Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

domingo, 27 de outubro de 2013

0

GUARDA PORTUÁRIA DETÉM CAMINHONEIRO QUE CAUSOU ACIDENTE, FUGIU E DASACATOU GUARDA


Na última segunda-feira (21), a equipe da Ronda de Policiamento Com Motos da Guarda Portuária (ROCAM-POLICIAMENTO) interceptou um caminhoneiro que após ter causado um acidente de trânsito, fugiu do local e desacatou um guarda portuário.
 
 



Um motociclista entrou em contato com uma das viaturas da Guarda Portuária, posicionada em ponto fixo na Av. Perimetral, próximo ao Elevado Paquetá, e comunicado que tinha visualizado um motorista de caminhão ter causado um acidente de trânsito e ter se evadido do local.

Segundo o guarda portuário Salles, ele parou o veículo e na abordagem questionou o motorista sobre o ocorrido, sendo então lhe solicitado que aguardasse no local para o registro da ocorrência, no entanto, este caminhoneiro começou a destrata-lo, proferindo ofensa com palavras de baixo calão e alegando que ele não tinha autoridade nenhuma, evadindo-se com o seu veículo do local.

Acionada pelo Centro de Controle e Monitoramento (CCOM), os guardas portuários Murilo, Nilvandro e Rafael, integrantes da Equipe Rocam-Policiamento, foram em apoio ao guarda Salles e interceptaram o motorista na Avenida Perimetral, próximo à saída para a Avenida Mário Covas.

Foi então acionado para ali comparecer o Inspetor Mauro Augusto, acompanhado do guarda Adriano Santana, que conduziu as partes para a Delegacia de Atendimento ao Turista (DEATUR), localizada na área portuária, próximo ao Portão 12, onde foram apresentadas a Del. Dra. Martha Vergine, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência 85/2013 (BO) do acidente de trânsito e do crime de desacato.

Naquele Distrito Policial o motorista, identificado como sendo Dirceu Santos de Araújo, admitiu que uma peça do seu caminhão (calibrador do pneu) tinha quebrado e que um motociclista parou ao lado do seu caminhão e avisado que ele havia batido em um carro, sendo que logo após a motorista do veículo avariado se aproximou dizendo que acionaria a Polícia Militar, quando ele disse: “A PM não virá, anota a placa e aciona o seguro”. Também admitiu ter falado palavras de baixo calão ao guarda portuário que o havia abordado.

A motorista do veículo avariado, um Citroen C3, também compareceu ao Distrito e confirmou tudo o que houvera ocorrido. O veículo sofreu amassamento no batente da porta traseira, do lado esquerdo.


O crime de Desacato
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES