Postagem em destaque

CONPORTOS CASSA CERTIFICADO DE SEGURANÇA DOS TERMINAIS DA RODRIMAR NO PORTO DE SANTOS

Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos encontra falhas nos sistemas de segurança desde 2016 e a empresa não apontou soluçõe...

domingo, 9 de outubro de 2016

0

POLÍCIA INTERCEPTA CARGA DE DROGA E IDENTIFICA NARCOTRAFICANTES




Os 323 quilos de cocaína apreendidos tinham como destino a Europa
A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) descobriu, na quarta-feira (5) à noite, 323 quilos de cocaína dentro de um contêiner carregado com peças que já estava lacrado e pronto para ser despachado de navio para a Europa.
Dois homens envolvidos na operação de narcotráfico internacional estão identificados. Eles são Jossivan Silva da Conceição, de 30 anos, e Daniel Marcondes, de 32, mas não foram achados em suas casas, respectivamente, na Vila Ponte Nova, em São Vicente, e no Morro da Penha, em Santos.
Dividida em 279 tijolos, a maioria deles embalada a vácuo, a cocaína estava acondicionada dentro de 20 mochilas azuis e foi escondida no carregamento de peças em uma empresa de transportes localizada no Chico de Paula.
Funcionários da empresa, Jossivan e Daniel foram identificados por meio de imagens de câmeras da própria transportadora. Eles aparecem nas imagens estufando o contêiner fora de horário determinada para essa tarefa.
Após o contêiner ser lacrado, ele foi encaminhado para um terminal marítimo da Margem Esquerda do Porto (Guarujá), onde aguardaria o momento para ser embarcado. Porém, a Dise interceptou o carregamento de drogas antes que ele tivesse o exterior como destino.
Para isso, a equipe do delegado Francisco Garrido Fernandes e do investigador Paulo Álvaro Ribeiro esteve na transportadora do Chico de Paula e apurou que suspeitas já recaíam sobre os funcionários, porque parte da carga de peças foi encontrada escondida na empresa.
A desconfiança dos responsáveis pela empresa era a de que Jossivan e Daniel realizaram um “corte” (desvio) de parte da carga para depois furtá-la. Porém, diante das informações de que poderia ter sido colocada cocaína no contêiner, este foi trazido de volta ao recinto do Chico de Paula para ser reaberto e inspecionado.
Os policiais acompanharam o transporte do contêiner do terminal marítimo de Guarujá à empresa de Santos. Eles também participaram da verificação do conteúdo do cofre de carga, no qual estavam as mochilas com cocaína. Até ontem à noite, o paradeiro de Jossivan e Daniel, mais conhecido por Alemão da Penha, permaneciam ignorados.



* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES