Postagem em destaque

CONPORTOS ABRE AS INSCRIÇÕES PARA NOVO CURSO DE ATUALIZAÇÃO PARA SUPERVISORES

Os candidatos poderão se inscrever no período de 10/07/2018 a 24/12/2018 e realizar o curso até o dia 31 de dezembro Desde ontem (...

quarta-feira, 7 de março de 2018

0

POLÍCIA PRENDE EM IPANEMA UM DOS NARCOTRAFICANTES MAIS PROCURADOS DO BRASIL





Ele é um grande fornecedor de drogas do Paraguai para as maiores facções criminosas do Brasil

Um homem apontado pela Polícia Civil como um dos mais procurados do Brasil e do Paraguai foi preso na noite desta terça-feira no Rio. Identificado como Elton Leonel Rumich da Silva, conhecido como "Galã" ou "Galant", de 34 anos, ele foi surpreendido e capturado por agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) no momento em que fazia uma tatuagem no interior de um estúdio em Ipanema, na Zona Sul da cidade.
De acordo com a especializada, Rumich é um grande fornecedor de drogas do Paraguai para as maiores facções criminosas do Brasil: Comando Vermelho, no Rio; e Primeiro Comando da Capital, em São Paulo. No interior do estúdio de tatuagem, de acordo com os agentes, ele apresentou um documento falso. Os policiais, porém, já sabiam da verdadeira identidade do procurado, depois de terem trocado informações com a Polícia Civil de São Paulo.
Rumich é acusado de ter participado do assassinato de Jorge Rafaat Toumani, que ocorreu em meados de 2016. Na ocasião, o narcotraficante foi morto em uma emboscada numa área de fronteira entre o Brasil e o Paraguai. O crime foi registrado por câmeras de segurança, cujas imagens foram divulgadas à época. Oito pessoas ficaram feridas. O objetivo de Rumich, ainda segundo a Polícia Civil, era assumir os negócios de Jorge Rafaat.
Por ser procurado nos dois países, Rumich utilizava diversos nomes falsos, como Ronald Rodrigo Benites, Oliver Giovanni da Silva, Elton da Silva Leonel, Gallant, Galan e Pakito. Ele, inclusive, foi alvo de um atentado em julho do ano passado em Pedro Juan Caballero, no Paraguai — mesma cidade onde Rafaat sofreu a emboscada. Rumich, na ocasião, teria sido levado para uma fazenda naquela região para se recuperar dos ferimentos.
Na noite desta terça-feira, Rumich foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso. Ele era considerado foragido do sistema penitenciário.
Fonte: Jornal Extra

Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                   COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES