Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DOS CERTIFICADOS DO CESSP

A prorrogação se deu diante da impossibilidade da realização do Curso de Atualização dos Supervisores de Segurança Portuária - CASSP, ...

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

0

COM CNH FALSA E PLACA DO CAMINHÃO ADULTERADA, MOTORISTA É DETIDO PELA GUARDA PORTUÁRIA



 
 
No último dia 15, o guarda portuário Marcio Steil, que atua na sinalização do Setor de Trânsito da Guarda Portuária de Santos-SP, quando trafegava pela Avenida Eduardo P. Guinle, próximo a subida do viaduto da Praça Nossa Senhora de Fátima, teve a sua atenção voltada para um caminhão que tinha um dos caracteres de sua placa borrada com uma tinta de cor branca.
 

Steil determinou que o motorista parasse o veículo e via rádio solicitou o apoio dos guardas Murilo, Nilvandro e Rafael das Rondas Com Apoio de Motos – ROCAM que de imediato ali compareceram.

Ao ser abordado o motorista Leandro Nunes de Lima alegou desconhecer que a placa do veículo que ele conduzia estava com um dos caracteres obstruído, e muito menos quem poderia ser o autor da irregularidade. Ao verificar a carteira nacional de habilitação (CNH), o guarda Steil suspeitou de falsificação. De início Leandro relutou em admitir a falsificação, dizendo que não havia nada de irregular naquele documento, mais após várias insistências do Gp Steil, ele acabou admitindo que realmente a sua habilitação era falsa e que havia adquirido de um estivador pelo valor de R$ 300,00 (trezentos reais), não sabendo no entanto, dizer o nome do fornecedor.
 

Diante do exposto, foi acionado para comparecer no local a Ronda Setorial III integrada pelo guarda portuário Braz e pelo Inspetor Mauro Augusto, e a Ronda do Trânsito I, integrada pelos guardas Marlon e Wagner, que conduziram o elemento para o 1º Distrito Policial.




Naquela repartição policial ele foi apresentado a Dra. Del. Edna Pacheco F. Garcia, que autuou Leandro por uso de documento falso (art.304). Em consulta da habilitação apresentada, foi constatada que era ela falsa. A sua habilitação verdadeira tinha o seu prazo de validade vencida em 28/02/2013 e recolhida pela autoridade de trânsito.



A delegada solicitou que a Guarda Portuária escoltasse o veículo até o Distrito Policial, onde foi realizada a perícia da placa.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES