Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA APREENDE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

O contêiner onde a droga estava escondida tinha como destino o Porto de Algeciras, na Espanha. Dois elementos foram presos em flagrant...

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

0

GUARDA PORTUÁRIA IMPLANTA MONITORAMENTO DE RÁDIO




Programa permitirá monitorar o áudio, dados e as localizações dos operadores, fornecer gerenciamento de registros e analisar os eventos que ocorreram

A Guarda Portuária do Porto de Santos, litoral de São Paulo, iniciou na última semana a implantação do gerenciamento da sua rede de radiocomunicação.
O rádio bidirecional DGP 4150, utilizado pela Guarda Portuária é o que existe de mais novo e avançado no segmento de radiocomunicação atualmente, agregando funcionalidades como GPS integrado, transmissão de dados, mensagens de texto, chamadas privativas, controle de usuários via software, dobro da capacidade de canais, possibilidade de integração de locais distantes, entre outros.
Esse rádio cumpre com os padrões militares americanos 810 C, D, E, e F, a especificação IP57 para submergibilidade e os testes de durabilidade e confiabilidade da Motorola.



Agora, com a implantação do programa russo TRBOnet, a Guarda Portuária poderá monitorar o áudio, dados e as localizações dos seus rádios, fornecer gerenciamento de registros e rever eventos que já ocorreram.
Com a implantação desse programa é possível o gerenciamento de todas as transmissões, incluindo recepção de alerta de chamada, envio de chamada de emergência, recepção de monitor remoto, envio de identificação de chamada (PTT-ID), recepção de verificação de rádio, recepção de chamada privada e desabilitação de rádio.
Automaticamente a cada recepção o software captura o nível de sinal RSSI e a posição GPS do rádio e cria tabelas com estes dados após o qual pode ser exportado para outros formatos como Google Earth®, permitindo a fácil visualização no micro, de cada ponto com seu respectivo sinal em dBm.


O sistema de despacho simples apoiado pelo programa TRBOnet consiste de um Radioserver que funciona como uma porta entre as estações de rádio e de rede IP e um número ilimitado de consoles expedidores. Todos os distribuidores são fornecidos com uma interface simples e fácil de usar, o que lhes permite atender dezenas de estações de rádio e grupos de rádio.
Todo o tráfego de rádio é registrado no sistema de expedição. O gerenciador do programa, que será o supervisor de segurança de serviço no Centro de Controle e Comunicação (CCCom), pode reproduzir discos de áudio e, se necessário, baixar arquivos de áudio separados para o seu PC para relatar.
Veja abaixo algumas das possibilidades de utilização do programa:
Despacho voz
A tecnologia de comunicações de VoIP oferece a possibilidade de transmissão de voz através de redes IP. Assim, um operador pode ter acesso remoto ao Radioserver via rede IP podendo se comunicar com os operadores da rede de rádio e outros operadores a partir de qualquer lugar do mundo.
Gravação de voz
O programa possibilita a gravação de todas as conversas entre os operadores, incluindo as chamadas privadas e mensagens de texto entre assinantes (IP conexão direta a repetidores necessário). As conversas são armazenadas como arquivos de áudio no disco rígido e são registradas no log de eventos com data e indicação de tempo e capacidade de reprodução.
TX passiva
A função Passive TX permite retardar a transmissão no caso de a linha está ocupada. O operador grava uma mensagem e posiciona na fila de espera.  O TRBOnet Radioserver transmite a mensagem logo que a linha fica livre.
Interfone
A função de intercomunicador permite que os operadores se comunicarem entre si separadamente da linha principal, e assim, diminuir a carga da linha.
Interconnect telefone
A função Interconnect telefone permite fazer chamadas de rádios para telefones e de telefones para rádios. Um operador também pode fazer chamadas a partir do computador.
CrossPatch e Sistema de IP Bridging
O CrossPatch permite o gerenciamento de grupos de conversação, canais, sites e sistemas em conjunto para permitir comunicação seemless entre todos os usuários de rádio de TRBOnet, independentemente da frequência ou se os rádios estão operando em Analógico, Digital, local IP conecte ou Capacity Plus.
Emergência
A chamada de emergência é ativada pelo botão de emergência em um rádio Motorola. Quando um operador pressiona o botão de emergência, o modo de alarme é ativado e o gerenciador recebe a mensagem de alarme. Todas as chamadas a partir deste operador se tornam uma transmissão e o sistema inicia o monitoramento do operador.
A situação inversa também é possível. Caso o rádio de um guarda portuário seja acionado seja acionado e esse não responder, é possível a emissão de um sinal de alerta. Se mesmo assim não houver uma resposta,  o gerenciador do sistema abrirá um canal de áudio com esse rádio e todo o som ao redor do mesmo será monitorado.
O sistema também pode gerar um sinal de alarme após alguns eventos programados pelo gerenciamento, tais como exceder o limite da área de operação ou da velocidade, em casos de viaturas.
O programa permite a indicação da localização dos operadores e rotas no mapa. São suportados os mapas Google Earth, MapPoint, MapLib, etc...
Posicionamento Indoor
TRBOnet ™ indoor é um sistema de software e hardware que permite o posicionamento e controle dos rádios em ambientes fechados onde os sinais do sistema GPS de navegação por satélite não estão disponíveis. Através desse software é possível saber de o rádio está na posição vertical ou horizontal. Em situações de combate, um rádio na posição vertical pode indicar que um operador foi abatido.
Delimitação geográfica e controle de velocidade
A função Geofencing permite que o gerenciador limite o movimento de operador. Ele pode adicionar regiões no mapa e fazer regras para entrar ou sair de uma região. Por exemplo, quando um operador deixa uma região, o sistema envia uma mensagem e gera um sinal de alarme para o gerenciador.
Mensagens (mensagens pré-definidas, mensagens de texto agendadas, Texto passivo)
O gerenciador e os operadores expedidores podem enviar mensagens. A função de mensagens pré-definidas permite o envio de mensagens do modelo. A função de mensagens de texto programado implementa a possibilidade de enviar mensagens em um intervalo exato ou no tempo definido pelo gerenciador. A função passiva de texto é utilizado em situações quando um operador está off-line. Se a mensagem foi enviada será entregue quando o assinante estiver online.
Telemetria
O programa usa os dados de sensores de telemetria e botões. Por exemplo, quando um botão de telemetria no rádio do operador é pressionado o distribuidor recebe a mensagem sobre a telemetria. O gerenciador pode definir os parâmetros para a telemetria.
Trabalhador Lone
A política de trabalhador solitário permite que o gerenciador defina um intervalo de tempo em que se espera a comunicação com um operador. Por exemplo, se um guarda portuário trabalha em um posto sozinho num posto perigoso e não acionou o rádio num intervalo de tempo pré-definido, o gerenciador emite um sinal de alerta, funcionando como uma ronda eletrônica.
Atividade do usuário



A função de atividade do usuário permite que ao gerenciador do sistema fazer listas de operadores, atribuídas de acordo com a sua atividade. Por exemplo, se um operador envia uma mensagem "em serviço" ou pressiona um botão de telemetria predefinido exato este subscritor é atribuído à lista de "em serviço" no Console Dispatcher remoto. O gerenciador também pode atribuir operadores as listas manualmente.
Stun matança passiva
O gerenciador pode dar um comando para matar um rádio que está off-line, assim que o rádio está online o servidor mata. Isso pode ser utilizado no caso de perda, extravio, furto ou roubo do rádio.
Alocação de rádio
Um rádio exato pode ser atribuído para um empregado registrado no sistema. Isto pode ser realmente útil para situações com trabalhadores por turnos. Nesse caso um empregado precisará digitar nome de usuário e senha para ter um rádio ou devolvê-lo. Quando o rádio é levado ele fica ativado e atribuído a este trabalhador no sistema. Quando o rádio é devolvido ele não mais está atribuído ao empregado e torna-se desativado novamente.
Para o gerente de ISPS Code da Guarda Portuária, Orlando Alves dos Santos, a implantação do programa no gerenciamento dos rádios completa o monitoramento já existente através das imagens e o monitoramento das viaturas por GPS. “O uso é estritamente profissional e visa a segurança do guarda portuário e do porto de um modo geral”, disse Orlando.
Segundo o Superintendente da Guarda Portuária Ezio Ricardo Borghetti, a função Interconnect telefone está implantada no seu celular e o dos seus dois gerentes, possibilitando transmitir ou ouvir as transmissões.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES