Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

0

GUARDA PORTUÁRIA DE PARANAGUÁ PARTICIPA DE CERIMÔNIA DO DIA DA BANDEIRA



Na última quarta-feira (19), os alunos do sexto ano da Escola Estadual Faria Sobrinho, de Paranaguá, e os trabalhadores da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) fizeram, juntos, a cerimônia da troca da flâmula do portão principal do Porto de Paranaguá. O ato cívico, com participação da Polícia Militar do Paraná, marcou o Dia da Bandeira.
Na área primária do Porto, a cerimônia foi aberta por um grupo de quatro estudantes, que leram mensagens sobre a data, especialmente preparada para o evento. De acordo com a diretora da Escola, Myrian Cecília Gomes Pereira Costa, que também fez questão de estar presente, a participação dos alunos é uma experiência extracurricular enriquecedora.

“Nessas datas a gente intensifica o incentivo ao civismo com produções mais organizadas como esta que preparamos para a cerimônia no Porto. Isso os estimula a respeitarem ainda mais o símbolo nacional”, afirma a diretora.
Os mais de 20 alunos que participaram do Dia da Bandeira com a Appa também fizeram parte de um concurso promovido pelos clubes Rotary da cidade, para escolher, entre os alunos da rede pública de ensino, as melhores frases sobre a Bandeira Nacional.
O aluno Luiz Felipe Possas Moscardi, 6º Ano B, da Escola Faria Sobrinho, ficou em primeiro lugar geral de Paranaguá, com a frase “A Bandeira do Brasil, sempre forte, sempre linda. Bandeira do Brasil, pátria amada e idolatrada. Salve! Salve! Oh Brasil. Meu país Amado", que ele leu durante a cerimônia no Porto.

“Para fazer a frase, pensei na Bandeira e fui juntando as informações que eu tinha. Eu não esperava ganhar, mas fiquei muito feliz”, diz ele, que tem 11 anos.
Também fizeram a leitura das frases os segundo e terceiro lugar, que também era da escola. Respectivamente, Miguel Avelar (6º Ano A), com a frase "A Bandeira é a força de uma nação, a honra do povo, a alma de um país. A Bandeira é a nossa força, nossa honra, nossa alma; e nós devemos respeitá-la"; e Maria Izabel de Souza (6º Ano B), com "E lá no alto do mastro, eu a vejo imponente e bela, vestida de verde e amarelo com seu círculo azul e sua faixa branca de Ordem e Progresso, representando o nosso povo brasileiro, povo guerreiro que não se cansa de lutar, estou falando dela, a linda Bandeira do Brasil.
Ato

Após a leitura dos estudantes, a cerimônia seguiu com o hasteamento da nova bandeira (de seis metros de largura, por quatro de altura) ao som de um corneteiro da Polícia Militar. Na sequência, os presentes cantaram o Hino Nacional.
O ato foi coordenado pelo chefe da Guarda Portuária, Coronel Antonio Kasczeszen Jr. Representando a diretoria da Appa, participaram os diretores de Meio Ambiente, Marco Ziliotto, e Jurídica, Jacqueline Wendpap. Também esteve presente o Secretário Especial do Litoral do Paraná, Francisco Carlim dos Santos.
História
A bandeira do Brasil foi instituída em 19 de novembro de 1889, logo após a Proclamação da República. O projeto foi feito por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos, com desenho de Décio Vilares e é uma adaptação da Bandeira do Império Brasileiro. No lugar do escudo Imperial de Portugal foi inserido um círculo azul e estrelas brancas. As estrelas estão representadas conforme o céu da cidade do Rio de Janeiro às 8h15 do dia 15 de dezembro de 1889 e representam os estados brasileiros. A inscrição "Ordem e Progresso" é uma forma abreviada do lema político positivista cujo autor é o francês Auguste Comte: O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim. Em 1906, a bandeira nacional ganhou um hino próprio com letra escrita pelo poeta Olavo Bilac.

Fonte: APPA 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES