Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

domingo, 22 de julho de 2012

0

GUARDAS PORTUÁRIOS RECEBEM TREINAMENTO DE ISPS CODE

GUARDA PORTUÁRIA / TREINAMENTO




Na última semana, no período de 16 à 20 de julho, os guardas portuários do Porto de Santos, vinculados a Companhia Docas do estado de São Paulo – CODESP, receberam treinamento de ISPS CODE - International Ship and Port Facílity Security Code.

O curso, nomeado como “Introdução ao ISPS CODE”, foi ministrado no Centro de Treinamento da CODESP pela Fundação de Estudos do Mar – FEMAR, credencia pela Diretoria de Portos e Costas – DPC, da Marinha do Brasil, patrocinado pelo Fundo de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo.

O curso apresenta uma introdução ao ISPS CODE abrangendo vários aspectos deste código internacional de segurança que foi criado pela Organização Marítima Internacional – IMO, após os atentados de 11 de setembro de 2001.

No curso foram discutidos os seguintes itens:

  • O Código ISPS e a Proteção Marítima
  • Incidentes de Proteção
  • Regulamentação Internacional
  • Estrutura do Código ISPS
  • Governo Contratante e Autoridade Marítima
  • Níveis de Proteção
  • Funcionário de Proteção da Companhia
  • Oficial de Proteção do Navio
  • Funcionário de Proteção da Instalação Portuária
  • Declaração de Proteção
  • Regulamentação Brasileira
  • Processo de Obtenção da Certificação
  • Política de Proteção da Companhia
  • Avaliação de Proteção
  • Plano de Proteção do Navio
  • Interface Navio-Porto
  • Ações de Proteção
  • Assegurar Desempenho dos Deveres de Proteção
  • Plano de Contingência
  • Equipamentos de Proteção
  • Atividades não Cobertas pelo Código ISPS

O Código ISPS foi promulgado com o objetivo de contribuir para o estabelecimento de uma estrutura internacional de proteção ao setor de transporte marítimo envolvendo tanto os navios como as instalações portuárias. Após a implementação das disposições contidas no Código ISPS, a sua gestão requer um treinamento constante.

No Brasil,  a DPC assumiu como autoridade responsável pela implementação e gestão na parte relativa a navios e a CONPORTOS – Comissão Nacional de Segurança Pública Portuária na parte relativa às instalações portuárias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES