Postagem em destaque

CDRJ É CONDENADA A PAGAR DANOS MORAIS POR NÃO RENOVAR O PORTE DE ARMAS DE UM GUARDA PORTUÁRIO

  O magistrado assinalou que, ao proceder assim, a CDRJ expôs a vida e a integridade física do trabalhador a risco A Companhia Docas do Ri...

LEGISLAÇÕES

sábado, 14 de maio de 2022

0

RECEITA FEDERAL RETÉM CARGA DE ROLAMENTOS FALSIFICADOS NO PORTO DE SANTOS

 

Equipe de Gestão de Riscos selecionou e bloqueou um contêiner com 19,2 toneladas de rolamentos contrafeitos

A Alfândega da Receita Federal do Brasil (RFB), em Santos, litoral de São Paulo, reteve um contêiner, proveniente da China, com 19,2 toneladas de rolamentos falsificados das marcas TIMKEN, SKF, NSK, entre outros.

A seleção da carga foi feita pela área de Gestão de Riscos da Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp), com a inserção de parâmetros em sistemas gerenciados pela Instituição e análise das informações resultantes. Durante o processo, também são utilizadas imagens de escâneres.

No dia 2 de maio, após a verificação física e a confirmação da falsificação da mercadoria, a carga foi retida para a formalização da apreensão de ofício das mais de 19 toneladas de diversos tipos de rolamentos, avaliados em pouco mais de R$ 15 milhões.

Segundo a Receita Federal, a carga será destruída. Além dos riscos industriais, a comercialização dos produtos falsificados viola direitos autorais, causa prejuízo na arrecadação de impostos, aumenta o índice de desemprego, entre outros problemas.

Rolamentos

Rolamentos são dispositivos fabricados com alto grau de precisão e materiais de alta resistência que atendam às exigências de durabilidade e performance.

Eles são utilizados em componentes essenciais na área industrial, em motores, em diversos tipos de máquinas, na produção de energia hidrelétrica, em turbinas, em equipamentos hospitalares e no trem de pouso de aeronaves. Esses são alguns exemplos de uma infinidade de aplicações e que ilustram os riscos na utilização de componentes falsificados.

Além de colocar operações industriais inteiras em risco, a comercialização de produtos contrafeitos viola os direitos autorais, causa danos ao erário (prejuízo na arrecadação de impostos), aumento nos índices de desemprego, desencadeia a prática de concorrência desleal, alimenta o crime organizado e pode causar acidentes graves ou até mesmo fatais.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.