Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 26 de agosto de 2022

0

PF APREENDE MAIS DE 1 TONELADA DE COCAÍNA EM EMBARCAÇÃO PESQUEIRA NO CEARÁ

 

A apreensão decorre de cooperação internacional com a Drug Enforcement Agency (DEA) e com a National Crime Agency (NCA)

A Polícia Federal (PF), em operação conjunta com a Marinha do Brasil (MB), prendeu seis pessoas em uma embarcação pesqueira com 1,2 tonelada de cocaína, em alto mar, a cerca de 600 quilômetros da costa de Fortaleza. A apreensão ocorreu em 16 de agosto e foi divulgada na última semana.

A ação se desenvolveu em atuação conjunta com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS/CE), por meio da Coordenadoria de Inteligência (Coin).

Investigação

De acordo com a PF, a quadrilha presa com 1,2 tonelada de cocaína, avaliada em mais de R$ 1 bilhão, era investigada há mais de um mês após "movimentações suspeitas" no Porto do Mucuripe, em Fortaleza.

"Começamos a perceber um movimento muito grande, movimentações suspeitas de carga em um navio no Mucuripe e passamos a fiscalizar. A embarcação zarpou sem autorização e sem rastreador, equipamento obrigatório para quem navega em alto mar", explica o delegado da Polícia Federal Alan Robson Alexandrino.

"Passamos a acompanhar, e uma embarcação da Marinha fez a abordagem em alto mar, a cerca de 600 quilômetros da costa de Fortaleza, e prendemos seis pessoas que estavam a bordo", diz. Dos seis presos, quatro são paranaenses, um é paulista; e o sexto, carioca.

Abordagem

Os policiais federais embarcaram no Navio Patrulha Oceânico Araguari, da Marinha do Brasil, e ao abordarem a embarcação, localizaram no porão, acondicionada sob toneladas de gelo, vários sacos impermeáveis contendo tabletes de cocaína. O comandante do pesqueiro e cinco tripulantes, que trafegava em águas internacionais, foram presos em flagrantes.



Além da droga e da própria embarcação, também foram apreendidos celulares, equipamentos e documentos. Os presos foram interrogados e indiciados pela PF.

Eles poderão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e por integrarem organização criminosa, com penas de até 34 anos de reclusão. A polícia segue com as investigações com a análise do material.

Cooperação Internacional

A apreensão decorre de cooperação internacional com a Drug Enforcement Agency (DEA) e com a National Crime Agency (NCA), órgãos policiais dos Estados Unidos e Reino Unido, respectivamente.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.