Postagem em destaque

CONPORTOS PROMOVE RECADASTRAMENTO DE SUPERVISORES DE SEGURANÇA

Sandro Torres Avelar, presidente da Conportos O objetivo é de manter atualizado o cadastro interno da CONPORTOS e das demais organiza...

domingo, 12 de junho de 2016

3

GUARDAS PORTUÁRIOS FUNDAM ASSOCIAÇÃO NACIONAL


Da esquerda para a direita, Felipe Cordeiro, Mario Paiva, Lucas Bernardo, José Carlos, Marco Jamil, Vilmar Soares e Joel Mazo

O objetivo da nova entidade é lutar por um regramento jurídico, pela profissionalização e pela padronização das atividades em todo o território nacional

Após uma tentativa sem sucesso no passado, na última terça-feira (07) os guardas portuários finalmente fundaram uma representação nacional para os Guardas Portuários.
A criação da nova entidade vai de encontro aos anseios da categoria em todos os portos brasileiros, onde encontramos grandes disparidades para o exercício da atividade, somando-se a isso, a tênue legislação vigente que os ampara, o que alimentou os integrantes da corporação na busca pela união da categoria em uma única voz.
A Associação Nacional da Guarda Portuária do Brasil (ANGPB) foi fundada alicerçada por três associações de guardas portuárias do Brasil, Associação dos Guardas Portuários do Estado Do Rio de Janeiro (AGPERJ); Associação dos Guardas Portuários do Estado da Bahia (ASGPOR-BA) e Associação da Guarda Portuária do Estado do Paraná (AGPEPR), contando ainda com o apoio da Associação Internacional de Polícia (IPA) e da Ordem dos Policiais do Brasil (OPB).
A nova entidade foi criada sem bandeira política, tendo como objetivo lutar por um regramento jurídico, pela profissionalização e padronização das atividades em todo o território nacional.
O sucesso da nova associação dependerá da interação da categoria, que deverá contar com representantes indicados pelos portos e, assim, difundir os objetivos a fim de somar fileiras para colocar a Guarda Portuária no seu devido lugar.
De início, dada a necessidade da rapidez para o início do processo, pois havia a necessidade de uma entidade apartidária para abrir canis de negociação, visto o conturbado momento político do país, a composição da diretoria foi formada parcialmente, visto que, integrantes de outros portos não puderam comparecer no ato da fundação.
Até o momento, foram preenchidos os seguintes cargos:
Presidente: Vilmar Soares dos Santos (CODESP)
Vice-Presidente: Marco Jamil (CDRJ)
Secretário: Mário Paiva (CODESP)
Tesoureiro: Fábio Gaya (SPH-RS)
Diretor Jurídico: José Carlos Júnior (CODEBA)
Diretor de Assuntos Portuários: Lucas Bernardo (CODEBA)
Conselheiro: Felipe Cordeiro (APPA)
A nova entidade pretende, conforme foi proposto no Encontro Nacional da Guarda Portuária, realizado esse ano em Paranaguá, criar uma agenda nacional de luta, com presença constante em Brasília, e não apenas esporadicamente.
Alguns encontros já foram realizados e outros estão sendo agendados em buscas dos objetivos propostos, que em breve serão divulgados pela diretoria.
IPA

Para o presidente da IPA, Joel Zarpellon Mazo, a participação dos guardas portuários é de interesse recíproco, uma vez que, além de integrar no seio classista mais um segmento da Segurança Pública Nacional, a criação da nova entidade passa a ser um elo de integração da classe policial em todos os segmentos, diante do princípio basilar da IPA no mundo “Servo Per Amikeco”, e, em um diaprasão de busca da unidade nacional policial através da IPA.
“Aos colegas Guardas Portuários estamos gratos e sentimo-nos orgulhosos em sermos os escolhidos para esse apoio de vital importância para o nosso meio, além de vislumbrarmos que os rumos dos nossos trabalhos trazem credibilidade para tal mister”, disse Joel.
“Não poderíamos deixar de manifestar a nossa satisfação em que, com a futura Associação Nacional dos Guardas Portuários do Brasil, teremos a essência dessa Entidade, integrados em nossos quadros associativos, incluso o de Entidades Classistas Policiais parceiras, a qual virá na nominação de número trinta, o que irá reforçar em muito as fileiras representativas da IPA no Brasil”, completou o presidente da IPA. 

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.




3 comentários:

  1. REPRESENTAÇÃO FICOU A DESEJAR , SENDO MONOPOLIZADA POR RIO E SÃO PAULO.
    APARENTEMENTE. PENSO QUE , A NÃO SER QUE ESTEJA ENGANADO, QUE DEVE SE
    ABRIR O LEQUE.

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela iniciativa em criar essa Associação, será de grande valia para os Guapor em lutar pelos direitos de ser uma Polícia Portuária.

    ResponderExcluir
  3. Creio q o momento é de união mesmo em prol de uma solução imediata(ida para ANTAQ), mesmo não concordando com a presença desse do RJ.
    Mas vamos a luta.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES