Postagem em destaque

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL REALIZA CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA OS AGENTES DA GUARDA PORTUÁRIA

O objetivo do curso é capacitar os agentes para exercerem suas funções em toda a área portuária A Administração do Porto de São ...

domingo, 27 de outubro de 2013

0

GUARDA PORTUÁRIA DETÉM CAMINHONEIRO QUE CAUSOU ACIDENTE, FUGIU E DASACATOU GUARDA


Na última segunda-feira (21), a equipe da Ronda de Policiamento Com Motos da Guarda Portuária (ROCAM-POLICIAMENTO) interceptou um caminhoneiro que após ter causado um acidente de trânsito, fugiu do local e desacatou um guarda portuário.
 
 



Um motociclista entrou em contato com uma das viaturas da Guarda Portuária, posicionada em ponto fixo na Av. Perimetral, próximo ao Elevado Paquetá, e comunicado que tinha visualizado um motorista de caminhão ter causado um acidente de trânsito e ter se evadido do local.

Segundo o guarda portuário Salles, ele parou o veículo e na abordagem questionou o motorista sobre o ocorrido, sendo então lhe solicitado que aguardasse no local para o registro da ocorrência, no entanto, este caminhoneiro começou a destrata-lo, proferindo ofensa com palavras de baixo calão e alegando que ele não tinha autoridade nenhuma, evadindo-se com o seu veículo do local.

Acionada pelo Centro de Controle e Monitoramento (CCOM), os guardas portuários Murilo, Nilvandro e Rafael, integrantes da Equipe Rocam-Policiamento, foram em apoio ao guarda Salles e interceptaram o motorista na Avenida Perimetral, próximo à saída para a Avenida Mário Covas.

Foi então acionado para ali comparecer o Inspetor Mauro Augusto, acompanhado do guarda Adriano Santana, que conduziu as partes para a Delegacia de Atendimento ao Turista (DEATUR), localizada na área portuária, próximo ao Portão 12, onde foram apresentadas a Del. Dra. Martha Vergine, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência 85/2013 (BO) do acidente de trânsito e do crime de desacato.

Naquele Distrito Policial o motorista, identificado como sendo Dirceu Santos de Araújo, admitiu que uma peça do seu caminhão (calibrador do pneu) tinha quebrado e que um motociclista parou ao lado do seu caminhão e avisado que ele havia batido em um carro, sendo que logo após a motorista do veículo avariado se aproximou dizendo que acionaria a Polícia Militar, quando ele disse: “A PM não virá, anota a placa e aciona o seguro”. Também admitiu ter falado palavras de baixo calão ao guarda portuário que o havia abordado.

A motorista do veículo avariado, um Citroen C3, também compareceu ao Distrito e confirmou tudo o que houvera ocorrido. O veículo sofreu amassamento no batente da porta traseira, do lado esquerdo.


O crime de Desacato
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES