Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA PARTICIPA DO DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

A Guarda Portuária voltou a participar após 35 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1982 Ontem (07) a Guarda Portuár...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

0

CAMINHONEIROS SÃO PRESOS APÓS DESCOBERTA DE DESVIO DE FERTILIZANTES DO PORTO DE SANTOS



37 toneladas de fertilizantes e 2 caminhões foram encontradas em galpão.




Dois caminhoneiros foram presos em flagrante nesta terça-feira sob a acusação de furtar toneladas de fertilizantes que chegaram do exterior pelo Porto de Santos e teriam como destino indústrias do polo de Cubatão.

A carga, que continha 37 toneladas de fertilizantes e dois caminhões, foram encontrados em um galpão na Vila Áurea, no distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá-SP, na Margem Esquerda do Porto. 

Os donos dos veículos, os motoristas Luiz Ricardo Alves Guinatti, de 37 anos, e Júlio Paranhos Ferreira, de 45 anos, foram presos em flagrante, no galpão. Ainda de acordo com a polícia, eles roubavam parte da carga e completavam o peso dos caminhões com água para despistar a fiscalização.
Esquema

Para o sucesso do esquema os acusados prepararam reservatórios de água no fundo das carretas de seus caminhões. Esses aparatos não podiam ser vistos com os veículos carregados, porque ficavam ocultos debaixo das cargas.
“Os reservatórios só eram enchidos de água após os acusados desviarem cerca de três a quatro toneladas de fertilizantes de cada carreta. Quando os veículos chegavam aos seus destinos, a sua pesagem não acusava diferença e o furto não era percebido”, explica o investigador Paulo Carvalhal.
Desvio
Cerca de 27 toneladas furtadas estavam no galpão. Desse montante, aproximadamente sete haviam sido desviadas dos veículos achados no local. As demais toneladas teriam sido subtraídas em outras viagens feitas pelos mesmos caminhoneiros, conforme o investigador Carvalhal.

Apreendidas nos caminhões, as notas fiscais dos fertilizantes dão uma dimensão dos prejuízos gerados pela ação criminosa. O documento do veículo conduzido por Luiz Ricardo acusa o transporte de 27,4 toneladas avaliadas em R$ 21,7 mil. Na nota achada na carreta guiada por Júlio estão declaradas 24,8 toneladas ao valor total de R$ 19,6 mil.



O delegado Claudio Rossi autuou os dois caminhoneiros em flagrante pelo crime de furto qualificado, determinando a remoção de ambos à cadeia. Porém, as investigações prosseguem, para identificar e prender outros envolvidos no esquema. Apelidado de Pedregulho, um deles seria irmão de Júlio e responsável pelo galpão.


Fonte: Jornal a Tribuna / TV Tribuna


Vejo o Vídeo da Reportagem da TV Tribuna:




 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES