Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

0

SUPORT-ES DENUNCIA CONDIÇÕES PRECÁRIAS EM POSTOS DA GUARDA PORTUÁRIA


Guardas portuários denunciam: “trabalhamos com sujeira na portaria de Capuaba e na roleta em Vitória”

 



Um local limpo e higiênico é o mínimo que o trabalhador espera de seu ambiente de trabalho. Mas não é a realidade para os da portaria avançada em Capuaba e na roleta em Vitória, em frente ao Palácio Anchieta. “Convivemos com sujeira nas paredes, portas e interruptores quebrados. Até aparecem ratos, camundongos, baratas e outros insetos”, disse um guarda que não quis se identificar com receio de represárias.

Segundo ele, apesar de já ter sido avisada, a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) não toma providências. “Ninguém vai aos postos para saber como está o ambiente de trabalho. Já reclamamos muito e nunca fomos atendidos”.

Outro problema apontado é a estrutura do posto da guarda, que é muito frágil. “Até tentaram reformar, mas como ela é feita de material muito fraco não suporta o rodízio de cerca de 120 guardas, 24horas por dia”.

O Sindicato Unificado da Orla Portuária do Espírito Santo (Suport-ES) cobra uma atitude da empresa e está ao lado dos trabalhadores para denunciar as más condições de trabalho e exigir providências.
 
Fonte: Suport-ES
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES