Postagem em destaque

DELEGADA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA CONPORTOS

Nelbe Ferraz de Freitas, 37, foi designada pelo Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública Na última quarta-feira (04), Nel...

terça-feira, 10 de março de 2015

0

POLÍCIA ACHA 151 KG DE COCAÍNA EM CAMINHÃO



A Polícia Militar prendeu, na madrugada de quinta-feira (5), um homem que transportava 149 tabletes de cocaína no fundo falso de um caminhão, na altura do km 40, da Rodovia Olímpio Ferreira da Silva, em Mirante do Paranapanema - distante 616 quilômetros da Capital.
Policiais da equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da 2ª Companhia do 2º Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), faziam fiscalização contra o tráfico pelo local quando abordaram o caminhão Volvo, de cor branca, com semirreboque, em um posto de gasolina.

Durante revista ao veículo, que estava carregado com açúcar, os PMs encontraram um fundo falso no semirreboque do caminhão, sobre uma das rodas, que escondia os 149 tabletes de cocaína.
Carga tinha Santos como destino

A descoberta do entorpecente, que pesou 151,4 quilos, foi feita com o apoio de cães farejadores do Canil da PM. Após o flagrante, o motorista do veículo informou que transportava a droga de Amambai, no Mato Grosso do Sul, para Santos, litoral de São Paulo.
O homem foi preso em flagrante por tráfico de entorpecentes e encaminhado para a cadeia pública de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Federal de Presidente Prudente.



*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor. O nosso papel é apenas manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto.
                                                    
*Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES