Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DAS DECLARAÇÕES DE CUMPRIMENTO

A prorrogação da validade não se aplica às Declarações de Cumprimento que sofreram suspensão ou cassação pelo Colegiado da CONPORTOS o...

quarta-feira, 20 de março de 2013

0

SEGURANÇA PORTUÁRIA É TEMA DE PALESTRA NO PORTO ORGANIZADO



O especialista destacou a necessidade do equilíbrio no cumprimento das atividades em segurança
 
 

A Guarda Portuária da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (Soph) participou, na última semana, de uma palestra sobre segurança portuária com o superintendente do Porto de Vitória (Codesa), Eduardo Prata, e o coordenador de Segurança Portuária do Porto de Vitória, Antônio Carlos dos Santos.

Com grande experiência no ramo de segurança, tendo sido inclusive policial civil, Antônio Carlos é conhecido por estimular exercícios surpresa no Porto de Vitória como forma de avaliação. Na palestra, abordou aspectos em segurança portuária como níveis de segurança, controle de acesso, importância de boletins de ocorrência, entre outros procedimentos usados no Porto de Vitória - considerado maior complexo portuário da América Latina e referência em exportação.

O especialista destacou a necessidade do equilíbrio no cumprimento das atividades em segurança. “O guarda portuário não está lidando com bandido, mas com trabalhadores portuários. Mas se entrar um bandido, a história é outra”, disse bem humorado.

A iniciativa foi bem recebida. “Ampliou minha visão como guarda. Além de que estávamos precisando de motivação no sentido profissional”, disse Risomar Miguel dos Santos, guarda portuário. O guarda Djavan Almeida, enfatizou que foi a primeira vez que a Guarda Portuária teve algo do tipo. “Foi um bom conteúdo em relação à segurança”, disse.

Para o palestrante, a Guarda Portuária é a “força de segurança” do Porto. “É importante transformar a instalação portuária em um terminal seguro para importações e exportações. A carga estará segura de arrombamentos, o operador portuário se sentirá bem trabalhando e o comércio se interessará pelo serviço. Além de evitar problemas maiores, como roubo, furto”, explicou Antônio Carlos.

“O Porto Organizado faz parte de uma cadeia de logística: a soja daqui é exportada para o exterior, é preciso o devido cuidado. Por isso a Guarda Portuária é importante”, disse o superintendente Eduardo Prata.

SISTEMA DE MONITORAMENTO

Durante a palestra o diretor-presidente da Soph, Ricardo Sá, anunciou a contratação do sistema de monitoramento especialmente projetado para o Porto Organizado. “Tivemos o apoio da Policia Militar e da Assessoria Militar do Ministério Público, o que resultará num controle de pessoas físicas e veículos dentro da área do Porto trazendo maior segurança a todos, tanto trabalhadores quanto cargas“, disse.

Segundo Ricardo de Sá, a palestra é o início de um novo momento da gestão do Porto Organizado de Porto Velho. “A eficiência em todas as áreas será trabalhada”, garantiu.


Fonte: Assessoria Soph / Rondoniadinamica / Segurança Portuária Em Foco
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES