Postagem em destaque

LADRÃO DETIDO É ENCAMINHADO PELA GUARDA PORTUÁRIA AO DISTRITO

O filho da vítima, também caminhoneiro, com a ajuda de outros colegas, conseguiu deter o suspeito antes da chegada da Guarda Portuária...

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

13

SINDIGUAPOR INICIA SUAS ATIVIDADES COM VITÓRIA PARA CATEGORIA



O ano de 2015 chega cheio de desafios. No dia 19 de janeiro, o presidente do Sindicato da Guarda Portuária do Pará e Amapá (SINDIGUAPOR), Jonas Melo, esteve novamente junto ao Ministério Público Federal (MPF) participando das negociações e fazendo valer os direitos dos guardas portuários que foram aprovados no último concurso público.
Presente à mesa de negociação, representando a Companhia Docas do Pará (CDP), esteve o diretor Financeiro, Sr. Olívio Gomes, acompanhado dos assessores jurídicos e do Gerente de Segurança (GERSEG), Francisco Martins.
O representante do SINDIGUAPOR ressaltou que existe a necessidade de guardas portuários para laborarem nos portos administrados pela CDP, sendo que o Sindicato já vem alertando a Companhia desde 2006 para a terceirização das atividades realizadas pela Guarda Portuária, sendo firmado inclusive um Termo de Ajuste e Conduta (TAC) para a abstenção da terceirização.
A CDP alega que não tem recursos financeiros para chamar os aprovados, tendo em vista a recente demanda imposta pela justiça, em relação ao dissídio de 2011. O presidente do SINDIGUAPOR solicitou que a CDP estipulasse um cronograma para chamar paulatinamente os aprovados. Ainda na visão do Sindicato, o mesmo avalia como inadmissível a ocupação dos postos (Controle de Acesso, CFTV, etc) considerados estratégicos, pela terceirização, haja vista a aprovação de 50 (cinquenta) guardas no último concurso realizado pela CDP.

O MPT deferiu o prazo de vinte dias para que a CDP apresente a manifestação acerca da redução do número de terceirizados e sua substituição pelos candidatos aprovados no concurso, bem como para que comprove a convocação dos 08 (oito) candidatos aprovados dentro do número de vagas, proposta essa da própria empresa, e apresente ainda a cópia do contrato de terceirização e seus aditivos.
Jonas Melo avaliou o resultado da audiência como positiva aos trabalhadores, pois a CDP assumiu junto ao MPF o compromisso de chamar imediatamente 08 (oito) guardas aprovados no concurso e, por conseguinte também assumiu o compromisso de levar a Diretoria Executiva (DIREX) a proposta de avaliação e redução do quadro de terceirização, a fim de que se possam chamar os demais aprovados.

Fonte: Sindiguapor-PA/AP

Edição: Portal Segurança Portuária Em Foco





13 comentários:

  1. Para meu ver não houve vitoria,do sindicato e tão,pouco o ministerio publico aplicou a lei
    pois se existe guarda tercerizados é so dispensar os mesmos e chamar como os guardas
    concursados como manda a lei.
    a cia docas ja usou de má fe realizando concurso publico como manda a lei e não chamando
    os aprovados e mantendo assim os tercerizados,agora chamar oito aprovados deixando os demais
    para uma proxima chamada e tocar o terror com os demais que com toda certeza so serão
    chamados com novas investidas do ministerio publico ou seja mais pano para manga e incertezas
    para os concursados que não foram chamados nesta leva.
    Enfim a cia docas no meu entender saiu vencedora nesta briga ou sexa trocou seis por meia duzia
    e manteve os tercerizados nas vagas que poe lei não são desles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARO COMPANHEIRO DE LUTA

      VEJO QUE VC É MUITO LÚCIDO.

      ESTAS CORRETO EM TUA ANÁLISE E NÃO SE DEIXA ENGANAR POR PSEUDOS

      SINDICALISTAS, TRAIDORES E INIMIGOS DA GUARDA PORTUÁRIA E QUE AGORA QUEREM

      POSAR COMO ESTANDO AO LADO DA CATEGORIA.

      GP ALMEIDA PA

      Excluir
    2. assino em baixo,

      GP Moura Palha - porto de Vila do Conde

      Excluir
    3. O título desse artigo e o próprio é totalmente sem pé nem cabeça.
      Não entendo o porque desse portal em publicar uma matéria como essa.
      Fico sem entender.
      Na própria ATA está bem claro, o Sindiguapor não representa e nem defende os interesses dos concursados. Quem o faz são os auditores fiscais e os próprios concursados que se fazem nessa reunião presentes, e que foi a ASCOMPA QUE PRIMEIRO E SEMPRE LUTOU PELOS MESMOS
      Muito estranho um PORTAL respeitado, conceituado e com credibilidade estar dando cartaz para um presidente de Sindicato que nunca fez nada pela corporação e somente usa o sindicato para se auto promover e conseguir cargos comissionados para si através da bajulação política, que é o que de melhor sabe fazer.
      Espero, sinceramente, que o EDITOR DESSA PAGINA reveja certas publicações, ou farei como muitos aqui no PARÀ tem feito, não vou mais acessar essa página, devido essa "força" toda que vem dando para um sindicalista caldo de gó, TRAIRA E fingido.

      QUE É ISSO, COMPANHEIRO!

      sem mais

      guarda DA SILVA

      Excluir
    4. Caro Da Silva
      Este artigo é uma republicação do Sindiguapor, portanto o artigo é o mesmo atribuído pelo Sindicato. Este Portal é apartidário, sendo assim, a sua função não é defender ou atacar ninguém ou nenhuma instituição, mas divulgar tudo o que se refere a Segurança Portuária e principalmente a Guarda Portuária, a fim de que todos possam acompanhar o que está acontecendo nos portos brasileiros.
      A ASCOMPA realmente iniciou essa luta em defesa dos concursados, e isso foi divulgado aqui, mas nessa reunião ela não se fez presente, não consta o nome de nenhum representante na Ata e nem divulgou nada a respeito. Por outro lado, consta na Ata a presença do Sindiguapor e foi este Sindicato quem divulgou os fatos, cabendo a este Portal apenas republicá-lo para que todos saibam o que aconteceu.
      Quando esse presidente faz alguma coisa que vá de encontro aos interesses da categoria, divulgamos aqui, mas quando ele faz coisas a favor da categoria, também divulgamos aqui. Creio que o respeito e a credibilidade deste Portal está justamente no fato de divulgar a notícia, e sempre lembrando: " O que você fizer à favor ou contra a Guarda Portuária ficará marcado para sempre na história".

      Excluir
    5. CABE RESSALTAR QUE ESSA REPUBLICAÇÃO, EMBORA NÃO SEJA A INTENÇÃO DO ADMINISTRADOR DESSE PORTAL, TENHO QUE CONCORDAR, É BEM TÍPICA DE UMA PESSOA QUE ESTÁ TOTALMENTE PERDIDA A FRENTE DE UMA ENTIDADE DE CLASSE. FAZENDO DESSA APENAS UM TRAMPOLIM PARA ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS POLITICOS E PESSOAIS.

      CILENO BORGES

      Excluir
  2. (Onde estes dois diretores que estão no meio da foto ja deveriam...)NÃO ESQUECENDO,QUE OS CANDIDATOS DOS SEGUINTES CARGOS :AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO
    TRABALHO I-,CONFERENTE DE CAPATAZIA I-TÉCNICO DE SEGURANÇA DO
    TRABALHO I-FIEL DE ARMAZÉM I QUE A 17 ANOS NAÕ E CHAMADO PRA ESSE CARGO (http://www.jusbrasil.com.br/…/pg-17-secao-3-diario-oficial-…) FIZERAM A NIVEL MEDIO,FICARAM PREJUDICADOS EM RAZÃO DA CRIAÇÃO DE UM PLANO DE EMPREGOS E SALARIOS(P.E.S) CRIADO PELA COMPANHIA DOCAS DO PARÁ,SENDO QUE A MESMA SÓ SE DISPÕE A CHAMAR ATÉ O PRESENTE MOMENTO,ASSISTENTE ADMINISTRATIVO I, QUE TAMBÉM ASSIM COMO OS OUTROS CARGOS CITADOS ERA CADASTRO DE RESERVA.

    Impessoalidade:

    A imagem de Administrador público não deve ser identificada quando a Administração Pública estiver atuando. Outro fator é que o administrador não pode fazer sua própria promoção, tendo em vista seu cargo, pois esse atua em nome do interesse público. E mais, ao representante público é proibido o privilégio de pessoas específicas. E deve tratar todos igualmente.
    OBS:(SINDIPORTO E OLHAI POR NÓS QUE RECORREMOS Á VÓS)

    ResponderExcluir
  3. EI,PESSOAL E O RESTANTE DOS CONCURSADOS, VÃO FICAR FORA DO PORTO LITERALMENTE VENDO
    NAVIOS,SINDIGUAPOR CADE A LUTA PELOS NOSSOS COMPANHEIROS QUE FIZERAM O BENDITO
    CONCURSO E PASSARAM ,VAMOS FAZER A POLITICA COM TODOS OS CONCURSADOS SE NÃO
    TIVEREM CONDIÇÕES DE DEFENDER TODA A CLASSE PEÇA AJUDA AOS POLITICOS,FEDERAÇÃO
    DOS PORTUARIOS AO PAPA SE PRECISO FOR MAS VÃO A LUTA,ESSA NÃO É A HORA DE SE AUTO PROMOVER E SIM DE SOMAR PARA CHEGAR AO OBJETIVO QUE A CONTRATAÇÃO DE TODOS QUE
    HONROZAMENTE PASSARAM NESTE CONCURSO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É inconcebível esse presidente se achar como se fosse o salvador da pàtria dos concursados.
      è parece que muitos se esquecem que na audiéncia trabalhista do ex gerseg ditador este presidente ficou ao lado desse ditador, mas nas outras audiéncias nunca se fez presente ao lado de nenhum guarda.
      e pasmem os senhores, na auidiéncia de dezembro, onde o gerseg e o advogado da cdp Afirmaram em juizo que acham um absurdo o MPT querer que a CDP chame os concursaos, alegando que não tem mais portos para esses atuarem, mesmo tendo quase 200 vigiantes na cdp.
      Agora, perguntem se o presidente deste siindicato estava lá pelo lado do trabalhador?
      Esse portal,deveria avaliar melhor sobre quem e o que replica.
      Esse cara só vive nas planáriias dos partidos e gabinetes dos políticos pedindo cargos para si, mas em favor da categoria nada faz.
      è por isso que no whatzap ele só leva peiia dos guardas.

      GP Zaca . Belém

      Excluir
  4. Infelizmente esse concurso foi uma decepção, eu como muitos fizemos esse concurso, alguns como eu emprestou dinheiro para faz os exames, uma amiga aprendeu a nadar em menos de um mês para poder passar por todas as etapas, saia de minha casa para corre de madrugada para poder treinar,fizemos de tudo para alcançar o nosso objetivo, que era de fazer parte do quadro de funcionários da cdp, e quando pensávamos que iria dar tudo certo em nosso caminho mais de 200 terceirizados, amigos vamos lutar para que isso não continue assim porque se ninguém arregaçar as manga para faz algo isso nunca vai mudar, se todos esses terceirizados fosse dispensados teriam, seriam chamados todos os aprovados e seria necessário se fazer outro concurso, estou na luta com vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isto AI companheiro,Eu sou de sta Catarina e sou diretor do Sintac e sou guarda aposentado
      da Codesp,temos que lutar para que nossos objetivos sejam alcançados,o que a CPD esta fazendo
      com os concursados que passaram é CRIME e tem que ser combatido com o rigor da lei,no meu
      ver é um crime de 171 fazer concurso sem vagas,é brincar com a esperança das pessoas que buscam
      em concursos um trabalho, vão a luta porque somente unidos conseguirão algum sucesso.

      Att: LÚCIO RICARDO NATAL
      DIRETOR DO SINTAC
      EM LAGUNA SC.

      Excluir
    2. COMPANHEIRO, COM CERTEZA SUA DECEPÇÃO É JUSTA.
      TAMBEM OS CONCURSOS ANTERIORES, 1997 E 2006, HOUVE MUITA DOAÇÃO POR PARTE DOS QUE HJ SE ENCONTRAM NA CIA, OM A DIFERENÇA QUE FORAM TODOS LOGO CHAMADOS.
      NÃO DESISTA, POIS AGORA O MPT ENTROU NA PARADA E, PELO VISTO, TODOS OS 50 SERÃO CHAMADOS, JA CHAMARM 20.
      NÃO DESISTA, LUTE SEMPRE, POIS, NA HORA CERTA, DEUS VAI COLOCAR NO CAMINHO DE VCS AS PESSOAS CERTAS PARA JUNTO COM VCS LUTAREM.

      10 POSTOS, RECENTEMENTE, DE VIGILANCIA JÁ FORAM DESATIVADOS. E AQUI E ALI OUTROS VEM SENDO OU COLOCADOS PARA AREA NÃO PRIMARIA.

      SE OS SINDICATOS DAQUI TIVESSEM INTERESSE PELA CAUSA DE VCS, JÁ TERIAM FEITO PROTESTO PELA CONTRATAÇÃO E CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO.

      POR QUE NÃO FAZEM?

      ATT

      CILENO BORGES

      Excluir
  5. APOS ESSA AUDIENCIA JA CHAMARAM MAIS 08.
    PARABENS AO MPT E A ASCONPA

    Concurso Público – 2012

    2ª CONVOCAÇÃO (GUARDA PORTUÁRIO)

    NÍVEL MÉDIO

    CARGO 1 - GUARDA PORTUÁRIO - MASCULINO - VILA DO CONDE/BARCARENA

    7º LUGAR - 001866 - WALBER RAIMUNDO MOTA DA CRUZ

    8º LUGAR - 002025 - FÁBIO LISBOA DA SILVA

    9º LUGAR - 002027 - CARLOS AFONSO GUIMARÃES AQUINO

    10º LUGAR - 002053 - WARNEY DE PAULA SILVA CARDINS

    11º LUGAR - 002013 - LUCIAN ROGÉRIO SOUZA MIRANDA

    12º LUGAR - 001595 - RODRIGO DA MOTA BARBOSA

    CARGO 2 - GUARDA PORTUÁRIO - FEMININO - VILA DO CONDE/BARCARENA

    3º LUGAR - 000691 - LIDIANE FONSECA ALVES DA SILVA

    4º LUGAR - 000771 - MÔNICA GORAYEB TEIXEIRA

    ATT
    CILENO BORGES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES