Postagem em destaque

FISCALIZAÇÃO CONSTATA IRREGULARIDADES EM PORTO DO PARÁ

Essas fiscalizações ocorreram em virtude de denúncia de trabalhadores portuários que, sem representatividade de fato, buscaram por mei...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

0

RECEITA APREENDE CARGA ILEGAL NO PORTO DE SUAPE



Uma carga de 6.820 placas de memória e 2.480 discos rígidos (HDs) foi apreendida pela alfândega da Receita Federal no Porto de Suape, no Litoral Sul de Pernambuco. Os produtos de informática foram enviados ilegalmente ao Brasil e estavam escondidos dentro de 248 nobreaks (fontes de energia para computadores). A importação veio dos Estados Unidos e chegou ao porto no dia 3.
A carga está avaliada em mais de R$ 3 milhões. Além dos nobreaks, ainda havia mais de 4 mil teclados. A conferência física foi realizada com a ajuda de aparelhos de raios-x. "No teclado, não tinha nada. Os nobreaks não funcionavam, pois eram ocos por dentro, só tinham a capa. Alguns tinham 55 cartões de memória e outros continham 20 HDs", conta o inspetor-chefe da alfândega de Suape, Carlos Eduardo Oliveira.
A fiscalização aconteceu após um alerta da alfândega do Porto de Salvador. "Detectaram esses produtos escondidos dentro de outros e, quando olharam no sistema, viram que tinha uma carga da mesma empresa chegando à Suape. Eles nos passaram o aviso, conferimos e vimos que a carga estava 'recheada'", diz o inspetor-chefe. Em Salvador, foram apreendidos cinco switches, aparelhos para conectar computadores em redes, com 2.100 pentes de memória para computador escondidos.

A Receita Federal aplicou uma "pena de perdimento" ao importador, que perdeu todos os direitos sobre o material, e irá encaminhar uma denúncia ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Toda a carga foi apreendida pela Receita Federal e deve ser encaminhada para leilão.



Fonte: G1




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES