Postagem em destaque

CODESP: COMISSIONADO NÃO TERIA CURSO PARA ASSUMIR SUPERINTENDÊNCIA DA GUARDA PORTUÁRIA

Para exercer a superintendência da Guarda, o ex-militar Luis Fernando Baptistella teria que cumprir o que preconiza a Constituição da...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 26 de março de 2019

0

VAZAMENTO DE COMBUSTÍVEL DE NAVIO MOBILIZA EQUIPES DE EMERGÊNCIA NO PORTO DE SANTOS



Óleo atingiu o Canal do Estuário. Local foi isolado e equipes trabalham na limpeza
Equipes de emergência tentam conter os danos ambientais ocasionados pelo vazamento de combustível de navio na margem esquerda do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, nesta segunda-feira (25). O acidente não deixou feridos, a área foi isolada e foi iniciado o processo de limpeza das embarcações envolvidas e de absorção de óleo no mar.

O vazamento de óleo bunker ocorreu depois que o mangote de uma barcaça rompeu durante o abastecimento do navio Star Lima, de bandeira norueguesa, atracado no terminal DP World Santos. Após identificado o ocorrido, o procedimento foi interrompido e equipes de emergência e de contenção de danos foram mobilizadas para conter a contaminação no mar.
Agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), militares da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) e servidores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) acompanham a situação. Até o início da tarde não havia a dimensão de quanto óleo havia vazado, nem a área atingida no canal.

A Codesp informou que presta apoio logístico ao Ibama e que o Plano de Emergência Individual (PEI) havia sido acionado às 9h20 pelo próprio terminal e pela firma responsável pelo abastecimento do navio. Barreiras de contenção foram instaladas, assim como mantas de absorção para retirar o óleo que permanecia na linha d'água no estuário.
O navio está atracado no costado do terminal para movimentar carga de papel e celulose. A agência responsável pela embarcação informou que equipes estão a bordo para realizar os trabalhos necessário e atender as autoridades envolvidas. A DP World informou que não tem responsabilidade sobre o ocorrido e não vai se posicionar.
Fonte: G1 Santos



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                          

                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.