Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 25 de julho de 2017

0

VITÓRIA É O PRIMEIRO PORTO PÚBLICO DO BRASIL A IMPLANTAR SISTEMA DE TRÁFEGO DIGITAL E ONLINE




O novo sistema de gestão proporciona mais segurança e eficiência ao tráfego de embarcações e maior rapidez na operação das cargas

O Porto de Vitória (ES) saiu na frente. É o primeiro porto público do Brasil a implantar o Sistema de Gerenciamento e Informatização do Tráfego de Embarcações – VTMIS (sigla em inglês para Vessel Traffic Management Information System). Ele melhora a segurança e a eficiência do tráfego de embarcações e protege o meio ambiente. Embora ainda precise da homologação da Marinha, prevista para agosto, o sistema já está em operação. O governo federal investiu R$ 22,9 milhões no VTMIS.
"Este é um processo sem volta, saltamos de um sistema arcaico para a era digital e online, que torna o porto mais eficiente e seguro", afirmou o presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luís Claudio Montenegro. Integrado ao programa Porto sem Papel, o sistema também vai proporcionar maior rapidez no fluxo de cargas e ganho de tempo operacional.
O próximo porto brasileiro a implantar o sistema VTMIS é o de Santos, que em fevereiro inaugurou o seu Centro de Controle de Operações (CCO) no complexo Santista.
No Porto de Vitória, o sistema opera com dois radares, localizados nos Morros do Moreno e de Atalaia, Vila Velha (ES). Eles monitoram a navegação na barra, incluindo o canal de acesso ao Porto de Vitória, além dos Portos de Tubarão e de Praia Mole.
VTMIS
O VTMIS é um sistema de auxílio eletrônico à navegação, com capacidade para prover a monitoração ativa do tráfego aquaviário. O objetivo do sistema é ampliar a segurança navegação e da vida humana no mar e a proteção ao meio ambiente nas áreas em que há intensa movimentação de embarcações ou risco de acidentes em grandes proporções.
O sistema é uma poderosa ferramenta de gerenciamento de dados, já que realiza a integração de um grande volume de informações provenientes de dispositivos e sensores. Entre outras funções, a busca pela melhoria na eficiência da movimentação de cargas, utilização dos recursos e infraestrutura do porto e organização do tráfego aquaviário na área portuária, canais de acesso e fundeadouros.
O Centro de Controle Operacional do VTMIS deve ser localizado em área estratégica do porto, no qual operadores devidamente habilitados possam analisar o tráfego aquaviário.
Brasil
No País, a Autoridade Competente de que trata essa resolução é a Marinha do Brasil através do Centro de Sinalização Náutica e Reparos Almirante Moraes Rêgo (CAMR). O CAMR representa o Brasil como Membro Nacional da Associação Internacional de Sinalização Marítima (IALA) desde 1961 e membro do seu conselho desde 1998.
Requisitos

Segundo a Recomendação V-128 da IALA sobre Requisitos Operacionais e Técnicos para o Desempenho de Equipamentos VTS, os elementos essenciais de um sistema moderno são: Radares, que possibilitam o rastreamento de embarcações, AIS (Automatic Identification System) que equipam os navios de grande porte; CFTV dotado de câmeras de longo alcance e visão noturna; sensores meteorológicos e hidrológicos; comunicações VHF; e um Centro de Controle Operacional (CCO-VTMIS), para o qual convergem todas as informações capturadas através dos sensores remotos.
O serviço deve ter a “capacidade de interagir com o tráfego e responder a situações que se desenvolvam dentro da área de VTS”.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                            
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES