Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

segunda-feira, 15 de junho de 2015

3

ACORDO PÕE FIM À GREVE DA GUARDA PORTUÁRIA NO ESPÍRITO SANTO


Guarda Portuária, após determinação judicial, trabalhou com 30% do efetivo.

A paralisação, que durou 30 dias, terminou na última sexta-feira (12).
Após longa greve, a categoria alcança conquistas importantes.


O Porto de Vitória voltou a funcionar plenamente com seu quadro de colaboradores. A suspensão do movimento foi definida em reunião da direção da Companhia Docas do Espírito Santo (CODESA) com o Sindicato da Guarda Portuária (SINDGUAPOR), cujo acordo foi assinado na quinta-feira (10).
A CODESA se comprometeu em promover curso de língua inglesa nas dependências da Companhia, para todos os colaboradores e, para a Guarda Portuária também vai anunciar um cronograma para execução dos serviços de melhoria de condições de trabalho, informou o Coordenador de Recursos Humanos (CODRHU), Fabrício Bernardes Diniz.
A greve da Guarda Portuária da CODESA começou dia 12 de maio, chegando a paralisar totalmente as operações portuárias, até que no dia 15 passado por força de liminar judicial o sindicato precisou manter 30% do contingente de trabalhadores em escala, para garantir o retorno da movimentação no porto.


No início, a adesão foi de 100%, demonstrando a união da categoria.
O inglês In Company, o auxílio educação para o curso de idiomas no valor mensal de 456,12 (inglês, francês, mandarim, etc ... o que desejar), o cronograma para as obras de melhorias dos locais e condições de trabalho, o crédito do vale cultura, que já foi depositado neste sábado, o não corte de ponto (a não ser que seja declarada abusiva ou ilegal em função do PLR - o que é praticamente impossível de ocorrer), a manutenção do efetivo mínimo já combinado a cerca de um ano, ou seja, continuam as horas extras, foram conquistas importantes para a categoria, disse Jorcy de Oliveira, Diretor de Relações Institucionais do Sindguapor.
Segundo Jorcy, a categoria poderá entrar mesmo até em greve pelo PLR, mas o sindicato se comprometeu a manter o mínimo de 30%.

"Iremos entrar na justiça com um pedido de liminar para recebermos o PLR e acreditamos que as chances de obtermos são muito grandes", acrescentou Jorcy.

* Clique aqui e veja a cópia do acordo.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.




3 comentários:

  1. TER UMA UNIDADE E SINDICATOS AQUI NO PARÁ COMO O DO ES, SÓ EM SONHO
    PARABÉNS PELAS CONQUISTAS.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  2. CILENO, AS CONQUISTAS FORAM MUITO MODESTAS . A GUARDA PORTUÁRIA DO ES É CARENTE
    DE TUDO E QUANDO FALO DE TUDO É TUDO MESMO. ENTRETANTO SÓ AGORA QUE SE TEM UM
    SINDICATO DEPOIS DE ANOS SEM NENHUMA REPRESENTAÇÃO PELO MENOS DE ALGO QUE SE
    POSSA CHAMAR DE UM SINDICATO , QUE HOJE TEM MEMBROS QUALIFICADOS E QUE A CATEGO-
    RIA ESTA APOIANDO . MAS PRA VOCE QUE ESTA LONGE NÃO FIQUE DESANIMADO TENTE AI NO PARÁ FORMAR UMA CHAPA COM QUALIFICAÇÃO PARA PODER LUTAR E VC SABE NADA VEM DE GRAÇA AS ADMINISTRAÇÕES PORTUÁRIAS TEM UMA AVERSÃO; ESTRANHA ATÉ ,AS SUAS OR-
    GANIZAÇÕES ARMADAS, SALVO O ESTADO DE SÃO PAULO O RESTANTE É BAGAÇA E LUTA.

    GP ALEXANDRE -ES



    PARÁ
    FORMAR UMA CHAPA PARA PODER COMEÇAR A LUTAR E BOA SORTE ESTAMOS TODOS JUNTOS .

    ResponderExcluir
  3. Marcos 6, 1-6

    4 Mas Jesus disse-lhes: “Um profeta só é desprezado na sua pátria, entre os seus parentes e na sua própria casa”.

    quem sabe um dia.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES