Postagem em destaque

MUDANÇAS NA GUARDA PORTUÁRIA DE SANTOS

Todas as ordens de serviço que foram emitidas pelo anterior superintendente da GPort serão revistas e reeditadas pela diretoria gestor...

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

1

GUARDAS PORTUÁRIOS NÃO ESTÃO MAIS AUTORIZADOS A MULTAR MOTORISTAS NA ÁREA DO PORTO




O convênio também incluía: operar o trânsito, pedestres, ciclistas e animais; o sistema de sinalização e vistoriar veículos que necessitem de autorização especial para transitar.
O motorista que foi multado esta semana ao trafegar pela área portuária de Santos já pode preparar o recurso. É que desde a última segunda-feira (11) está vencido o convênio firmado entre a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) e a Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET), sob a interveniência da Prefeitura, que permitia a fiscalização e autuação por parte da Guarda Portuária.
O documento foi assinado em 11 de janeiro de 2011 pelo então prefeito João Paulo Tavares Papa, atual deputado federal (PSDB), e autoridades portuárias, tendo prazo de validade de cinco anos, extinguindo-se automaticamente ao final do prazo estipulado.
Agora, somente a CET pode aplicar multas. Os agentes da Guarda Portuária somente poderão orientar o tráfego no sistema viário portuário. A restrição não se aplica à Polícia Militar, que já inspeciona o fluxo de veículos na região dos armazéns, chegando a registrar infrações.
O convênio também incluía: operar o trânsito, pedestres, ciclistas e animais; o sistema de sinalização e vistoriar veículos que necessitem de autorização especial para transitar.
Prefeitura e Codesp
Tanto a CET quanto a Codesp confirmaram a suspensão da atividade da Guarda Portuária quanto à fiscalização de trânsito no Porto. No entanto, alertaram que a situação é temporária. “A CET-Santos está em tratativas para formalizar um novo convênio entre a empresa municipal e a Codesp. A área portuária permanece sendo fiscalizada pelos agentes da CET e Polícia Militar”, informou a assessoria de imprensa da Prefeitura.
“As informações procedem. Os guardas portuários não podem multar, mas o assunto tramita em conjunto nos setores jurídico e Guarda Portuária. Na próxima semana, deverá passar em reunião ordinária da diretoria executiva”, informou a assessoria da Codesp.

Convênio na Margem Esquerda Continua

O Portal Segurança Portuária em Foco apurou que o convênio com a Prefeitura de Guarujá continua em vigor, portanto, os guardas portuários continuam podendo multar em Vicente de Carvalho, na Margem Esquerda do Porto de Santos.


*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Um comentário:

  1. SE FOSSE EM VITORIA PODERIA ESQUECER A RENOVAÇÃO DO CONVENIO, MAS COMO É SANTOS
    MUITO EM BREVE DEVE SER RENOVADO O CONVENIO.

    FALAR NISSO CADE O RADAR QUE FOI COMPRADO EM VITORIA PARA A GUARDA USAR ?

    GANHA UM DOCE QUEM DESCOBRIR.

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES