Postagem em destaque

DELEGADA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA CONPORTOS

Nelbe Ferraz de Freitas, 37, foi designada pelo Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública Na última quarta-feira (04), Nel...

segunda-feira, 7 de março de 2016

11

A IMPORTÂNCIA DAS CANECAS PARA A GUARDA PORTUÁRIA




Sindicalistas menosprezam Encontro da Guarda Portuária, ofendem palestrante, e preferem dar canecas para os associados.

Nos dias 24 e 25 de fevereiro, foi realizado em Paranaguá o Encontro Nacional da Guarda Portuária, o evento, foi elogiado por cerca de cem participantes, representando vários sindicatos e associações do país.
Todos os presentes estranharam a ausência de representantes do estado do Pará, visto que no ano anterior esse porto enviou dez representantes no Encontro realizado no Rio de Janeiro, disputando inclusive com o Porto de Paranaguá, quem sediaria o evento desse ano.
Segundo o presidente do Sindicato dos Guardas Portuários do Estado do Pará e Amapá (SINDIGUAPOR), Jonas Melo, o sindicato não enviou representantes em virtude de achar que o Encontro não tinha relevância, e por deixar para comprar a passagem na última hora, ela estava muito cara.
Veja abaixo a transcrição do áudio, em que o presidente do Sindiguapor chama palestrante de imbecil, diz que o Encontro não tem relevância e fala que já está articulando com o ministro Helder Barbalho a transformação das Portarias 121 e 350 em Lei:
“Até a semana passada a pauta não estava fechada, depois mandaram uma pauta preliminar que vai ter lá o imbecil do Carvalhal fazendo uma palestra sobre o ISPS, a nossa conceituada Dra. Milena abordando direito marítimo portuário, e em relação a segurança e as demandas mais macros da Guarda Portuária a gente não viu, na verdade a mobilização maior será no dia 25 em que o pessoal vai fazer um ato na frete do Porto de Paranaguá devido a terceirização, mas a gente já encaminhou alguns documentos em relação a nossa vitória contra a terceirização aqui no Pará. Todos os documentos do Ministério Público já foram encaminhados para o pessoal que está a frente dessa luta. Então, eu vejo que não existe grande relevância da nossa presença lá nesse congresso, até porque esse congresso teria que ter um macro maior, com a presença de senadores, deputados; e que o nosso objetivo maior fosse já encaminhado que é a transformação da Portaria 350 e a 121 em Lei, que seja criado um regulamento nacional da Guarda Portuária, mas isso a gente já tá articulando via SEP, através do Ministro Helder barbalho, então nesse momento o sindicato não tem como enviar, mesmo porque até a semana passada que a gente estava observando, a passagem de ida e volta, estava custando mais de R$ 2.000,00. Como hoje já é dia 22, a passagem comprada com dois dias de antecedência é muito mais cara. Então a gente tem que guardar esse dinheiro e já se preparar para os movimentos que vem aí no congresso em relação a terceirização e em relação a muitas demandas de mais relevância para a Guarda Portuária”.

Ouça o áudio na íntegra (Jonas aparece à direita na foto):



Vergonha Nacional
Não é a primeira vez que Jonas Melo envergonha a categoria. Em 22/02/2013, o SINDIGUAPOR não participou da paralisação, do item relativo à MP 595 que era prejudicial a Guarda Portuária.
Em 21/11/14, em assembleia realizada no Terminal de Combustíveis de Miramar, Jonas Melo se retratou a categoria, já que este, nas redes sociais (watzap) reportou-se ao grupo formado por cerca de 20 integrantes da corporação, usando de registro fotográfico e de termos pejorativos e depreciativos, atacando a dignidade dos guardas portuários, e atribuindo-lhes ato desonroso, através dessas postagens.
Sindiporto
Em 2015, Pará enviou representantes ao Encontro Nacional

Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Portuários nos Terminais Públicos, Privativos e Retroportos nos Estados do Pará e Amapá – SINDIPORTO, no ano anterior, foi o responsável pela ida da maioria dos guardas portuários, pois tem muitos associados da categoria, inclusive na atual diretoria.
No entanto, segundo o GP Dorivaldo (Dorival Santarém), houve um gasto considerável do Sindiporto com a confecção de canecas com emblema do sindicato, o que não deixou margem para a compra das passagens aéreas e demais gastos.
Dorival acha justo o investimento na compra de canecas, pois a Companhia não dá mais copos para os empregados, além de achar muito sábias as palavras do presidente Jonas Melo.
Outra Opinião
Já o GP Diego Filgueiras critica a postura do Presidente:
- Acho que houve excesso em demasia em chamar o Sr. Carvalhal de Imbecil. Todos que acompanhamos o blog deste cidadão, sabemos da importância desse canal em divulgar o trabalho da Guarda Portuária pelo Brasil, e em denunciar atitudes que vão de encontro aos interesses de nossas instituições. Não acho que isso seja imbecil, parece ser brioso. Ora, se este senhor foi chamado para palestrante desse evento, significa que a opinião do sindicato esta bastante isolada do restante do Brasil.
Também desconheço qualquer costura com o Ministro sobre o futuro da Guarda que esteja sendo costurada por aqui. Ate onde sei, algumas lideranças nacionais pediram a algumas pessoas daqui que viabilizassem um encontro com o S.r Ministro, por este ser da terra. Bom, segundo o Rodrigues, ainda estamos aguardando um posicionamento do gabinete dele quanto ao agendamento de uma visita, o que até o momento não aconteceu. Ou estou desatualizado ou a informação é falsa”.
Diego: Sobre "Paranaguá":
1. Encontros tem um caráter menos informativo que Seminários e Congressos. Num congresso ou Seminário se sobressaem as "comunicações" e "informações"; num Encontro, se sobressaem as "discussões" e "construções de pautas". Nesse sentido, a programação de palestras do evento nacional, em Paranaguá, é mero detalhe ante o principal objetivo do encontro: Reunir as lideranças nacionais da Guarda Portuária, avaliar e planejar nossos projetos políticos como instituição una.
2. Deixar de ir ao encontro nacional soa certo desconhecimento de nossas demandas a nível nacional ou indiferença quanto ao esforço que os demais colegas vêm fazendo, em nível nacional pela GUAPOR. Em tempos de privatização, de concessão, de concorrência com os terminais privados digo que a saída da Guapor das Cias Docas, para o MJ, SEP, ou ANTAQ, deixou de ser um sonho e passou a ser uma extrema necessidade. Ou isso acontece ou já era a GUAPOR. Ou Alguém acha que a CDP ainda dura 30 anos? Ou alguém acha que os que os que estão no Governo, que seguram privatização, vão permanecer depois de 2018? Não existe GUAPOR, existe CDP. Somos funcionários como todos os outros. Se os portos públicos dançarem, nos também dançaremos...
Há muita coisa pra ser feita, há muita coisa a defender, e acredito que unidos somos mais fortes. Por isso entendo que seja nosso dever prestigiar qualquer iniciativa de trabalho a nível nacional que vise o bem comum. Ou será que alguém acredita na ilusão de que conseguiremos resolver todos os nossos problemas isolados? É justo continuarmos recebendo o bônus do esforço de terceiros, como se deu com a portaria 121 e 350, e com a PL 4330, sem darmos nossa devida contribuição?
Só mais um lembrete: A privatização que assola Paranaguá hoje, pode ser o nosso futuro de amanhã.
3. Até onde sabemos as atividades sindicais ainda são representativas. Ou pelo menos deveriam ser, não sem outro motivo existe o advento da "assembleia geral". Embora todos aqui devam saber, não custa lembrar que as ações do sindicato são apenas representativas do que a assembleia decide. QUEM DECIDE É A ASSEMBLEIA, O SINDICATO REPRESENTA. logo, a opinião de um representante de que "não há relevância no encontro nacional", deve ser RESPEITADA. Contudo, a decisão de enviar ou não alguém ao evento DEVE ser da assembleia. Nesse sentido, ciente a quase 01 ano de que o evento aconteceria, ao menos uma assembleia deveria ser feita para se discutir a importância do evento, digo isso porque tenho certeza de que há um grande número de GPs que tem um ponto de vista diferente sobre esse tema, e at onde eu sei, não me lembro de ter alienado meu direito de reflexão e de opinião ao Senhor Presidente.
4. Dizer que o Sindicato não tem caixa pra enviar representantes a um evento nacional não se sustenta:
A. Não há mais cartão de credito? Não há quem financie uma viagem enquanto o sindicato repõe aos poucos? Aumentaram nossos salários, entraram pelo menos mais 50 contribuintes, sendo assim, parece que o problema não foi a falta de dinheiro, mas a falta de interesse.
B. Agora, se com todas as novas contribuições o caixa do sindicato esta no vermelho, é sinal de que precisamos rever as prioridades de nossas despesas.
Ai fica a dúvida, num momento de incertezas quanto ao futuro da Guarda Portuária, será que canecas e confraternizações são mais importantes que um encontro nacional? Gastar tantos mil com uma confraternização, cujo número de funcionários talvez não chegue a 1/3 dos presentes, e outros tantos mil de brindes para a mesma confraternização expressa bem as nossas prioridades atuais, e também o preço que pagamos pelo "pede, pede".
Entendo que nesse momento da entrada dos novos colegas, o dever do sindicato era colocá-los a par da atual situação dos portos públicos e de nossas demandas. Tenho certeza que muitos colegas contribuiriam para esse processo. Acho que falsear uma realidade apenas com objetivo de justificar atividades que deveriam ser feitas e não foram não ajuda muito no crescimento profissional dos colegas. Preocupa-me muito que tipo de educação sindical está se plantando nos guardas que estão chegando agora, porque são os nossos sindicalistas de amanhã
"Não é só o cego, o ignorante também não vê"
A Empresa não tem que dar caneca e sim porte de arma, o Sindicato não tem que dar caneca, mas sim defender o emprego e os direitos de seus associados.
O guarda portuário que traga a sua caneca de casa, pois amanhã talvez ele não tenha mais o seu local de trabalho para beber a sua água e tenha que beber a sua água em casa. O sindicato tem que garantir a água, não a caneca.
O presidente do Sindiguapor deve estar certo, muito sábio ele. Os dirigentes dos outros sindicatos presentes no Encontro é que estão todos errados, devem ser bobos, pois não ganharam canecas. Sabe o que eles ganharam: Parceiros, conhecimentos, experiência, etc...
Perseguição
O presidente do sindicato e os seus correligionários acusam esse Portal de perseguição, no entanto, não perseguimos ninguém, nós desvendamos, desmascaramos, revelamos a verdade, baseado em dados, fotos e documentos.
Esse Portal também não promove ninguém, ele reconhece os méritos daqueles que labutam em prol da Guarda Portuária.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



11 comentários:

  1. ESSE PRESIDENTE está agindo de ma fé com os associados.
    VIERAM DESCONTOS indevidos em meu contra cheque.
    FIZ ofício ao sindicato
    Passei lhe email e ELE me ignorou.
    FICA AQUI MEU protesto contra este cidadão

    CÔRREA PVC

    ResponderExcluir
  2. É lamentável em nosso estado do Pará enquanto tem guardas que lutam pela categoria, ver os próprios representantes sindicais conspirarem contra sua classe.
    Realmente vergonhoso, deprimente e desmoralizante

    Gp Azevedo PA

    ResponderExcluir
  3. Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo.
    Abraham Lincoln

    Ass. Pereira
    Itaituba Pa

    ResponderExcluir
  4. Quero saber se o sindiguapor irá na audiência do Ministério Público do Trabalho, por assédio moral contra os inspetores dia 14/03 às 14:00h? Afinal temos todos direito à progressão na carreira para Inspetor-2, ou criação do cargo de Coordenador. Daí a empresa resolve nem criar os cargos, nem promover os inspetores, extinguindo os cargos. Isso é uma tremenda canalhice. Cabe até uma ação coletiva contra a companhia, mas tem que ser via sindicato. Ou temos que pagar para não sermos representados?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero saber meu caso aqui no PVC.
      Assinei o PES a MANDO dos sindicatos e agora deixei de ser inspetor
      Sendo agora agente de segurança

      Inspetor L FERNANDO

      Excluir
    2. Engraçado. Elegem esse presidente SINDIGUAPOR, depois ficam reclamando.

      RAMOS

      Excluir
  5. A MISSÃO DESSE PORTAL É VALORIZAR POSITIVAMENTE A CATEGORIA, MUITO EMBORA TAMBÉM SE DESTAQUEM FATOS NEGATIVOS À NOSSA CATEGORIA.
    POR ESSA LINHA DE RACIOCÍNIO TEMOS QUE RECONHECER A INVERSAO DAS COISAS, ONDE COUBE AO GP E ASSOCIADO DIEGO FAZER, ATRAVÉS DE SEU CONTRAPONTO, O QUE OS ASSOCIADOS ESPERAM QUE UMA SIMDICAL FAÇA POR ELES.
    O GP DIEGO DESQUALIFICA E DESMORALIZA PUBLICAMENTR UM PRESIDENTE QUE ENVERGONGA NACIONALMENTE TODA CORPORAÇÃO.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  6. O sindiporto me gasta dez mil com os guardas pra curso de instrutor
    Agora me gasta oito mil com canecas
    Agora não tem recurso PRA murar seu terreno que foi invadido
    Temos que rever isso

    FERREIRINHA

    ResponderExcluir
  7. Galera
    Parem de reclamar
    Brasil em crise
    CDP NA pindaiba
    O sindiporto teve uma decisão acertada
    Agora todos temos onde tomar nossa água e café sem precisar de copos descartáveis que nem sempre tem
    Sem contar que ajuda no equilíbrio ecológico e de menos poluição ao meio ambiente

    GP E DIRIGENTE MIGUEL

    ResponderExcluir
  8. ACHO QUE NÃO VOU MAIS ESCREVER SOBRE ESSE SINDICATO AQUI.
    VEJAM ESSE CIDADÃO CHAMADO MIGUEL , SÓ PODE ESTAR DE BRINCADEIRA .
    É SIMPATIZANTE DE CANECAS.
    A BOLA ESTA COM A CATEGORIA . É SÓ MANDAR ANDAR ESSA CORJA DE PELEGOS E CANEQUISTAS PRATICANTES . SÓ MESMO INVOCANDO O SAUDOSO ODORICO PARAGUAÇU .
    E VAMOS DEIXAR DE ENTRETANTOS E PARTIR PARA OS FINALMENTE E FINALIZAR ESSE
    SINDICATO DE PALHAÇOS.

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir
  9. SE QUEM LUTA INCANSAVELMENTE PELA GUARDA PORTUÁRIA É SER IMBECIL PREFIRO, ENTÃO, SER UM IMBECIL A SER UM TRAIDOR E JUDAS ISCARIOTES DECLARADO DA CATEGORIA.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES