Postagem em destaque

FISCALIZAÇÃO CONSTATA IRREGULARIDADES EM PORTO DO PARÁ

Essas fiscalizações ocorreram em virtude de denúncia de trabalhadores portuários que, sem representatividade de fato, buscaram por mei...

quinta-feira, 18 de junho de 2015

0

CAMINHONEIROS SÃO ROUBADOS E PASSAM 13 HORAS EM PODER DE BANDIDOS


Foro: Jornal A Tribuna
Eles foram abordados em entrada de terminal.
PM descobriu esconderijo após denúncia anônima.

Dois caminhoneiros passaram 13 horas em poder de bandidos na última terça-feira (16), em Santos, e tiveram as cargas de suas carretas roubadas. Após denúncia anônima, a Polícia Militar descobriu o cativeiro e libertou as vítimas.

Os caminhoneiros estavam em uma fila de entrada em um terminal da Alemoa, quando foram abordados, por volta das 22 horas de segunda-feira (15), por três assaltantes. Colocados em um dos caminhões roubados e depois em um carro, os dois foram levados para um imóvel na Rua João Osório da Fonseca, no Bom Retiro, onde permaneceram como reféns durante toda a madrugada.
Na manhã desta terça-feira, uma denúncia anônima levou policiais militares ao cativeiro. Quando se preparavam para entrar na residência, um homem correu pelos telhados das casas vizinhas e conseguiu fugir. A PM entrou no imóvel e libertou os caminhoneiros. No local foram encontrados um revólver e 20 gramas de maconha.
Horas depois da libertação das duas vítimas, um dos veículos roubados com 34 toneladas de açúcar foi recuperado na própria Alemoa. O outro caminhão foi encontrado abandonado em Cubatão, perto do Parque Industrial, mas sem a carga de 50 toneladas do produto – avaliada em R$ 40 mil – que transportava.
Em entrevista a A Tribuna, uma das vítimas, que, com medo, não quis se identificar, contou que estava dentro do caminhão, estacionado em frente a um dos terminais da Alemoa, quando, por volta das 22 horas, foi dominada por três marginais armados com um revólver.
“Eles já tinham rendido o motorista que estava parado ao meu lado e me levaram para o caminhão dele. Saímos dali e andaram com a gente por poucos minutos. Depois nos mandaram descer e fomos colocados em um carro de passeio”.
Levados para o cativeiro, na Rua José Osório da Fonseca, os dois motoristas ficaram sob a custódia de um grupo de pessoas que eles não souberam quantificar. “Tivemos os rostos encapuzados e fomos proibidos de olhá-los. Durante a madrugada percebemos que boa parte deles foi embora. Foram 13 horas de horror”, acrescentou a vítima.
LIBERADOS
Assim que recebeu a denúncia, a equipe do tenente Costábile, do sargento Matta e dos cabos Ferreira e Neto, da PM, compareceu ao endereço e constatou que no terreno denunciado havia uma edícula.
Ao perceber a presença dos policiais, o sequestrador que permaneceu na moradia subiu no telhado e conseguiu escapar do cerco montado pelos agentes pulando por casas vizinhas.
Assim que entraram na edícula, os PMs localizaram os caminhoneiros e os libertaram. As vítimas e os bens recuperados foram apresentados
à Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, que ficará responsável pela investigação do caso.




*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES