Postagem em destaque

CONPORTOS PROMOVE RECADASTRAMENTO DE SUPERVISORES DE SEGURANÇA

Sandro Torres Avelar, presidente da Conportos O objetivo é de manter atualizado o cadastro interno da CONPORTOS e das demais organiza...

domingo, 3 de julho de 2016

0

PORTO DE SANTOS ELEVA NÍVEL DE SEGURANÇA


O movimento ocorreu, de forma pacífica  e ordeira, na frente do Terminal da Libra (Reprodução: TV Tribuna)

A alteração de nível ocorreu em virtude da greve de 24 horas, realizada pelos estivadores, na sexta-feira

O Coordenador da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis do Estado de São Paulo (Cesportos-SP), delegado Júlio César Baida Filho, elevou para 2 o Nível de Proteção das Instalações Portuárias localizadas no Porto de Santos, litoral de São Paulo.
O Nível 2 deverá ser mantido no período de 30/06 à 08/07, em virtude da paralização das atividades portuárias na última sexta-feira (01), diante da possibilidade de cometimento de ações aptas a comprometer a segurança das instalações portuárias
Medidas

Baida determinou que as Unidades de Segurança das Instalações Portuárias apliquem nesse período as medidas de proteção constantes nos seus Planos de Segurança Portuária. As medidas tomadas deverão ser registradas e aproveitadas como treinamento para as futuras auditorias da Conportos/MJ
Recomendou ainda aos representantes das instalações que acatem outras medidas eventualmente necessárias para prevenir ações aptas a colocar em risco a operação portuária que forem recomendadas pelos Supervisores de Segurança dos terminais.
Polícia Militar
Baida autorizou o ingresso da Polícia Militar do Estado de São Paulo, no Porto de Santos, em caso de distúrbio, invasão e grave perturbação da ordem, tanto na área portuária, como no interior de navios.
Registro de Ações
A Guarda Portuária acompanhou as manifestações (Reprodução TV Record Litoral)

As Instalações portuárias deverão registrar por imagens, dinâmicas e estáticas, toda e qualquer ação que possa representar risco para a operação portuária, a qual deverá ser encaminhada, na sequência, juntamente com a qualificação dos envolvidos, à Cesportos, para que os processos adequados nas diferentes esferas possam ser devidamente demandados, visando as devidas repercussões nas áreas penal, civil e administrativa.
Autoridades
A alteração de nível foi informada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), da Presidência da República e a Secretaria de Portos do Ministério dos Transportes.
A greve
A greve, de 24 horas, foi deflagrada pelo Sindicato dos Estivadores de Santos e Região, em protesto à postura das empresas de não negociarem com os trabalhadores e de abrirem vagas de emprego para vinculados.
Segundo o presidente do sindicato, Rodnei Oliveira da Silva, o Nei, a abertura de 60 vagas em terminais do Porto de Santos é ilegal, porque a batalha judicial sobre a contratação de estivadores ainda está rolando. O sindicato irá recorrer da decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que permite aos operadores portuários contratarem 66% de mão de obra vinculada a partir de 1º de julho.
A greve paralisou as operações portuárias no período da manhã. Segundo a diretoria do sindicato, o único terminal em funcionamento foi o da Santos Brasil, na margem esquerda do porto, em Guarujá, que trabalhou com a tripulação de um navio atracado.
“Os terminais não podem trabalhar com a tripulação”, destacou Rodnei Oliveira da Silva, Nei, presidente do sindicato. “Além de desrespeitar as leis dos portos e de segurança do trabalho, coloca em risco a vida dos trabalhadores”.
Reunião
Os membros da Comissão foram convocados para uma reunião às 10h da próxima quarta-feira (06), para deliberar acerca da evolução do movimento e eventuais medidas adicionais a serem implementadas.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES