Postagem em destaque

TRAFICANTES ATIRAM CONTRA GUARDAS AO TENTAREM DESPACHAR 400 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

Ao fugir, caminhoneiro destruiu cancela de segurança, bateu em árvore, mas foi detido em flagrante com parte da droga Aproximadamen...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

0

GUARDA PORTUÁRIA É PRIORIDADE





A prioridade dos portuários é garantir ao menos três pontos na revisão da MP 595: a defesa das administrações portuárias, o resgate da Guarda Portuária – esquecida na redação do texto – e tratamento igual entre portos públicos e particulares, já que a medida provisória permite a terminais privados movimentarem cargas que eram exclusivas de áreas públicas.

A Plenária dos Trabalhadores Portuários, iniciada terça-feira na capital federal, será encerrada hoje com um balanço de tudo o que aconteceu ontem no Congresso Nacional. A paralisação de seis horas marcada para ocorrer entre 7 e 13 horas de amanhã está confirmada. Como acontecerá em todos os portos do País, é necessário discutir hoje os detalhes das manifestações.

Ontem, vereadores santistas passaram o dia andando de um lado para o outro do Congresso Nacional em busca de apoio político de diversos partidos para tentar barrar a MP 595. “Estamos preocupados. Não somos contra o desenvolvimento. Mas nos preocupa a questão do futuro do trabalhador avulso”, diz Sandoval Soares (PSDB), presidente da Comissão de assuntos Portuários da Câmara e vereadores de Santos.

CAP

A deputada estadual Telma de Souza (PT-SP) garantiu na reunião do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) apoio à luta pela garantia da natureza deliberativa do órgão. A deputada também abordou o assunto na tribuna da Assembleia Legislativa, dizendo que continuará à disposição dos trabalhadores portuários para intermediar os debates.

Sindicato faz convocação

A plenária conjunta das Federações Portuárias (FNP / FNE / FENCCOVIB), reunida com os Sindicatos Portuários de todo o Brasil, deliberaram no dia 19/02, por uma paralisação nacional nos dias 22 e 26 de fevereiro conforme comunicado anexo.

Ainda que, se formalmente marcando o ponto nos horários e locais de trabalho, é fundamental aderirmos as paralisações juntamente com os demais sindicatos de avulsos.

Portanto, estamos convocando o companheiro, para participar de ato público a ser realizado na sexta-feira, dia 22/02, as 11:30 horas, em frente aos portões da Presidência da CODESP.

 Avise para todos os colegas de trabalho que também compareçam ao ato.

É muito importante a participação maciça de toda a Diretoria do SINDAPORT.
 

 

Fonte: Jornal A Tribuna / Sindaport

Nenhum comentário:

Postar um comentário