Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

5

GUARDA PORTUÁRIO APREENDE CNH FALSIFICADA





Apesar de toda a tecnologia hoje existente, ainda não inventaram nenhum equipamento ou mesmo um robô que execute o trabalho do guarda portuário.

Independente da motivação de acesso do ISPS Code é prática rotineira dos guardas portuários sempre fiscalizar a documentação quando dos acessos ao cais público bem como o motivo do acesso, em conformidade com as Instruções de Serviço da CODESP, Portarias da Alfândega do Porto de Santos e da Policia Federal.

Em 13/08/2013, no Gate Nº 15 um motorista foi surpreendido pela fiscalização da documentação pessoal, do veiculo e da carga, ali realizada.

Segundo o guarda portuário Luiz Rogério, de serviço no posto, ao solicitar ao motorista a documentação, constatou que o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (C.R.L.V.) da carreta estava vencido e a sua Carteira Nacional de Habilitação (C.N.H.) apresentava coloração diferenciada nos campos categoria e validade.

Tendo conhecimento que a adulteração da C.N.H. é considerada crime, Luiz Rogério deteve o motorista vindo este a prontamente assumir a autoria do delito, sem apresentar nenhum tipo de resistência e nem intentar nenhum tipo de fuga.
 
Luiz Rogério solicitou ao C.C.O.S. à presença de um Inspetor da Guarda Portuária que conduziu as partes para a Autoridade Policial, Delegacia de Atendimento ao Turista – DEATUR, localizado na área portuária.

A Delegada de Plantão, Dra. Juliana Buck Gianini, ao constatar a adulteração, apreendeu a C.N.H. do motorista Ulisses Assunção de Lima, para posterior Laudo Pericial do Instituto de Criminalística e lavrou o Boletim de Ocorrência sobre a Natureza de Falsificação de Documento Público, Art. 297 Consumado do C.P.

O proprietário da Carreta foi informado sobre a necessidade de regularização do C.R.L.V. o que o mesmo, em menos de 3 horas, providenciou e apresentou ao guarda portuário, sendo então permitida a liberação do veiculo por outro condutor devidamente habilitado.

Falsificação

São duas as possibilidades de falsificação. A primeira delas se dá através da criação material de um documento, que deveria ser expedido por funcionário público. A segunda se configura pela alteração realizada em documento verdadeiro.

Veja como identificar uma CNH falsificada












5 comentários:

  1. Parabens ao Gp Luiz Rogerio, demonstrou que a tecnologia do,ISPS CODE, veio para somar o trabalho do Gp e não substituír.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu GP Luiz Rogério. Nenhuma máquina substitui o homem. A máquina e a tecnologia é para servir ao homem.
      Cabe comentar o pouco caso e a má vontade que o Governo Federal tem, para FEDERALIZAR A GUARDA PORTUÁRRIA TRANSFORMANDO-A EM POLÍCIA PORTUÁRIA FEDERAL NOS MOLDES DA GUARDA FERROVIÁRIA FEDERAL.
      Cabe às entidades representativas mobilizarem-se para que isso possa ser uma realidade e recompensar essa categoria, que tem história.

      Excluir
  2. Infelizmente a mente de alguns políticos, TEIMAM EM NÃO FEDERALIZAR A GUARDA PORTUÁRIA, COMO NOS MOLDES DA GUARDA FERROVIÁRIA FEDERAL QUE ME PARECE OBTEVE ISONOMIA COM A POLICIA RODOVIÁRIA FEDERAL e, dessa forma reconhecer a importância da função do Guarda Portuário.
    Que a categoria representativa dos Guardas Portuários se empenhe para que o reconhecimento seja uma realidade.

    ResponderExcluir
  3. NÃO É DE HJ QUE AO SE FALAR EM SEGURANÇA PÚBLICA NÃO SE PODE DEIXAR DE FORA A SEGURANÇA PÚBLICA PORTUARIA, CONSEQUENTEMENTE, NÃO SE PODE IGNORAR A IMPORTÂNCIA DA GUARDA PORTUÁRIA NO CONTEXTO DESSE SISTEMA DE SEGURANÇA NACIONAL.

    A VONTADE POLÍTICA TEM SIDO, AO LONGO DE MAIS DE DUAS DÉCADAS, O MAIOR ENTRAVE PARA FEDERALIZAR A GUARDA PORTUÁRIA, CUJO TRABALHO RECORRENTEMENTE É NOTÓRIO E ÍMPAR QUANTO À OPERACIONALIZAÇÃO COM EFICÁCIA DA SEGURANÇA PÚBLICA NOS PORTOS DO BRASIL.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  4. Parabens GP Luiz Rogerio pelo excelente trabalhor realzado, por identificar que o documento estava adulterado. Abracos Rosana

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES