Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

0

PORTO DA LAGUNA : A COISA AGORA ESTÁ PEGANDO FOGO !!!


SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA / GUARDA PORTUÁRIA






Depois da matéria aqui publicada sobre os desmandos da chefe de núcleo do Porto da Laguna Sra. Denise Pegorara, fomos surpreendidos com mais uma série de questões pertinentes a mesma. Denúncias de todos os tipos nos levam a crer que o destino do porto não está em boas mãos. Desvios de conduta, práticas ilegais e imorais tem sido comuns no dia a dia da administração portuária. 

O Sintac

O sindicato dos trabalhadores portuários tem sido alvo constante por parte da chefe de núcleo, e as represálias não param. Exercendo suas funções no porto desde o ano de 1959 o SINTAC agora parece ser a bola da vez. Tenta a referida chefe de núcleo a todo custo eliminar o sindicato das atividades portuárias trazendo para dentro do porto empregados terceirizados. A justificativa para tal ato tem sido contestada pela categoria dos trabalhadores, dos armadores e encontra amparo também em outros setores e chefias da administração do próprio porto.

O diretor do SINTAC Lúcio Ricardo Natal tem denunciado as irregularidades supostamente cometidas pela chefe de núcleo que vem prejudicando o bom funcionamento do porto e a harmonia dentre aqueles que ali desempenham sua funções. Denúncias no TCU, MP, MINISTÉRIO DO TRABALHO, CODESP e boletins de ocorrência na delegacia, tornaram-se parte do dia a dia do sindicato que além de garantir os direitos dos seus tem também lutado pelo bom funcionamento do porto da Laguna.

Um dos casos que chamou a atenção dentre todas as denuncias, foi no contrato emergencial com uma advogada para representar o porto da Laguna e a mesma seria paga pelo Porto de Santos, isso resultou na condenação pelo TCU. Outro fato no mínimo estranho é a insistência da referida chefe de núcleo em desalojar o SINTAC de uma sala (cedida por termo normativo), me parece descabido ou no mínimo incoerente, já que o prédio da antiga administração do porto foi cedido a uma escola de enfermagem sem licitação, e dizem que por obra e graça da Sra. Denise Pegorara, patrimônio do povo brasileiro servindo a interesses individuais.

Cabe aqui ressaltar que no meio dessa prova de fogo instituída pela chefe de núcleo do Porto da Laguna Sra. Denise Pegorara, surge uma pessoa de bom senso, que tem se mostrado conciliador e interessado na defesa dos direitos dos trabalhadores portuários, bem como no bom funcionamento do porto lagunense, trata-se do Sr. Claudionor Dias Pereira, chefe do núcleo de manutenção e reparos do porto. Claudionor popularmente conhecido como Claudinho tem se mostrado o fiel da balança, sempre buscando o entendimento mesmo que isso lhe custe desentendimentos com a Sra. Denise Pegorara, como o acontecido na CI 137/2012 que trata de percentual a ser repassado ao sindicato e da escala de trabalho dos portuários. Em resposta a CI emitida pela chefe de núcleo Denise Pegorara, Claudinho diz desconsiderar a referida CI (comunicação interna), tal ato felizmente acalmou os ânimos dos trabalhadores, já bastante exaltados com os acontecimentos. O fato é que além da fadiga laboral, os trabalhadores portuários têm sido vítimas de uma grande pressão psicológica que bem poderia caracterizar assédio moral.  

Festa da Porcada

Segundo o Sintac, Denise Pegorara tentou emplacar mais uma festa na área do porto, no entanto, em folha de informação, esta festa não foi autorizada por Claudionor Dias Pereira.

 Nepotismo

Lúcio Natal denuncia ainda que Denise Pegorara colocou uma prima como secretária, através de uma firma terceirizada que presta serviço a CODESP. Não satisfeita, colocou ainda outro primo no almoxarifado através da mesma firma.

CODESP não reconhece diretor

 
Segundo o Sintac, a CODESP não reconhece Lúcio Natal como diretor do Sintac, por não ter sido comunicada, no entanto, ele é Diretor Social, pois o antigo diretor pediu afastamento para concorrer a um cargo político na cidade, e posteriormente se afastou em definitivo.

Em 29 de agosto de 2012, o Porto de Laguna foi notificado através do ofício 144/2012 de que Lúcio Natal assumiu como suplente de Diretor Social. O Edital de Retificação da Eleição foi comunicado com antecedência a administração do Porto.
 

Fonte: Site Apimentado - Sintac

 


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do órgão de imprenssa que a publicou e do Sintac. O nosso papel é apenas manter informado aqueles que acompanham o Blog, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária ou com a Guarda Portuária, nesse caso, o dirertor do sindicato é guarda portuário.
 

Leia Também:

LAGUNA, UM PORTO SEM LEI

 

PRIMEIRA DAMA PROMOVE BAIXARIA NO PORTO  

 

O PRESIDENTE E SEUS HOMENS  

 

O PRESIDENTE E SEUS HOMENS II  

 

 

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES