Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 26 de junho de 2012

2

DIRETOR DO SINDICATO DOS CAMINHONEIROS DÁ DECLARAÇÃO INSENSATA SOBRE O SISTEMA DE SEGURANÇA DO PORTO DE SANTOS



No último dia 20, a Rede Bandeirantes de Televisão exibiu no seu telejornal local “Band Cidade”, uma matéria falando sobre a Segurança do Porto de Santos. Na reportagem o Gerente de ISPS-CODE Orlando Alves dos Santos mostrou o CCOM – Centro de Controle de Operações e Monitoramento, e falou sobre as câmeras e o controle de acesso.

No entanto, após a apresentação do Sistema de Segurança, a Repórter Paola Vianna, entrevista o Diretor Operacional do Sindicato dos Caminhoneiros, Fredy Aurélio Soares, que de forma insensata, ataca o Controle de Acesso do Porto.

A Repórter começa a entrevista dizendo: “Embora o sistema conte com vários recursos e tecnologias, há quem conteste a segurança, segundo o Diretor Operacional do Sindicato dos Caminhoneiros O ISPS CODE não é administrado da maneira que deveria ser”.

Fredy: “Aqui no Porto de Santos são poucos lugares que utilizamos este cartão do ISPS CODE, temos dois lugares somente”.

A Repórter continua: “conseguimos gravar o momento em que ele simula a entrada em um dos acessos para a área alfandegária, a máquina que lê o cartão de identificação estava desligada”.

Fredy: “A gente entra no cais de qualquer jeito, sem nenhuma identificação”.

Repórter: “Ele afirma ainda que  sem a fiscalização qualquer pessoa pode entrar em um local que deveria ter o máximo de segurança”.

Freddy: “Nós temos caminhões do Brasil todo que vem pro para Porto de Santos. Se nós tivermos algum contrabando, alguma coisa, a mercadoria vai entrar e vai embarcar no navio”.

GATE DESATIVADO

O Gate 13, demonstrado na entrevista, no qual o Diretor do Sindicato simula a entrada em um acesso para a área alfandegária, está desativado, ou melhor, na realidade ele nunca foi ativado, pois não faz parte dos Gates que dão acesso à área restrita do Porto e certificados pela Comissão Nacional de Segurança Pública de Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS), que em 15 de dezembro de 2010, concedeu a Declaração de Cumprimento ao Porto de Santos. Esta declaração assegura que a monitoração, a fiscalização e o controle dos meios de acesso ao cais público do Porto de Santos estão adequados às exigências internacionais de segurança portuária.

Além do 13, os Gates 16, 18, 20 e 22 também estão desativados. Estes Gates não dão acesso à área restrita do Porto, isto é, eles não possibilitam a entrada no cais, eles apenas possibilitam o acesso a uma via interna do Porto que permite acesso a alguns Terminais e aos Gates 14, 15, 17, 19 e 21, estes sim permitem o acesso aos navios.

A FALHA DA REPÓRTER
Ao não checar as declarações do Sr. Fredy na reportagem, a repórter falha, passando ao público uma informação não verdadeira, denegrindo a imagem do sistema de segurança do Porto de Santos.


REPORTAGEM NO JORNAL BAND CIDADE






2 comentários:

  1. beleza,mas já tomaram alguma providência em relação a isso?

    ResponderExcluir
  2. É do meu conhecimento que a Guarda Portuária está tomando providências sobre o assunto.
    O Sindicato e a Associação Profissional da Guarda Portuária - APROGPORT, poderiam fazer o mesmo.
    A CODESP e principalmente a Guarda Portuária não pode ser atacada com falsas verdades e ficarmos, todos, de braços cruzados.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES