Postagem em destaque

NOVO SISTEMA DE ACESSO NO PORTO DO RIO

CDRJ realiza primeiro teste do novo sistema de acesso automatizado de veículos no Porto do Rio A Superintendência da Guarda Port...

terça-feira, 12 de abril de 2016

6

A GUARDA PORTUÁRIA PRENDE, A PM SOLTA




Após receber voz de prisão de guardas portuários por flagrante delito, ladrão é solto pelos policiais.

No dia 06 de abril, por volta das 08H40, o guarda portuário Cileno Borges, de serviço no CCOS do Terminal de Miramar observou quando um veículo de cor preta, com películas escuras, da marca Fiat, modelo palio, de placa QUEP 6060, de Belém-PA, parou na rodovia Arthur Bernardes, que secciona a área primária da retro área da arrendatária Ipiranga Produtos de Petróleo – IPP, em frente à Residência Oficial de Miramar, ali permanecendo parado em atitude muito suspeita.

Como no estacionamento para caminhões que fazem o carregamento de combustível junto à empresa Ipiranga vem ocorrendo alguns furtos, segundo relatos dos motoristas que abastecem no local, o carro suspeito começou a ser monitorado.
Em seguida, um elemento saiu desse veículo, e após entrar no pátio, violou com uma chave mestra, a porta do lado do passageiro da carreta de placa NSJ 8189, destrancando a porta do lado do motorista, pela qual entrou na cabine.
De imediato foi acionado o supervisor Martins, que se deslocou para o local acompanhado dos guardas portuários Diego Filgueiras e Paulo Sergio
No estacionamento, o suspeito foi abordado, sendo encontrada em sua posse, uma bolsa de nylon contendo um equipamento de rádio comunicação PBX e um celular. De início tentou ludibriar a guarnição, se apresentando como motorista, no entanto, em seguida acabou admitindo ter violado a porta do caminhão e furtado os produtos.
Ao perceber a abordagem do suspeito, o condutor do palio preto empreendeu fuga, reforçando a suspeita de participação no delito.



Posteriormente, o proprietário do caminhão que se encontrava no interior do Terminal da IPP, agendando o carregamento de seu veiculo, Rubervaldo Silva de Assis, compareceu no local e identificou, como sendo de sua propriedade os equipamentos que estavam com o elemento detido.
CIOP

Em seguida foi acionado o Centro Integrado de Operações (CIOP), que realiza a comunicação entre a sociedade e o sistema de segurança pública do Pará através de chamadas ao número 190.

O CIOP encaminhou para o local uma viatura da Polícia Militar que, após muita conversa, inclusive na presença do motorista do caminhão furtado, com o ladrão detido e todos os objetos recuperados, não conduziu o elemento para a delegacia, já que este, já sem as algemas da GUAPOR pegou um táxi, se retirando do local, seguido pela referida VTR da PM.

Denúncia à corregedoria



A atitude dos militares foi comunicada ao corregedor da Polícia Militar, Coronel PM José Vicente Braga da Silva, que agora, deverá apurar os fatos.

Costume
Apesar de não ser proibida pela CDP, a Guapor não tem o hábito de apresentar os ilícitos ocorridos na área do Porto à autoridade policial.
Segundo foi apurado pelo Portal Segurança Portuária Em Foco, um dos motivos seria o baixo efetivo, pois ao conduzir a ocorrência para o Distrito Policial, alguns postos acabam ficando desguarnecidos.
Outro fator é a falta de escrivão ou mesmo de delegados nos plantões, fazendo com que se esperem muitas horas para o registro de uma ocorrência.
Vale lembrar que quem detém é quem tem que apresentar a ocorrência no Distrito, principalmente em caso de flagrante delito, caso contrário, a prisão do elemento detido pode ser relaxada.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.


 COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



6 comentários:

  1. PARABÉNS AOS INTEGRANTES DA GUARDA PORTUÁRIA.

    ResponderExcluir
  2. É COMO DIZEM, MESMO COM PRECÁRIO EFETIVO APARECE GUARDA ATÉ DE ONDE NÃO TEM.
    PARABÉNS À GUARNIÇÃO DE SERVIÇO, QUE MUITO BEM REPRESENTOU A CORPORAÇÃO.

    CILENO BORGES

    ResponderExcluir
  3. ATUAÇÃO CRIMINOSA DA POLICIA MILITAR . PREVARICAÇÃO É O CRIME QUE SALTA AOS OLHOS NESTE CASO . A GUARDA DEVE ACIONAR A CORREGEDORIA DA PM E VER O QUE ESTA
    HAVENDO NESTE CASO EM QUE UMA GUARNIÇÃO DA PM SIMPLESMENTE SOLTOU UM ELEMENTO
    PRESO EM FLAGRANTE DELITO . SE A GUARDA FOR COBRAR VAI SOBRAR PRA ESSES IRRESPONSÁVEIS.

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir
  4. parabéns ao blog de cobrar da corregedoria.
    vamos acompanhar isso .

    guarda portuário - alexandre -es

    ResponderExcluir
  5. Quem conhece lei sabe q quem apresenta e quem faz a detenção e se haver acordo entre vítima e acusado e a vítima não qser mais proceder não há o q fazer a PM não pode terminar serviço dos outros se começar tem q terminar.

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES