Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA APREENDE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

O contêiner onde a droga estava escondida tinha como destino o Porto de Algeciras, na Espanha. Dois elementos foram presos em flagrant...

domingo, 31 de maio de 2015

1

SUAPE ORIENTA USUÁRIOS SOBRE REGRAS DE SEGURANÇA PARA ACESSO AO PORTO


Foto: Joel Cavalcanti | Divulgação
Na última segunda-feira (25/5), a administração do Porto de Suape lançou uma campanha de orientação de segurança pública portuária para todos os usuários que frequentam o local.
Mais de 6 mil veículos têm acesso à região por dia. O objetivo é intensificar a fiscalização da entrada na área, onde há órgãos federais ligados à atividade portuária, além de 37 empresas arrendatárias, incluindo as do polo de combustíveis que abastece Pernambuco e outros estados do Nordeste com gás de cozinha, álcool e gasolina.
A entrega dos panfletos será das 8h às 17h, na portaria principal de acesso do porto, com a finalidade de atender 180 mil veículos durante 30 dias. A ação conta com o apoio das polícias Militar, Civil e Federal, do Corpo de Bombeiros e da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos).
A equipe do Porto de Suape abordará trabalhadores, caminhoneiros e visitantes com entrega de panfletos e esclarecimento de dúvidas sobre o acesso ao porto e o novo sistema de cadastramento dos usuários que está em fase de testes e entrará em vigor no fim de junho.
Esse sistema permitirá uma maior agilidade na liberação de entrada de pessoas e veículos. “O Porto de Suape é regido por um código internacional de segurança e precisamos fazer valer as restrições previstas nesta normativa”, esclareceu o vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Bernardo D’Almeida.
O trabalho de panfletagem será realizado diariamente durante 30 dias. “Queremos atingir algo em torno de 180 mil veículos por mês que circulam mensalmente por aqui”, complementou o executivo, lembrando que a orientação visa reprimir furtos de mercadorias, assaltos e possíveis atentados na área portuária.
O Porto de Suape obedece ao Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuária, o ISPS-Code (do inglês International Ship and Port Facility Security), em vigor desde julho de 2004, decorrente ao atentado terrorista de 11 de setembro de 2011, nos Estados Unidos.
Esse código estabelece regras de segurança para navios e instalações, como um maior rigor na entrada e na saída das pessoas e veículos nas instalações portuárias, delimitação do perímetro do porto e necessidade de cadastramento das pessoas e veículos que entram na instalação portuária.
Devido ao ISPS-Code, para acessar o Porto de Suape, é preciso que a pessoa seja funcionária de uma das empresas ou de algum órgão que atua no local e que esteja munido do crachá de identificação emitido pela administração portuária.
O visitante que quiser acessar o porto precisa de uma autorização prévia da Unidade de Segurança da administração do Porto de Suape. A solicitação deve ser feita pela empresa ou órgão situado na área responsável pelo visitante num prazo mínimo de 24 horas de antecedência.
Mesmo com a efetuação do cadastro, os usuários podem ser abordados, diariamente, para vistoria veicular. “Isso é algo que faz parte da rotina operacional da segurança pública portuária e é prevista pelo Plano de Segurança Portuária de Suape e por normas internacionais”, detalhou o delegado Osvaldo Morais, coordenador-executivo do ISPS-Code do porto pernambucano. O diretor de Gestão Portuária de Suape, Paulo Coimbra, ressalta que a recusa da vistoria pode implicar a não-autorização de acesso ao porto.

Além disso, há uma lista de proibições de acesso a Suape, tais como a entrada de veículos de carga sem o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC), emitido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) ou de automóveis com bombonas vazias para qualquer fim.

Fonte: Porto de Suape - Edição: Segurança Portuária Em Foco.

*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros. 

Um comentário:

LEGISLAÇÕES