Postagem em destaque

MUDANÇAS NA GUARDA PORTUÁRIA DE SANTOS

Todas as ordens de serviço que foram emitidas pelo anterior superintendente da GPort serão revistas e reeditadas pela diretoria gestor...

sábado, 4 de março de 2017

0

RECEITA APREENDE 433 QUILOS DE COCAÍNA NO PORTO DE CAPUABA, EM VILA VELHA




A embarcação tinha saído do Rio de Janeiro e estava a caminho da Bélgica
Um contêiner com sucata foi o esconderijo escolhido por uma organização criminosa internacional para transportar 433 quilos de cocaína em um navio que saiu do Rio de Janeiro e tinha como destino final a Bélgica, na Europa.
O plano da quadrilha deu errado após agentes da Receita Federal e Policiais Federais apreenderem a droga no Porto de Capuaba, em Vila Velha, na manhã de sexta-feira (3). A droga estava em bolsas de viagens dentro de um contêiner carregado com sucata e lacrado, segundo informações da Receita Federal.
“O contêiner foi colocado no navio no Rio de Janeiro, de onde partiu a embarcação. Ao sair de lá, atracou no Espírito Santo e depois seguiria viagem. Porém, com cruzamento de dados e informações, fizemos a abertura do contêiner e conseguimos localizar a droga”, pontuou o chefe da Receita Federal no Estado, Flávio Coelho.
O navio de bandeira do Panamá havia saído da capital do Rio de Janeiro na quinta-feira com destino à cidade de Antuérpia, na Bélgica, com uma parada na cidade de Dakar, na África.
Segundo o inspetor-chefe da Receita Federal, Flávio Coelho, o tipo de carga do contêiner ou mesmo a qual empresa pertence não interfere no tráfico.
“Os traficantes se aproveitaram de uma rota legal de mercadorias para embutir uma carga ilícita. As drogas podem ter sido colocadas dentro do contêiner em qualquer parte do trajeto dele até o Porto do Rio, onde seria colocado dentro da embarcação”, pontuou Flávio Coelho.
No meio de mais de 400 contêineres idênticos, o que tinha a droga foi retirado do navio e aberto pelos fiscais. A droga estava em tabletes, distribuídos em bolsas de viagem.

Cada tablete possuía uma espécie de símbolo com o nome Cali, cidade Colombiana que pode ser a origem da droga. Porém, ainda não é possível confirmar se realmente a cocaína era colombiana.
O material apreendido foi levado para a sede da Polícia Federal, em Vila Velha, onde passou por perícia. O navio seguiu viagem para Bélgica na noite de sexta-feira, com previsão de chegada ao destino no fim do mês.



 * Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                            
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES