Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

terça-feira, 26 de junho de 2012

2

DIRETOR DO SINDICATO DOS CAMINHONEIROS DÁ DECLARAÇÃO INSENSATA SOBRE O SISTEMA DE SEGURANÇA DO PORTO DE SANTOS



No último dia 20, a Rede Bandeirantes de Televisão exibiu no seu telejornal local “Band Cidade”, uma matéria falando sobre a Segurança do Porto de Santos. Na reportagem o Gerente de ISPS-CODE Orlando Alves dos Santos mostrou o CCOM – Centro de Controle de Operações e Monitoramento, e falou sobre as câmeras e o controle de acesso.

No entanto, após a apresentação do Sistema de Segurança, a Repórter Paola Vianna, entrevista o Diretor Operacional do Sindicato dos Caminhoneiros, Fredy Aurélio Soares, que de forma insensata, ataca o Controle de Acesso do Porto.

A Repórter começa a entrevista dizendo: “Embora o sistema conte com vários recursos e tecnologias, há quem conteste a segurança, segundo o Diretor Operacional do Sindicato dos Caminhoneiros O ISPS CODE não é administrado da maneira que deveria ser”.

Fredy: “Aqui no Porto de Santos são poucos lugares que utilizamos este cartão do ISPS CODE, temos dois lugares somente”.

A Repórter continua: “conseguimos gravar o momento em que ele simula a entrada em um dos acessos para a área alfandegária, a máquina que lê o cartão de identificação estava desligada”.

Fredy: “A gente entra no cais de qualquer jeito, sem nenhuma identificação”.

Repórter: “Ele afirma ainda que  sem a fiscalização qualquer pessoa pode entrar em um local que deveria ter o máximo de segurança”.

Freddy: “Nós temos caminhões do Brasil todo que vem pro para Porto de Santos. Se nós tivermos algum contrabando, alguma coisa, a mercadoria vai entrar e vai embarcar no navio”.

GATE DESATIVADO

O Gate 13, demonstrado na entrevista, no qual o Diretor do Sindicato simula a entrada em um acesso para a área alfandegária, está desativado, ou melhor, na realidade ele nunca foi ativado, pois não faz parte dos Gates que dão acesso à área restrita do Porto e certificados pela Comissão Nacional de Segurança Pública de Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS), que em 15 de dezembro de 2010, concedeu a Declaração de Cumprimento ao Porto de Santos. Esta declaração assegura que a monitoração, a fiscalização e o controle dos meios de acesso ao cais público do Porto de Santos estão adequados às exigências internacionais de segurança portuária.

Além do 13, os Gates 16, 18, 20 e 22 também estão desativados. Estes Gates não dão acesso à área restrita do Porto, isto é, eles não possibilitam a entrada no cais, eles apenas possibilitam o acesso a uma via interna do Porto que permite acesso a alguns Terminais e aos Gates 14, 15, 17, 19 e 21, estes sim permitem o acesso aos navios.

A FALHA DA REPÓRTER
Ao não checar as declarações do Sr. Fredy na reportagem, a repórter falha, passando ao público uma informação não verdadeira, denegrindo a imagem do sistema de segurança do Porto de Santos.


REPORTAGEM NO JORNAL BAND CIDADE






2 comentários:

  1. beleza,mas já tomaram alguma providência em relação a isso?

    ResponderExcluir
  2. É do meu conhecimento que a Guarda Portuária está tomando providências sobre o assunto.
    O Sindicato e a Associação Profissional da Guarda Portuária - APROGPORT, poderiam fazer o mesmo.
    A CODESP e principalmente a Guarda Portuária não pode ser atacada com falsas verdades e ficarmos, todos, de braços cruzados.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES