Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DOS CERTIFICADOS DO CESSP

A prorrogação se deu diante da impossibilidade da realização do Curso de Atualização dos Supervisores de Segurança Portuária - CASSP, ...

domingo, 17 de junho de 2012

0

ESCALAÇÃO MISTA MOSTRA DISPARIDADES



Foto: Jornal A Trinuna / Escalação pelo sindicato - Santos Brasil

Na última sexta-feira (15/06) foi o primeiro dia do teste experimental da escalação dos trabalhadores portuários avulsos pela escala mista. Uma sendo executada pelo sindicato e outra pelo Ogmo. Em apenas 11 minutos os estivadores conseguiram escalar 14 ternos de trabalhadores, com 56 homens, seguindo a sistemática antiga, para o Terminal da Santos Brasil, enquanto o sistema do Ogmo conseguiu escalar apenas dois ternos, com 16 homens, em mais de duas horas, para o Terminal da Libra.


Foto: Diário do Litoral / Escalação pelo Ogmo - Libra

A escalação foi considerada uma vitória do movimento dos trabalhadores, pois demonstrou que o novo modelo implantado pelo Ogmo mostrou-se ineficaz.

Negociação com o MPT evolui

Após os procuradores do Ministério Público do Trabalho acenar com a possibilidade de um acordo, na sexta-feira foi realizado o primeiro encontro de negociação. Os procuradores concordaram com os estivadores em reincluir nas escalas algumas funções de estiva que estavam fora do novo modelo implantado pelo Ogmo. Dentre estas funções está a chamada de “câmbio livre” pelos estivadores. Ela é exercida pelo estivador preste a se aposentar ou portador de alguma moléstia, que não o impossibilite de trabalhar.


O presidente interino do sindicato dos estivadores, César Bahia disse que um acordo sobre a escala e também do intervalo de 11 horas entre uma jornada e outra está bem próximo. “Talvez, na segunda-feira, possamos fechar um acordo mediante um termo de aditivo à parte. Avançamos em alguns itens. Acho que dá para mesclar o trabalho dentro do intervalo, com algumas mudanças”.

Na próxima segunda-feira, à partir das 14:00 horas, sindicalistas e MPT estarão reunidos no Ogmo, quando pode haver um consenso. Se isto acontecer o TRT poderá homologar o acordo e suspender o julgamento previsto para o dia 27, isto porque está marcada uma audiência de conciliação para a próxima sexta-feira.
Foto: Diário do Litoral



                                                                                          Vídeo: Jornal a Tribuna 2ª Edição - 15/06/2012


Fonte: Jornal A Tribuna  /  TV Tribuna / Diário do Litoral


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES