Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

domingo, 24 de junho de 2012

0

TAG DE IDENTIFICAÇÃO VEICULAR SERÁ IMPLANTADA EM JULHO

          Velocidade e multas também serão rastreadas



Foi decidido pelo governo federal e a SINIAV (Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos) que começará a ser implantada, a partir de julho deste ano, a etiqueta eletrônica em automóveis, motos e caminhões, com o objetivo de fiscalizar melhor as vias e melhorar o trânsito. Os Detrans ficarão responsáveis pela instalação que deverá ser feita em todos os veículos de cada estado num prazo máximo de dois anos. O custo do equipamento gira em torno de R$ 20 e fica por conta do proprietário.


Segundo Dario Sassi Thober, fundador do Instituto Wernher Von Braun, que desenvolveu a tecnologia, o equipamento não funciona da mesma forma do GPS. Ele é uma tag eletrônica que apenas guarda uma chave criptografada que é alterada a cada passagem pelos pontos onde estão os sensores, os chamados pórticos.


Esse equipamento que já é usado em outros países, guarda na tag o conteúdo e ele só é lido pelas antenas oficiais, sem carregar nenhuma informação pessoal ou do veículo. Apenas os órgãos oficiais fazem o cruzamento das informações de ambiente e veículo. As tags serão instaladas nos pára-brisas dos veículos e nas vias haverão pórticos e antenas localizadas em pontos estratégicos que captarão os sinais do equipamento.


Em São Paulo, a etiqueta eletrônica começarou a ser usada em abril e evitará filas de congestionamentos nos pedágios, já que serão cobradas mensalidades por quilômetros rodados. Outra vantagem é que a etiqueta lê os dados mesmo que o veículo esteja em altas velocidades. O aparelho funcionará como indicador de congestionamentos e possibilitando que os órgãos de trânsito encontrem outras vias para desafogar os engarrafamentos.


O condutor que estiver com multas ou trafegando em alta velocidade também será captado, pois a tag registra a velocidade do veículo durante o seu movimento, não apenas sendo captado ao passar pelos pórticos. Essas mudanças deverão estar funcionando perfeitamente até 2014 e até lá, novos veículos já devem sair das concessionárias com o novo dispositivo.


Fonte: Naiane Nascimento – Leia Já




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES