Postagem em destaque

FISCALIZAÇÃO CONSTATA IRREGULARIDADES EM PORTO DO PARÁ

Essas fiscalizações ocorreram em virtude de denúncia de trabalhadores portuários que, sem representatividade de fato, buscaram por mei...

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

0

EM SANTOS, GUARDA PORTUÁRIA REGISTROU 2203 OCORRÊNCIAS EM 2015


Acidentes de trânsito é o segundo tópico com maior índice de regsitros

Em comparação com o ano anterior, houve um acréscimo de 9,66%
A Guarda Portuária do Porto de Santos, litoral de São Paulo, mantém uma posição ativa na segurança do maior porto da América Latina. A sua atuação não se limita apenas no combate e registro dos ilícitos penais, mas também, como agente da Autoridade Portuária e como longamanus das demais autoridades, registra as mais variadas irregularidades cometidas pelos usuários do porto.



Na GPort, como a Guarda Portuária é conhecida em Santos, às ocorrências são tipificadas em 54 (cinquenta e quatro) títulos. Em comparação com o ano anterior, houve um acréscimo de 9,66%. Em 2014 foram efetuados 1.990 registros, já em 2015 foram 2.203.


Em 2015, o maior número de registros (605) foi de “Operação de Apoio”. Esse tipo de registro engloba todas as ocorrências em que a Guarda Portuária é solicitada a comparecer para apoiar a ação de algumas autoridades, entidade ou empresas. Nela são registradas a participação da Gport em operações da Polícia Federal, Receita Federal, Antaq, Capitania dos Portos, Anvisa, Polícia Civil, Polícia Militar, entre outros órgãos. Registro de divergências trabalhistas, solicitadas pelos sindicatos, principalmente em épocas de greve, também são registradas pela Guarda Portuária com esse tópico.



O segundo tópico que registrou o maior número de ocorrências (274) foi o de “Acidentes de Trânsito”. Na área do porto, todos os acidentes de trânsito são registrados pela Guarda Portuária. Acidentes ocorridos na Avenida Perimetral e envolvendo as composições ferroviárias encabeçam essa lista. Em virtude dos vários produtos a granel serem operados na área portuária contribuírem para tornar o piso escorregadio e a existência de trilhos das linhas férreas, acidentes com motos também são frequentes.
O terceiro tópico da lista de maior número de registros (246) é o de “Avarias”. Elas ocorrem devido a grande quantidade e diversidade de cargas que são operadas no porto e ao grande número de instalações. Os registros dessas ocorrências visam garantir o ressarcimento dos prejuízos causados.
Os registros de ocorrências de “Irregularidade” também são grandes (225). Nelas são registradas as irregularidades pelo descumprimento de Leis, Resoluções, Portarias, Normas Regulamentadoras (NR), entre outras. A Guarda Portuária efetua o registro e notifica o órgão da qual a irregularidade foi descumprida. Nesse caso chama à atenção a ocorrência de ingresso irregular, onde após o registro da GPort, a Receita Federal é notificada.
Outro tópico com grande número de registros (181) é o “Acompanhamento de Carga Perigosa”. Cabe a Autoridade Portuária acompanhar todo embarque e desembarque de cargas perigosas no porto e efetuar o devido registro.
Segue a lista os registros de “Extravio de Documentos” (173); “Furto” (193); “Sinistro” (082), esse na maioria dos casos, com a participação da Brigada de Incêndio da Guarda Portuária; “Mal Súbito” (078); “Acidente de Trabalho” (065); “Paralização de Serviço” (033); “Conduzido à Autoridade” (025); “Desentendimento” (018); “Roubo” (016); “Vandalismo” (010), e outros de menores incidências.
Cabe salientar que uma mesma ocorrência, dependendo do inspetor que fizer o registro, ser tipificada de modo diferente. Podemos citar como exemplo a ocorrência em que um veículo foi flagrado com a placa adulterada, nesse caso existe registro classificando essa ocorrência como “Irregularidade” e registro classificando com “Conduzido à Autoridade”.
LEIA TAMBÉM:
REGISTRO DE OCORRÊNCIAS DA GUARDA PORTUÁRIA
Incidência por Setores



Conforme a estatística demonstra, área onde ocorre o maior número de ocorrências é o “Macuco” (332). Isso ocorre em virtude dessa ser uma área grande, onde estão localizados os armazéns externos e grande parte da Avenida Perimetral, seguida pela área do “Paquetá” (315), também extensa e com armazéns externos e parte da Perimetral.
Incidência por período de trabalho



O maior número de registros acontece no período diurno, principalmente no período da manhã das 6h às 12h (726), quando geralmente as ocorrências que acontecem na noite são registradas.
Incidência por dias da semana



Quinta-feira aparece como o dia da semana com maior número de registros (367), seguido pela quarta-feira (350).
Incidência por turmas de serviço



Em 2015, a turma com maior número de registros foi a turma “A” (506), seguida pela turma “B” (468). Isso pode ser explicado em razão do perfil de trabalho de quem conduz a turma, e pelos seus integrantes.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES