Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA APREENDE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

O contêiner onde a droga estava escondida tinha como destino o Porto de Algeciras, na Espanha. Dois elementos foram presos em flagrant...

sábado, 12 de julho de 2014

0

CARRO COM DUAS PESSOAS CAI NO CANAL DO ESTUÁRIO DO PORTO DE SANTOS



Na última quinta-feira (10), duas pessoas morreram após um gol prata, da empresa Vila Rica Rent a Car, que presta serviço para a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), caiu no canal do Estuário do Porto de Santos, no litoral de São Paulo. Os bombeiros foram acionados para fazer as buscas pelas vítimas. O acidente foi flagrado pelas câmeras de monitoramento da Codesp. A causa do acidente ainda não foi esclarecida.
De acordo com a estatal, o automóvel saiu da garagem por volta das 2h30. Pouco tempo depois, foi constatado o seu desaparecimento. Conforme verificado pelas câmeras de monitoramento da Codesp, o carro sofreu o acidente às 2h55. Ele caiu na água próximo ao navio Niledutch Gazelle, no ponto 4 do Cais do Saboó.

Acionado para fazer o resgate das vítimas, o Corpo de Bombeiros chegou ao local às 8h. Além da Guarda Portuária e da Polícia Científica, a Marinha do Brasil também prestou apoio à ocorrência. A Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) enviou uma lancha para ajudar nos trabalhos
Ainda de acordo com a Codesp, dentro do carro estavam um motorista terceirizado e um técnico de fiscalização de navios responsável por acompanhar as operações dos navios. Parte do Porto precisou ser interditada para facilitar as buscas. O local do acidente é uma área restrita e pode ser acessada apenas por pessoas autorizadas.

Com a ajuda de mergulhadores, o veículo foi facilmente achado e removido do mar. Os dois trabalhadores foram encontrados mortos por volta das 11h35, dentro do veículo submerso a uma profundidade de 14 metros.
A área onde aconteceu o acidente ficou interditada durante toda a manhã de quinta-feira. Um guincho removeu o carro do fundo do mar e o desvirou. Os corpos permaneceram dentro do veículo, que também ficou no local para perícia da Polícia Civil.
O motorista terceirizado Claudio Xavier dos Santos dirigia o automóvel, e o técnico de fiscalização da Codesp Raul Serafim Campos estava no banco do passageiro. Os dois morreram dentro do carro. As causas do acidente ainda serão investigadas, e as principais linhas de investigação são de que o condutor tenha passado mal ou dormido ao volante.

Raul era fiscal da Codesp e tinha 64 anos. Ele trabalhava na estatal havia 24 anos. Claudio morreu aos 42 anos. Ele era motorista e estava na profissão havia 10 anos.
Vídeo mostra carro desgovernado caindo na água no Porto de Santos

Vídeo exibido na TV Tribuna
Imagens de câmeras de monitoramento mostram o momento em que o carro caiu dentro do canal do Porto de Santos. É possível observar o acidente em dois ângulos diferentes. Nas imagens, fica nítido que o veículo não estava em alta velocidade. O carro desceu lentamente em direção ao mar e capotou antes de tocar na água. Em nenhum momento é possível notar as luzes dos freios serem acionadas. Em seguida, o carro cai com o teto virado para o mar, gerando um forte espirro de água. As imagens também mostram que nenhuma pessoa andava pelo local na hora do acidente.
As dúvidas sobre a queda de um Gol prata no Canal do Estuário do Porto de Santos devem ser esclarecidas em 30 dias, prevê a Polícia Civil. O prazo está ligado à liberação dos resultados do exame necroscópico nos corpos das duas vítimas e da perícia do veículo. Inicialmente, trabalha-se com a hipótese de que o motorista tenha sofrido um mal súbito.
“A princípio, foi uma grande fatalidade. Trabalhamos com a possibilidade do condutor do carro ter passado mal”, explica a delegada Juliana Buck, da Delegacia da Polícia Civil do Porto, responsável pelas investigações.
Segundo ela, não há indícios de que meios externos (algum crime, por exemplo) tenham ocasionado o fato. No entanto, afirma que somente os laudos esclarecerão essas dúvidas.
“As imagens ainda não nos esclarecem os fatos. Além dos exames das vítimas, cujos corpos estavam intactos quando foram resgatados, aguardamos a perícia realizada no veículo”, diz a delegada, ao lembrar que o desaparecimento de ambos foi percebido no início da manhã. Por volta das 7 horas, os operadores das câmeras da Codesp, conseguiram constatar o que realmente havia ocorrido e acionaram as equipes de resgate.
Enterro dos dois corpos aconteceu na manhã de sexta-feira (11)
Os corpos de Cláudio Xavier dos Santos e Raul Serafim Campos foram enterrados, na manhã de sexta-feira (11), no Cemitério da Areia Branca, em Santos, no litoral de São Paulo.
O primeiro enterro foi o de Cláudio, que era o motorista do carro. Ele tinha 42 anos e deixou uma esposa e três filhos adolescentes. Todos chegaram ao cemitério muito abalados e a mãe de Claudio teve que ser amparada pelos familiares. O irmão da vítima, Nelson Xavier, viajou de Santa Catarina para Santos quando soube da morte. Ele conta que o irmão fazia doces, vendia camisetas para ganhar um dinheiro extra e sempre foi trabalhador. “Foi um baque. Ele saiu para trabalhar e não chegou a voltar”, falou.
Já Tony Ribeiro Alves, padrinho de Cláudio, conta que conhece Cláudio desde pequeno e não conseguiu ir ao velório do afilhado. "É dolorido. Ele era muito prestativo e trabalhador", disse. O padrinho também contou que Cláudio trabalhava como motorista há mais de 10 anos, que o horário de serviço dele era sempre depois da meia noite e que não acredita que ele dormiu ao volante. "Acho que foi um mal súbito. Quando encontraram o corpo dele, ele estava com as pernas no vidro. Ele tentou se salvar", falou Tony.
Por volta das 11h, o corpo de Raul foi enterrado. Ele era técnico da Codesp e também estava dentro do carro que caiu no mar. Raul tinha cinco irmãos, deixou três filhos e três netos. A atual esposa de Raul, Maria Célia Gomes, e outros familiares também foram ao enterro. "Eu não acreditei. Depois me falaram que era verdade" disse Maria Célia, que estava sendo amparada por amigos.
Outro caso
Há menos de 2 meses, um motorista de uma Kombi perdeu o controle do veículo e caiu no canal do Porto de Santos, próximo ao armazém 12. O acidente aconteceu no dia 16 de maio. Segundo a Capitania dos Portos, quatro pessoas estavam no carro, mas ninguém se feriu com gravidade.


Fonte: G1 – Jornal A Tribuna – Edição Segurança Portuária Em Foco






Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES