Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

0

ESTRUTURA DO ARMAZÉM CEDE E ATINGE TRABALHADOR PORTUÁRIO EM SANTOS




Área está cedida pela Codesp à USP desde 2013 e necessitava de investimentos para ser recuperada

Um trabalhador portuário foi atingido pela queda de parte do telhado do Armazém 8, localizado no Porto de Santos, na noite desde sábado (25). O acidente ocorreu por volta das 19h20, no trecho localizado na confluência da Rua Xavier da Silveira com a Avenida Conselheiro Nébias. A estrutura também atingiu dois veículos e bloqueou as linhas férreas da Margem Direita do Porto, interrompendo o tráfego de trens.
Segundo testemunhas, o trabalhador estava próximo ao local e foi atingido por alguns destroços, mas não sofreu nenhum ferimento grave, pois correu para se abrigar em uma área próxima.
Os veículos atingidos foram a moto de um funcionário da TB Cranes, uma empresa de dragagem, e a bicicleta de um vigia de embarcação, que estavam estacionados no local. Tanto o trabalhador quanto os veículos estacionados não poderiam estar no local, por não possuírem autorização para estarem em área primária do Porto, mas teriam adentrado através de portão não controlado.
A parte do telhado, que permanecia na estrutura, aparentava instabilidade e seria avaliada por um engenheiro da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), a autoridade portuária.
Histórico, o Armazém 8 faz parte de conjunto de estruturas tombadas como patrimônio cultural, pela relevância ao Porto de Santos. Desde agosto de 2013 ele está cedido pela Codesp à Universidade de São Paulo (USP), que prometeu na ocasião investir na revitalização do espaço. No entanto, somente três anos depois, a autoridade portuária informou que a universidade havia aberto licitação para recuperar o telhado do armazém. Enquanto isso, o local é utilizado pelo Instituto Oceanográfico da USP e as embarcações da universidade ficam atracadas ali.
Em nota, a Codesp confirmou o acidente e disse que toda a área dos armazéns históricos teve o fornecimento de energia elétrica interrompido. A estatal ainda informou que a operação de trens no ramal atingido está suspensa e que o secundário opera com composições em velocidade reduzida. A empresa também disse que o trabalhador e os veículos não poderiam estar ali e apura o que aconteceu no local.


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                 

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES