Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

0

NO PORTO DE SANTOS, EMPREGADO DA SANTOS BRASIL É ASSASSINADO




Diretor de trânsito do Porto é morto a tiros em Avenida de Guarujá, SP.
Polícia investiga o caso e não descarta a hipótese de execução.
Homens em uma moto dispararam vários tiros na noite desta terça-feira.

 


O Diretor de Trânsito do Porto em Guarujá, no litoral de São Paulo, Margem Esquerda do Porto de Santos, foi morto na noite desta terça-feira (16) em uma das avenidas maia movimentadas da cidade. A Polícia não descarta uma execução.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 22h, na avenida Adhemar de Barros. De acordo com testemunhas, Adenílson Lima da Silva, de 39 anos, seguia de carro para o centro da cidade quando duas pessoas em uma moto começaram a disparar tiros em direção a ele.

Adenílson foi baleado, mas mesmo assim, o veículo não parou. O carro subiu na ciclovia e percorreu alguns metros na contramão até bater e parar. Algumas pessoas que estavam no local disseram que os criminosos fizeram vários disparos. Pelo menos quatro tiros atingiram a vítima. O diretor foi encontrado morto dentro do carro que estava parado em cima da calçada e com a chave no contato.

A polícia encontrou os pertences do diretor dentro do carro. No local havia computador, celular e a pasta de trabalho. Adenílson trabalhava há 13 anos na empresa portuária Santos Brasil e era o responsável pelo trânsito na área portuária de Guarujá, responsável por organizar os caminhões que entram e saem na Rua do Adubo, que dá acesso à margem esquerda do Porto de Santos.

A Polícia Civil irá investigar o caso e, por enquanto, nenhuma hipótese foi descartada. A mais provável, por conta das características do crime, é execução.

A criminalidade tem se instalado na Margem Esquerda do Porto de Santos, quadrilhas que lá atuam, tem dado muito trabalho a Polícia Militar, Polícia Civil e a Guarda Portuária.

Recentemente o coronel Carlos Celso Castelo Branco Savioli classificou de ‘heróis’ os policiais que atuam no município de Guarujá: “Com exceção da sua região central, está ‘carregado’ em seus extremos, referindo-se expressamente ao Distrito de Vicente de Carvalho e à parte compreendida entre a Enseada e a divisa com Bertioga”, diz.

No dia 29 de março, durante patrulhamento de rotina pela Enseada, em Guarujá, dois policiais militares foram surpreendidos pelo ataque a tiros dos ocupantes de uma moto. Sete disparos atingiram a viatura dos patrulheiros, mas eles escaparam ilesos.

O atentado ocorreu às 7h20 na Avenida D. Pedro I com a Rua Argentina. Dois soldados transitavam pelo local com a viatura Parati, prefixo I-21515, quando o ocupante da garupa de uma moto começou a disparar.

Viaturas da Guarda Portuária também foram alvos de ataques. Um guarda portuário, após ser rendido, só não morreu porque a arma do vagabundo pipocou. O clima é de apreensão para quem trabalha naquela região. Infelizmente nem tudo é divulgado pela imprensa, cabendo a quem ali exerce a sua função, aguardar que as autoridades competentes tomem uma atitude mais enérgica para dar fim a esse clima de impunidade.


Polícia busca homens que mataram consultor de trânsito

A Polícia Civil em Guarujá, no litoral de São Paulo continua a procura dos suspeitos de terem matado um consultor de trânsito da cidade. Neste início da investigação a polícia trabalha com todas as possibilidades. Os investigadores devem analisar imagens de câmeras que mostram todo o percurso que ele fez, desde a saída do terminal portuário até o local do crime.

A polícia vai analisar também pelo menos dois boletins de ocorrência, um registrado no fim do ano passado e outro há cerca de um ano, que envolvem o nome de Adenílson.

 

Fonte: G1 / Jornal A Tribuna – Edição Segurança Portuária Em Foco
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES