Postagem em destaque

CONPORTOS ANUNCIA A DATA DA 17ª EDIÇÃO DO CURSO ESPECIAL DE SUPERVISOR DE SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA – CESSP

O período de inscrição será de 17 de julho a 21 de agosto de 2017 Na última quarta-feira (12) a Comissão Nacional de Segurança Públi...

sexta-feira, 13 de maio de 2016

1

MAURÍCIO QUINTELLA É O NOVO MINISTRO RESPONSÁVEL PELOS PORTOS




Novo ministro disse que vai trabalhar com parcerias, privatizar e conceder aquilo que for possível, e buscar os parceiros onde eles estiverem

O deputado federal Maurício Quintella Lessa (PR) assumiu o Ministério de Transportes, Portos e Aviação Civil do governo Michel Temer, advogado, já se elegeu deputado federal quatro vezes pelo estado de Alagoas. Ele já foi líder do seu partido, o PR, na Câmara dos Deputados, mas deixou a liderança para votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.
Maurício Quintella nasceu em Maceió em 1971. Ele se formou em direito no Centro de Ensino Superior de Maceió e chegou a curso engenharia civil na Universidade Federal de Alagoas, mas não concluiu o curso.
Seu primeiro cargo de destaque na política foi o de vereador, eleito em 1996 pelo PSB. Voltou a exercer a função após nova vitória nas eleições de 2000. Antes disso, foi técnico judiciário do Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas e secretário municipal de Educação da Prefeitura de Maceió.
Maurício Quintella se elegeu deputado federal pela primeira vez em 2002 pelo PSB, mas se licenciou do mandato para exercer o cargo de secretário extraordinário metropolitano de Alagoas, de 2003 a 2005. Foi também secretário de Educação do estado entre 2004 e 2005, na gestão do seu primo Ronaldo Lessa, ex-governador de Alagoas. Ele voltou a se eleger deputado federal em 2006 pelo PDT e em 2010 e 2014, pelo PR.
Na atual legislatura, tornou-se líder do PR na Câmara, mas anunciou que deixava a liderança do partido no dia 11 de abril, faltando poucos dias para a votação do dia 17, que autorizou a continuidade do processo de impeachment de Dilma no Senado. Na época, Lessa afirmou que o motivo da renúncia à liderança era a sua posição favorável ao impeachment - sendo que a Executiva do partido era contrária.
Maurício Quintella defende a privatização
O novo ministro disse que vai buscar investimentos para a pasta e parcerias entre o público e o privado: "Vivemos um momento de muita crise, muita restrição financeira e orçamentária. Precisamos de muita coragem para fazer as mudanças que o país precisa. Vamos trabalhar com parcerias, privatizar e conceder aquilo que for possível, buscar os parceiros onde eles estiverem", defendeu Maurício Quintella.
Processos
Maurício Quintella é alvo de inquérito no STF que apura peculato (Inquérito nº 2893/2009). Foi condenado por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito. De acordo com a sentença, o parlamentar participou de esquema para fraudar licitação para aquisição de merenda e transporte escolar em troca de propina, no período em que ocupou o cargo de secretário estadual de Educação. Foi responsabilizado também por desvios de recursos federais para contas do governo do Estado do Alagoas. A Justiça determinou o ressarcimento integral da quantia de R$ 4.272.021 aos cofres públicos, o pagamento de multa e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos. O deputado recorre da sentença (TRF-5 - Seção Judiciária de Alagoas - Ação civil pública nº 0004055­93.2008.4.05.800).

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.




Um comentário:

  1. mal indicio em todos os sentidos.

    Gp Ramos
    CDP

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES