Postagem em destaque

LADRÃO DETIDO É ENCAMINHADO PELA GUARDA PORTUÁRIA AO DISTRITO

O filho da vítima, também caminhoneiro, com a ajuda de outros colegas, conseguiu deter o suspeito antes da chegada da Guarda Portuária...

terça-feira, 25 de julho de 2017

0

VITÓRIA É O PRIMEIRO PORTO PÚBLICO DO BRASIL A IMPLANTAR SISTEMA DE TRÁFEGO DIGITAL E ONLINE




O novo sistema de gestão proporciona mais segurança e eficiência ao tráfego de embarcações e maior rapidez na operação das cargas

O Porto de Vitória (ES) saiu na frente. É o primeiro porto público do Brasil a implantar o Sistema de Gerenciamento e Informatização do Tráfego de Embarcações – VTMIS (sigla em inglês para Vessel Traffic Management Information System). Ele melhora a segurança e a eficiência do tráfego de embarcações e protege o meio ambiente. Embora ainda precise da homologação da Marinha, prevista para agosto, o sistema já está em operação. O governo federal investiu R$ 22,9 milhões no VTMIS.
"Este é um processo sem volta, saltamos de um sistema arcaico para a era digital e online, que torna o porto mais eficiente e seguro", afirmou o presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luís Claudio Montenegro. Integrado ao programa Porto sem Papel, o sistema também vai proporcionar maior rapidez no fluxo de cargas e ganho de tempo operacional.
O próximo porto brasileiro a implantar o sistema VTMIS é o de Santos, que em fevereiro inaugurou o seu Centro de Controle de Operações (CCO) no complexo Santista.
No Porto de Vitória, o sistema opera com dois radares, localizados nos Morros do Moreno e de Atalaia, Vila Velha (ES). Eles monitoram a navegação na barra, incluindo o canal de acesso ao Porto de Vitória, além dos Portos de Tubarão e de Praia Mole.
VTMIS
O VTMIS é um sistema de auxílio eletrônico à navegação, com capacidade para prover a monitoração ativa do tráfego aquaviário. O objetivo do sistema é ampliar a segurança navegação e da vida humana no mar e a proteção ao meio ambiente nas áreas em que há intensa movimentação de embarcações ou risco de acidentes em grandes proporções.
O sistema é uma poderosa ferramenta de gerenciamento de dados, já que realiza a integração de um grande volume de informações provenientes de dispositivos e sensores. Entre outras funções, a busca pela melhoria na eficiência da movimentação de cargas, utilização dos recursos e infraestrutura do porto e organização do tráfego aquaviário na área portuária, canais de acesso e fundeadouros.
O Centro de Controle Operacional do VTMIS deve ser localizado em área estratégica do porto, no qual operadores devidamente habilitados possam analisar o tráfego aquaviário.
Brasil
No País, a Autoridade Competente de que trata essa resolução é a Marinha do Brasil através do Centro de Sinalização Náutica e Reparos Almirante Moraes Rêgo (CAMR). O CAMR representa o Brasil como Membro Nacional da Associação Internacional de Sinalização Marítima (IALA) desde 1961 e membro do seu conselho desde 1998.
Requisitos

Segundo a Recomendação V-128 da IALA sobre Requisitos Operacionais e Técnicos para o Desempenho de Equipamentos VTS, os elementos essenciais de um sistema moderno são: Radares, que possibilitam o rastreamento de embarcações, AIS (Automatic Identification System) que equipam os navios de grande porte; CFTV dotado de câmeras de longo alcance e visão noturna; sensores meteorológicos e hidrológicos; comunicações VHF; e um Centro de Controle Operacional (CCO-VTMIS), para o qual convergem todas as informações capturadas através dos sensores remotos.
O serviço deve ter a “capacidade de interagir com o tráfego e responder a situações que se desenvolvam dentro da área de VTS”.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                            
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES