Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

0

COM CNH FALSA E PLACA DO CAMINHÃO ADULTERADA, MOTORISTA É DETIDO PELA GUARDA PORTUÁRIA



 
 
No último dia 15, o guarda portuário Marcio Steil, que atua na sinalização do Setor de Trânsito da Guarda Portuária de Santos-SP, quando trafegava pela Avenida Eduardo P. Guinle, próximo a subida do viaduto da Praça Nossa Senhora de Fátima, teve a sua atenção voltada para um caminhão que tinha um dos caracteres de sua placa borrada com uma tinta de cor branca.
 

Steil determinou que o motorista parasse o veículo e via rádio solicitou o apoio dos guardas Murilo, Nilvandro e Rafael das Rondas Com Apoio de Motos – ROCAM que de imediato ali compareceram.

Ao ser abordado o motorista Leandro Nunes de Lima alegou desconhecer que a placa do veículo que ele conduzia estava com um dos caracteres obstruído, e muito menos quem poderia ser o autor da irregularidade. Ao verificar a carteira nacional de habilitação (CNH), o guarda Steil suspeitou de falsificação. De início Leandro relutou em admitir a falsificação, dizendo que não havia nada de irregular naquele documento, mais após várias insistências do Gp Steil, ele acabou admitindo que realmente a sua habilitação era falsa e que havia adquirido de um estivador pelo valor de R$ 300,00 (trezentos reais), não sabendo no entanto, dizer o nome do fornecedor.
 

Diante do exposto, foi acionado para comparecer no local a Ronda Setorial III integrada pelo guarda portuário Braz e pelo Inspetor Mauro Augusto, e a Ronda do Trânsito I, integrada pelos guardas Marlon e Wagner, que conduziram o elemento para o 1º Distrito Policial.




Naquela repartição policial ele foi apresentado a Dra. Del. Edna Pacheco F. Garcia, que autuou Leandro por uso de documento falso (art.304). Em consulta da habilitação apresentada, foi constatada que era ela falsa. A sua habilitação verdadeira tinha o seu prazo de validade vencida em 28/02/2013 e recolhida pela autoridade de trânsito.



A delegada solicitou que a Guarda Portuária escoltasse o veículo até o Distrito Policial, onde foi realizada a perícia da placa.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES