E FAZEM (LUTAM) PARA ADEQUAR A MP AOS ANSEIOS DOS TRABALHADORES, SEJAM ELES DIRETORES DE SINDICATOS, ASSOCIADOS OU NÃO; E POR TUDO QUE FIZERAM 40.000 TRABALHADORES (EMPREGADOS DE DOCAS E TPAS EM GERAL) NO DIA 22.02.13, QUANDO PARALISADOS E MOBILIZADOS REPRESENTARAM TODOS OS DEMAIS DO BRASIL QUE NÃO PUDERAM OU NÃO QUISERAM PARTICIPAR DA PARALISAÇÃO, LHES AFIRMO:

    SABEMOS QUEM FORAM OS QUE LUTARAM E BRIGARAM (ALGUNS FICARAM LONGE DAS SUAS FAMÍLIAS DURANTE HORAS E DIAS A FIO) POR TODOS NÓS NESSA QUESTÃO PONTUAL DA MP 595, e que possivelmente serão ainda mais perseguidos agora; SABEMOS TAMBÉM QUEM FORAM OS QUE SE POSICIONARAM AO LADO DA EMPRESA E DO GOVERNO E AINDA AJUDARAM A DESMOBILIZAR OS EMPREGADOS PARA QUE NÃO FOSSEM PARA LUTA; POR ISSO DEVEMOS MANTER NOSSAS CONVICÇÕES E, A PARTIR DELAS, TENTAR CHEGAR A VERDADE QUE BUSCAMOS, MAS TAMBÉM, DEVEMOS ANALISAR O MOMENTO QUE PASSAMOS E AVALIAR O QUE TEMOS FEITO OU NÃO NESTE PROCESSO, ONDE MUITOS OUTROS NELE JÁ ESTÃO ENGAJADOS, BOTANDO ATÉ SUAS VIDAS EM RISCO, POIS TEM AQUELES QUE ATÉ AMEAÇAS SOFREM NESSES MOMENTOS ONDE SE BUSCA A MANUTENÇÃO DE INTERESSES COLETIVOS.

    DEVE-SE LOGO PROCURAR TER CERTEZA COM QUEM NÃO PODEREMOS CONTAR NOUTRAS E NESSA LUTA CONTRA A MP 595 DA FORMA COMO ELA FOI ELABORADA E CUJA CARAPUÇA DA PRIVATIZAÇÃO O GOVERNO TEIMA EM NÃO QUERER PUBLICAMENTE ASSUMIR.

    COM ESSA MP VINGANDO DA FORMA COMO QUER O GOVERNO, NÃO RESTARÁ MAIS NENHUMA HISTÓRIA PARA SER CONTADA POR NENHUM DE NÓS.

    ATT

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  2. CILENO,É LAMENTÁVEL QUE NUMA HORA CRÍTICA COMO ESTA, AINDA EXISTAM PESSOAS
    QUE SÓ PENSAM NO SEU BEM ESTAR PRÓPRIO E QUE FAZEM QUALQUER NEGOCIATA
    PARA FICAR NO PODER. MAS UM DIA A CASA CAI PARA ESTES PAU MANDADOS.
    E LAMENTÁVEL QUE AINA EXISTA GUARDAS PORTUÁRIOS QUE AJAM ASSIM.
    CONTINUE A SUA LUTA COM QUEM REALMENTE QUER O BEM DA NOSSA CLASSE.
    A MP 595 COMO ESTA VAI EXTERMINAR A GUARDA-PORTUÁRIA DE TODO O PAIS. É UM
    GRANDE MAL QUE NÓS VAMOS COMBATER.
    AINDA BEM QUE EXITEM PESSOAS COMO VOCÊ E O ROCHA ENTRE OUTROS.

    ATT. LÚCIO RICARDO NATAL
    GUARDA PORTUÁRIO
    DIRETOR DO SINTAC
    EM LAGUNA SC.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES